Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

A primeira fábrica mundial de poliéster “verde” vai ser construída na China como parte de um investimento de 500 milhões de dólares (cerca de 370 milhões de euros) que irá converter trigo e milho na matéria-prima usada na produção das fibras. A bio-refinaria de biomassa para glicóis será construída pela especialista em poliéster M&G Chemicals na região agrícola de Fuyand, na província de Anhui, e deverá entrar em funcionamento em meados de 2015.

Será capaz de converter um milhão de toneladas de biomassa em etilenoglicol, que é usado na produção de fibras de poliéster sintéticas e é um dos dois principais componentes na produção de PET para embalagens. A parceira da joint-venture, a Guozhen, irá fornecer a biomassa e usar o subproduto lenhina da bio-refinaria para alimentar uma unidade de produção de energia que será construída no mesmo local.

As enzimas serão fornecidas pela especialista dinamarquesa Novozymes. «Este é o primeiro passo na revolução ecológica que a M&G Chemicals está a trazer à cadeia de poliéster para dar sustentabilidade ambiental tanto às embalagens de bebidas em PET como aos têxteis de poliéster», acredita Marco Ghisolfi, CEO da M&G Chemicals.

http://www.portugaltextil.com/tabid/63/xmmid/407/xmid/42969/xmview/...

Exibições: 791

Responder esta

Respostas a este tópico

bem bacana, e pq nossos ministros: da industria, da agricultura, da energia,  e outros que possam interresar, estao esperando, o que, ja que temos mercado consumidor, e tecnologia,,, para construcao de doze estadios,

foi bem facil,,,, 

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço