Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

A fábrica de tecidos Carlos Renaux informou nesta sexta-feira (20/1) que foi autorizado o pedido de recuperação judicial pela Vara Comercial da Comarca de Brusque.

Neste sentido, a decisão judicial inclui o deferimento do processamento da recuperação judicial, além da nomeação do Dr. Gilson Amilton Sgrott como administrador judicial.

Fonte:|http://www.brasileconomico.com.br/noticias/cat/empresas_2.html

Exibições: 719

Responder esta

Respostas a este tópico

quantas industrias texteis vão precisar falir, pedir concordata ou recuperação judicial, p q o governo desperte q com essa legislação trabalhista e tributária ninguem aguenta--nem mesmo c salvaguardas protecionistas

FLORIANÓPOLIS - A Fábrica de Tecidos Carlos Renaux informou na manhã desta sexta-feira ao mercado que teve autorizado o  seu pedido de recuperação judicial pela vara comercial da comarca de Brusque, em Santa Catarina. Com isso, a cidade no Vale do Itajaí catarinense passa a ter as três principais indústrias têxteis em situação de recuperação judicial.

Além da Carlos Renaux, a fabricante de tecidos Schlösser e de itens de cama, mesa e banho Buettner também haviam entrado em processo de recuperação judicial na metade de 2011. As três são empresas centenárias, fundadas por imigrantes alemães e que não suportaram a pressão das altas do algodão no ano passado.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Fiação e Tecelagem de Brusque (Sintrafite), a Carlos Renaux havia dispensado 115 trabalhadores no final de 2011, em uma medida de redução do quadro. A empresa ainda mantém cerca de 200 funcionários na produção.

(Júlia Pitthan | Valor)

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço