Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

A moda está em constante transformação, e os ciclos são inevitáveis. E ela se coloca como um dos pilares no “choque de gerações” ao longo dos anos. Afinal, o jeans que você usa é visto como cringe pela geração mais nova?

As mais recentes discussões nas redes sociais contaram com a Geração Z, mais jovem e formada por nascidos entre 1996 e 2010, dizendo o que acha “vergonhoso”, ou cringe, nas gerações anteriores. As pautas, é claro, chegaram nas escolhas fashions dos mais velhos.

O embate foi certeiro com os Millennials, com nascidos entre 1981 e 1995. Ainda que demonstrem estar abertos a novas escolhas, alguns se sentiram “atacados” pelo julgamento dos mais novos.

A preferência por modelos específicos de jeans logo surgiu. Os mais velhos se mostram apegados ao modelo skinny, que teve seu reinado persistente na última década. Já os mais jovens tem mais afeto por calças de modelagens mais largas – muito ligadas a moda dos anos 1990 e que ganharam força durante a pandemia da Covid-19 pelo conforto.

“Nos anos 2000, o jeans skinny era uma forma de refutar o ‘mom jeans’, solto e sem elastano, que não valorizava suficientemente o idealizado corpo esbelto, segundo o padrão de beleza vigente (com apelo ao sexy à la desfiles da marca de lingeries Victoria’s Secret)”, afirma Nina Grando, pesquisadora de tendências, de São Paulo, em entrevista ao UOL.

“Atualmente, esses estereótipos são contestados. Para a adolescente de hoje, ficar espremida em um modelo de calça não faz mais sentido, se ela aprisiona o corpo. Entre o sexy que incomoda e o despojado que liberta, certamente ela tende a preferir a segunda opção”, completou.

Com a recente queda das fast-fashions, a Geração Z se mostra mais ligada ao vintage, a curadoria em brechós. O conforto de modelos baggy também pesa neste momento, e a cintura baixa – tão refutada após a sua ascenção nos anos 2000 – parece voltar a ganhar espaço.

“Os jovens exemplificam os comportamentos emergentes de uma época; o espírito do tempo vigente. Isso não é à toa: em geral, são as pessoas mais familiarizadas com novas tecnologias e que têm mais tempo para experimentações, inclusive criativas. Outro ponto importante é que não são tão apegados ao passado, ao status quo em vigor, logo adotam novos modelos com mais facilidade”, completou a especialista.

Piadas e provocações à parte, a calça jeans segue sendo uma peça democrática, vindo nos mais variados formatos e se mantendo firmo entre tendências que vem e vão. Skinny ou baggy, o denim se adequa a qualquer momento da história.

Fonte: Thaina Barros | Foto: Reprodução

https://guiajeanswear.com.br/noticias/o-jeans-que-voce-usa-e-cringe...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 29

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço