Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Mais demissões na Indústria de São Paulo-Têxtil e confecções de vestuário

Têxtil e confecções de vestuário permanecem entre os cinco setores que mais cortaram empregos em outubro.

Desde janeiro, as confecções de vestuário paulistas não param de enxugar o quadro de pessoal. A indústria têxtil segue a mesma cartilha, sendo que apenas em fevereiro registrou ligeiro aumento de vagas. Outubro passou com cortes em 17 dos 22 setores analisados na pesquisa mensal da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), divulgada ontem, 17 de novembro. Com essa redução, a indústria paulista terminou o mês com saldo total de 20,5 mil vagas fechadas.



As confecções demitiram 2.291 trabalhadores em outubro, o terceiro setor que mais fez cortes, ficando atrás de produtos de metal e veículos automotores, de acordo com a pesquisa. As demissões da indústria têxtil atingiram 1.553 profissionais, abaixo de empresas de produtos alimentícios que cortaram 1.619 vagas.

Sobre o desempenho até o momento da indústria como um todo, Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da entidade declarou: “O ano 2015, podemos garantir, é o pior ano para o emprego na indústria do estado de São Paulo. À frente, grande melhora? Pelo menos que consigamos enxergar, não”.

Jussara Maturo

http://www.gbljeans.com.br/noticias_view.php?cod_noticia=6493

Exibições: 622

Responder esta

Respostas a este tópico

Só o governo não enxerga as dificuldades do setor, vejam que acabam de vetar a desoneração da folha de pagamento, justamente para um setor que atravessa um periodo tão crítico. 

Não tinha com ser diferente, vendas acanhadas, produção em baixa, falta de perspectivas, empresas endividadas, recursos escassos e caros, importações ainda elevadas, natal prenunciando fraco, estoura nos trabalhadores, que na maior parte das empresas representa mais de 50% do custo total, o que fazer, só melhorando a economia, só voltando a ter renda e consumo, caso contrário teremos um 2016 pior do que este fatídico ano.

Um dia eu ainda jovem, meu pai disse, saia da automotiva , largue a engenharia, e vá fazer uma faculdade TEXTIL, ou de Gastronomia, pois o mundo tem que se vestir e comer, o resto é superfluo. Continuei na engenharia, depois montei meu proprio negocio de representaçõa tecnica, me aposentei, voltei a 3 anos com uma empresa de Estamparia Digital, maquinas modernas, sofisticadas e muito caras. Ai chega o PT com seu governo CORRUPTO e...

O que aconteceu?? Conto em novo episodio.

quando tiver mais do que a metade dos trabalhadores, pedindo o seguro desemprego,ai o governo começa a ver o tamanho da encrenca do pais.e mais bolsa família,também. 

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço