Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Leia íntegra do manifesto da grife Reserva sobre cópias e criação na moda brasileira

Entendam este texto como um desabafo e como uma seta. Seta que acredito que preciso apontar pessoal e profissionalmente.

O fato é que estou de saco cheio da forma como as pessoas enxergam as ideias. As pessoas mentem para si próprias quando pregam que ideias são divinas e restritas a pessoas iluminadas, escolhidas por uma força maior.

Porra nenhuma! Ideias são muito mais "transpiração" do que intelecto!

Repito e completo a frase de Tiger Woods para quem quiser ouvir: "Quanto mais eu treino, mais sorte e criatividade eu tenho".

E treinar nada mais é do que observar o que os outros fazem de bom e repetir o processo incansavelmente - até que ele se torne tão óbvio que você já não se esforçará tanto para conseguir fazê-lo. É como dirigir: não pensamos antes de passar a marcha ou de frear, apenas fazemos, como se nosso cérebro estivesse em piloto automático.

Por isso resolvi escrever um manifesto, resolvi formalizar e assumir o que penso sobre a cópia. Sem demagogia barata ou vaidades supérfluas, eu grito para quem quiser ouvir aquilo que de fato penso ser verdade sobre elas: os burros imitam ideias, já os "gênios" as roubam! Explicando:

  1. Eu acredito que ideias nada mais são do que novas combinações de coisas e fatos.
  2. Eu acredito que roubar ideias é genial e que copiá-las é a preguiça que as pessoas têm de misturá-las.
  3. Eu acredito que originalidade, da forma como hoje é entendida, nada mais é do que uma noção romântica e utópica dos fatos. Entendo originalidade de outra maneira.
  4. Sou um pós-modernista nato. Acredito que, sim, é mais possível criar algo de fato novo e evolutivo através da mistura de referências do que através da tentativa de começar as coisas do zero.
  5. Eu acredito que o remix assumido de ideias e referências dominará a cultura das próximas gerações. Geração esta que, graças a Deus, não terá mais vergonha de assumir suas referências. Somos falsos moralistas, porra! Que caiam nossas máscaras, que saiamos deste armário criativo em que há décadas estamos enclausurados! E isso serve para todas as áreas de negócios, de tecnologia a moda!
  6. Eu acredito que ideias complexas nada mais são do que combinações de ideias simples: para criar uma lancha, basta pegar um barco e um motor e misturá-los. Apesar de ser bastante claro para mim que isso não é simples nem tampouco fácil, é um fato.
  7. Eu acredito em John Lehrer, escritor e neurocientista americano, quando ele diz: "Sob a perspectiva do cérebro, novas ideias são apenas velhas ideias que nos vêm à mente ao mesmo tempo".

Depois do manifesto, imediatamente meu cérebro me pergunta: como então ter as melhores ideias, uma vez que tudo não passa de um remix de velhas referências?

A minha - não necessariamente a sua - resposta é a seguinte: para ter as melhores ideias, tenha acesso à maior quantidade possível de informações e referências, com a maior profundidade que for capaz de absorvê-las. Quando, como consequência, vier à mente uma ideia que seja óbvia ou "normal", ignore-a. Seja completamente avesso às ideias óbvias.

Ah!E saiba que, deste processo, a ansiedade crônica será uma consequência. Pausa para a ironia: será que é por isso que boa parte dos "gênios" terminam loucos?!

Outro dia, num brainstorming na Reserva, alguém disse que, naquele processo, toda ideia seria boa. Mentira! Toda ideia é válida, não boa.

O objetivo do brainstorming é, num primeiro momento, a quantidade de ideias, e não sua qualidade. E é óbvio que existem más ideias, muitas más ideias.

E é justamente esse o ponto fundamental para que, ao final do brainstorming, um iluminado escolhido por Deus tenha a melhor das ideias.;) Tolinho, mal sabe ele que, se não fossem as más ideias dos "não iluminados"...

Enfim, pare de babaquice! Ao invés de se cobrar sobre a quantidade de ideias que teve no mês, gaste seu tempo lendo, perguntando e conversando. Exercite a dúvida, a pergunta de fato curiosa... Quantos livros, revistas ou blogs você lê por mês? Quantas conversas com amigos ou colegas de trabalho você tem por mês de fato disposto a escutar - e não apenas a pensar no que responderá enquanto eles ainda estão no meio de suas frases?! Que porra de loucura é essa?

Os curiosos, eles sim, são os "gênios" do presente, do passado e do futuro. Gênios ou ladrões? Sei lá! Quando a curiosidade é a causa, isso pouco importa.

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2013/12/1378141-leia-integra...

Exibições: 803

Responder esta

Respostas a este tópico

caro colega, a copia e fundamental para crescer..............o pior quando chega lá. ai que a coisa fica feia ,os próprios clientes não gostão de copia.......e a firma morre, só sobrevive quem tem tempo de criar de verdade, o vendável,, ,ou o básico.......

Muito bom! A seculos atras o Sábio Rei Salomão já dizia que tudo se repete e que não havia nada de novo! enfim é isso aí.

Matéria sensacional - devemos mencionar - quando jovens passamos por cima de muita coisa- poucos compreendem ou tem essa visão da copia ou do  gênio criando. 

só valorizamos com o passar dos anos, o trabalho dos gênios, aqueles que fazem alguma coisa diferente, poderíamos mencionar o sofrimento de pintores, escritores e outros - que foram reconhecidos apos a morte.

Simon azulay - genio da moda no Brasil - poucos vão se lembrar dele - mas o que ele fez - se copiado hoje teria sucesso e ninguém estaria roubando e sim valorizando o grande artista que foi.

 

Quem criou ou inventou tem o DNA de sua criação!,..Quem copiou tem só a copia uma copia sempre será uma copia somente!.

nossa, quanta besteira e asneira, que eu li acima, vc e apenas, um cara que faz camiseta, e deu certo, copiando descaradamente, outros, tendo publicidade gratuita, de um traficante negro bonito , que estava vestidando sua camiseta, por isso ele era traficante, para ter dinheiro e comprar sua griffe,

huck camisetas acaba de colocar uma camiseta coexist (artista polones) criacao de jovens americanos, divulgado pela banda u2, entao seu manifesto, nao passa de ser um monte de palavras, amontoadas, e sem nexo, cheios de contradicoes, resumindo, coexist, foi ideia da HUCK camisetas, ou vc se acham que ninguem sabe o que quer disser,

 

 

 

Ótimo desabafo!

Isto esta cherando a chifre quemodo.

coexist

A logo é formada pelo intercambiamento dos três símbolos das religiões monoteístas que consideram Abraão como seu patriarca.

A letra "C" foi trocada pelo Crescente Islâmico, símbolo adotado em várias bandeiras de países em que há predominância demuçulmanos na população.

O símbolo judaico conhecido como "Estrela de Davi" foi inserido na logo na posição da letra "X". Segundo a tradição judaica, este símbolo era grafado no escudo do exército do reino de Israel desde os tempos do reinado de Davi.

A letra "T" foi permutada pelo símbolo maior do cristianismo, a Cruz de Cristo. Esta representa a expiação dos pecados da humanidade por meio do sacrifício de Jesus Cristo na cruz do Calvário.

A união desses símbolos numa só palavra, "Coexist", sugere a idéia de convivência pacífica entre as religiões abraâmicas. Tal convivência pressupõe o respeito às crenças e aos preceitos das outras religiões sem o abandono ou sincretismo dos mesmos.

Fonte: Wikipedia

"Quanto mais eu treino, mais sorte e criatividade eu tenho".

vc, e um sábio ,Romildo de Paula leite............


 
romildo de paula leite disse:

"Quanto mais eu treino, mais sorte e criatividade eu tenho".

O treno e a persistência são ferramentas indispensável nas mãos de um profissional consciente!.  

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço