Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Abaixo a página que  de certa forma  "abre"  a  página  do CETIQ, que bem descreve as  atividades e objetivos  da  Escola , que encontra-se  sobre o  que  me  autorizo classificar  como vigorosa e  bbrutal intervenção- mas  corre  risco. Até  a presente data  o destacado papel  do CETIQT permanece o que  está  abaixo descrito. O  CETIQ,  ex  ETIQT, passou a  Centro de  Tecnologia , sendo ao que  entendo o primeiro Centrode  Tecnologia  do Sistema  Senai. Uma breve ,    esclarecedora  história deste  processo, pode  ser encontrada  em " Sugestão de um Modelo de Inteligência Competitiva para Centros de Tecnologia Têxtil: O Caso do SENAI/CETIQT." Histórico e Estrutura do SENAI/CETIQT de  autoria  de Marcelo José Pio, Ariel Vicentini de S. Martins y Adelaide Antunes, que pode  ser  acessada    em   http://www.revistaespacios.com/a04v25n01/04250134.html >. Na referência lê-se

"A Escola Técnica da Indústria Química e Têxtil (ETIQT) foi inaugurada em 1949, com o objetivo de suprir a indústria têxtil de técnicos com a capacidade de atuação nos principais elos da cadeia têxtil (fiação, tecelagem e acabamento). Com um corpo docente especializado em escolas têxteis americanas e inglesas e equipamentos altamente sofisticados para a época, a ETIQT constituiu-se, em pouco tempo, em uma referência para as indústrias têxteis brasileiras para a qualificação de seus profissionais. Continuando , (.. Desta forma, em 1980, transformou-se no Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil – CETIQT. Durante os anos 80, o SENAI/CETIQT, em convênio com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), lançou o Curso de Engenharia Mecânica, habilitação têxtil, e o Curso de Estilismo e Confecção Industrial, sendo este último pioneiro na formação de profissionais qualificados, e uma exigência do mercado, na época"

Fui aluno  do antigo  ETIQT,  graduando em 61, trabalhei   6 anos como técnico  na Sudamtex, em 68  fui para os  Estados  Unidos , ond  fiz  Quimica  Têxtil ,  doutorei-me  em  Engenharia  Química, e trabalhei como pesquisador na  Universidade da Carolina  do Norte.  Em 78  iniciei atividades no  ETIQT,  como  assessor à  convite do Professor  Gonzaga,  chegando a trabalhar em tempo integral na  Instituição  entre  82  e  83. O  CETIQT   já estava  estabelecido como Centro,  e  eu estava orgulhoso de ter participado deste processo, que ampliou anormenet os  serviços prestados  ao setor  Têxtil.

O  CETIQT  não tem competidor na área de  ensino e pesquisa  altura  no presente  momento, nem tem pespectiva  de ter, sequer  a longo prazo.  O steron  têxtil é um deserto de  cérebros- ainda. O  CETIQT  e sua  equipe foram os principais  participantes do Estudo realizado  pelo  CGEE  "Estudo Prospectivo Setorial:  Têxtil e  Confecção" ,Série  Cadernos  da Indústria  ABDI , Agência   Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), 2010., disponível na  internet., que iria subsidiar  o  MINC no estabelecimento de uma  política  de inovação para o  setor têxtil.Desde  da  sua  fundação  o  Cetiqt privilegiou educadores  com experiência têxtil, de fábrica   e  formação , para  atuar  como Diretor da  instituição. Abre-se uma exceção  agora, com um Diretor , sem formação ou experiencia  na  área (  pelo seu  currículo),  vindo do  distante Estado  do Tocantins-já temos  mais de 50  profissionais  demitidos  de forma  brutal e  inédita para uma  inhjstituiçcom fundos   coletadso  da  folha de  salários  das indústrias.Desconheço na história moderna  da educação do Brasil uma  ação  tão brutal em uma instituição  de educação no  Brasil, aparentemente  orientadas por  assessorias mais  especializadas em fechar  fábricas. Mas  o  CETIQT não é uma  fábrica. E quais  aa  assessorias  que  foram contratadas para fazer  um trabalho  tão brutal  ,  e  perdoem-me  por  assim    dizer,  sujo? Este trabaho pela  rapidez  e brutalidade  parece  seguir a  orientação de Maquiavel para  fazer  uma trabalho  sujo:  que seja  rápido.  Abaixo nom,es  de algumns dos  reponsáveis  pela inédita e brutal intervenção numa instituição de  educação,  sem paralelo  na história  moderna  da educação no Brasil. Aos demitidos   aconselho que procurame  um  buscar um apoio  legal

O CETIQT

O CETIQT é um dos mais importantes centros de formação profissional, prestação de serviços e consultorias para a cadeia produtiva têxtil no Brasil e no mundo.

É a única escola têxtil do país a possuir uma fábrica têxtil completa, além de planta-piloto de confecção, rede integrada de laboratórios, institutos especializados em cor, design e prospecção tecnológica e mercadológica, e o mais completo acervo bibliográfico têxtil, de confecção, moda e mercado.

É a primeira unidade do SENAI a oferecer cursos de nível superior. A Faculdade SENAI/CETIQT, cujos diplomas são validados pelos futuros empregadores dos que ali se formam, já é conhecida como A FACULDADE DA INDÚSTRIA.

A Faculdade SENAI/CETIQT oferece oito cursos de Graduação: Administração, Artes - Habilitação Figurino e Indumentária, Curso Superior de Tecnologia em Produção de Vestuário (Tecnólogo em Modelagem), Design - Ênfase em Design de Superfície, Design - Habilitação Moda, Engenharia Têxtil, Engenharia de Produção, Engenharia Química.

Oferece, também, seis cursos de Pós-graduação Lato Sensu presenciais: Design de Acessórios de Moda, Design de Estampas, Design de Moda, Design Estratégico, Design de Interiores, Pesquisa de Comportamento e Consumo.

A Faculdade SENAI/CETIQT é credenciada para oferta de Cursos de Pós-graduação Lato Sensu na modalidade a distância (Portaria 298, de 24/03/2011). São dois os cursos de especialização oferecidos a distância, em parceria com os Pólos de Apoio Presencial nos estados de BA, ES, MG e PB, além do RJ: Pós-Graduação em Design de Moda e MBA em Gestão Estratégica de Vendas para os Mercados da Moda e de Têxteis.

A Instituição também oferece cursos de Extensão de curta duração, presenciais e a distância.

São muitas opções e, certamente, uma delas se ajusta às suas necessidades.

O CETIQT é referência para todos os temas dos setores têxtil e de confecção: EDUCAÇÃO, MODA E DESIGN, COR, CONSULTORIAS, SERVIÇOS e INFORMAÇÃO. Navegue por eles e conheça o que há de melhor para a cadeia têxtil e para você.

 

CONSELHO TÉCNICO ADMINISTRATIVO

O SENAI/CETIQT é administrado por um Conselho Técnico e Administrativo ( CTA ) e por uma Diretoria Executiva.

O CTA é formado por cinco empresários da Cadeia Têxtil Nacional, representando diferentes regiões do país e outros quatro membros que representam o Departamento Nacional do SENAI, o Departamento Regional do SENAI - RJ, Ministério da Educação e Cultura e o corpo docente do SENAI/CETIQT.

No âmbito executivo, são três Diretorias que administram o SENAI/CETIQT: Diretoria Geral, de Educação e Tecnologia e de Operações.

Assim sendo, os projetos estratégicos da Instituição estão perfeitamente alinhados com as necessidades da Cadeia Têxtil Nacional.

ADMINISTRAÇÃO NACIONAL DO SENAI
Presidente do Conselho Nacional do SENAI : Robson Braga de Andrade
Diretor Geral do Departamento Nacional : Rafael Lucchesi

CONSELHO TÉCNICO ADMINISTRATIVO DO SENAI/CETIQT
Presidente : Aguinaldo Diniz Filho

Conselheiros:
João Batista Gomes Lima
José Francisco Veloso Ribeiro
Leonardo Garcia Teixeira Mendes
Luiz Augusto Barreto Rocha
Luiz Augusto Caldas Pereira
Maria Lúcia Paulino Telles
Pierangelo Rossetti
Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti
Rolf Dieter Bückmann

ADMINISTRAÇÃO DO SENAI/CETIQT
Diretor : Marcus Carvalho Fonseca
Gerente Executivo de Educação e Tecnologia : Leonardo Garcia Teixeira Mendes
Gerente Executivo de Administração e Finanças : Fernando Rotta Rodrigues

Exibições: 2143

Responder esta

Respostas a este tópico

Vamos nos articular, temos força suficiente para reverter o quadro, Não é qualquer B---- mole que vai denegrir a imagem desta instituição que tantos profisionais gabaritados colocou no mercado e contribuiu para o desenvolvimento do segmento têxtil no Brasil.

Conte comigo. 

Estaremos publicando brevemente nosso manifesto que amanhã definiremos com outros colegas de Recife, apoiando a Carta Aberta do Edison Bitencourt. Aguardem....esperamos maior numero de adesões.

AINDA BEM QUE OS SRS. ESTÃO ENTENDENDO QUE A INTENÇÃO DAS 

CRÍTICAS É A DE MOBILIZAR CABEÇAS "PENSANTES" PARA REQUALIFICAR

ESTA INSTITUIÇÃO QUE NOS É MUITO VALIOSA NÃO SÓ PELA POSSIBILIDADE

DE MELHOR QUALIFICAÇÃO PARA PROFISSIONAIS MAS PELAS EXPERIÊNCIAS

DE VIDA QUE NÓS TIVEMOS MAS QUE NÃO PODEREMOS PROPORCIONAR A 

NOSSOS FILHOS, DEVIDO AS MÁS GESTÕES DO SISTEMA SENAI.

Acredito que algumas demissões eram necessárias, mas a maioria não, foram arbitrárias! Como também, ainda estão por lá pessoas que nada ou muito pouco contribuem para o bom andamento da instituição, principalmente na relação salário X trabalho, mas possuem um ótimo "papo" (de vendedores), sabem se vender muito bem ou por outros motivos desconhecidos, ainda continuam funcionários, enquanto outros, que realmente faziam jus ao seu salário foram dispensados. Um pena! Perde a instituição, perdem os alunos e perde a cadeia têxtil. Há 3 anos fui convidada  para misnistrar aulas na PUC devido a minha formação, especialista e experiência na área de Modelagem e CAD/CAM e há um ano e poucos dispensada do Cetiqt, contraditório!

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço