Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Por que roupas de tecido sintético cheiram tão mal quando ficam molhadas de suor

fedor suor

Se você faz exercício físico, suas roupas vão ficar suadas e fedidas. Mas você já reparou que algumas roupas têm um odor mais forte que outras? É porque, como a ciência mostra, roupas sintéticas criam o ambiente perfeito para as bactérias fedorentas do suor.

No estudo, publicado na revista Applied and Environmental Microbiology, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Gante (Bélgica) analisou o odor relativo de diferentes roupas encharcadas de suor.

Vinte e seis voluntários, divididos igualmente entre homens e mulheres, usaram roupas de academia feitas de algodão, poliéster ou uma combinação algodão/tecido sintético. Eles então se exercitaram em uma sessão de spinning de uma hora. Após o exercício, suas roupas permeadas de suor foram colocadas em sacos individuais, hermeticamente fechados, de um dia para o outro.

No dia seguinte, narizes treinados (e muito azarados) avaliaram as roupas ensacadas, da menos fedida à mais desagradável. E segundo a Scientific American, “as camisas de poliéster tinham um cheiro maior de mofo, de azedo e de amônia que o algodão”.

Você já deve saber disso por experiência própria. Mas por que isso acontece? Há uma razão científica fascinante para isso.

A análise de DNA mostrou que as bactérias mais comuns presentes no tecido pertenciam à família Micrococcus. Este tipo de bactéria tem apenas um papel secundário no suor humano, e elas não gostam de algodão.

Mas o tecido sintético respirável, que ajuda a reduzir o suor, infelizmente fornece um lar perfeito para o Micrococcus. Nos espaços entre os fios, as bactérias ingerem os ácidos graxos presentes no suor, transformando-os em compostos que são muito mais fedorentos do que sua transpiração normal.

Agora você sabe por que suas roupas de ginástica têm um cheiro forte no dia seguinte. Os tecidos sintéticos podem ser ótimos para retirar o suor do seu corpo, mas depois que seu treino acabar, eles se tornam um verdadeiro buffet de bactérias que transformam o suor em algo pior. [Scientific American]

http://gizmodo.uol.com.br/tecido-sintetico-suor/

Por: Robert Sorokanich

Exibições: 4588

Responder esta

Respostas a este tópico

Agora você sabe por que suas roupas de ginástica têm um cheiro forte no dia seguinte.

Curioso que a abordagem inicial é sobre tecidos sintéticos e falam somente do Poliéster. Porque não abordaram a p
Poliamida, que também é sintético e apresenta resultados muito melhores que PES na absorção e capilaridade (principalmente os microfilamentados) e, infinitamente melhor que o algodão no transporte de umidade (hidrofilidade), ou seja, não deixa o cheiro do PES e não "empapa" como o algodão, sendo, por isso, perfeitamente utilizado em peças que possuem contato direto com o corpo, que vão desde a lingerie feminina e cuecas e meias (Underwear) à roupas esportivas (Sportwear).
Sinceramente esta reportagem me parece algo encomendado, assim como as pesquisas eleitorais.
Abç

nos anos 80, toda roupa de ginastica era de cotton, algodao e elastano, entao uma grande multi nacional para vender a lycra que geralmente  e composta de  poliamida e elastano quando e o top de linha, as mais baratas sao de poliester e elastano, lança as linhas fitness coloridas com brilho e todas as mocinhas da globo usam e ai todo mundo passa a usar estas porcarias que alem do suor fedido, tambem causa um monte de alergias, porque como elas sao coladas e esquentam e nao tem como absorver o suor voce pode começar a ter uma dermatite de contato entre outras coisas e ai ninguem sabe porque os consultorios de dermatologia vivem lotados, enquanto isto as empresas brasileiras que apostam no algodao estao se dando muito bem e nem dao conta da produção, porque ainda tem pessoas com cerebro no nosso pais, graças a deus.

E camisa de time de futebol dá angústia só de tocar. Imagine vestir aquilo.

Tenho algumas calças militares com 2/3 de poliéster e 1/3 de algodão. A que não é ripstop e tem um toque menos agradável já tem cheiro estranho depois de secar no varal. Como deve ser chinesa... imagino que não tenha só 2/3 de poliéster.

Marketing, marketing e mais marketing.



Flávio Siqueira-DMI Repres. disse:

Curioso que a abordagem inicial é sobre tecidos sintéticos e falam somente do Poliéster. Porque não abordaram a p
Poliamida, que também é sintético e apresenta resultados muito melhores que PES na absorção e capilaridade (principalmente os microfilamentados) e, infinitamente melhor que o algodão no transporte de umidade (hidrofilidade), ou seja, não deixa o cheiro do PES e não "empapa" como o algodão, sendo, por isso, perfeitamente utilizado em peças que possuem contato direto com o corpo, que vão desde a lingerie feminina e cuecas e meias (Underwear) à roupas esportivas (Sportwear).
Sinceramente esta reportagem me parece algo encomendado, assim como as pesquisas eleitorais.
Abç
E NAO MEU AMIGO, OS CONSULTORIOS GINECOLOGICOS ESTAO CHEIOS DE MULHERES COM PROBLEMAS CAUSADOS PELA CALÇINHA DE POLIAMIDA, VEJA ABAIXO O QUE É A POLIAMIDA, ESTA UMA DEFINIÇÃO BEM SIMPLES QUE QUALQUER LEIGO ENTENDE
POLIAMIDA (NYLON): a poliamida, ou nylon; nome comercial pelo qual também é muito conhecido; foi a primeira fibra sintética criada pelo homem. Tem como características a alta resistência, fácil lavagem, resiste ao amarrotamento, baixa absorção de umidade, toque agradável, e secagem rápida. Uma grande vantagem da poliamida (nylon) em relação ao poliéster é o toque mais sedoso e melhor transpiração. AH  ENTRE TANTAS OUTRAS TEORIAS DA ETMOLOGIA DO NOME UMA DELAS E QUE A SEDE DOS INVESTIDORES DA PESQUISA ERAM DE NOVA YORK E LONDRES
POLIESTER fibra artificial sintética, obtida de processos químicos, . O poliéster é caracterizado por ter uma ótima resistência, baixo encolhimento, secagem rápida, resistente ao amarrotamento e abrasão, baixa propagação de chamas. A principal vantagem quando comparado com as microfibras de poliamida é o custo. Sua desvantagem é o processo de tingimento, o qual requer mais calor e leva mais tempo para ter a cor fixada.
TODAS DUAS DERIVADAS DO PETROLEO, PORTANTO UMA DESGRAÇA, PARA A SAUDE PARA O MEIO AMBIENTE, ENTAO AMIGO SERÁ MELHOR REVER  QUE PRODUTO VOCE REPRESENTA, PORQUE ESTES ESTAO CADA DIA MAIS DIFICIL DE DEFENDER, MAS NAO SE PREOCUPA O NOSSO POVO E ALTAMENTE DESINFORMADO , ENTAO SEMPRE TEM UM MERCADOZINHO PRA CHINA E CLARO PARA QUEM VENDE O LIXO DELES

Prezada Francisca,

Bom dia.

Agradeço por seus comentários.

Caixa alta é sinônimo de discussão acalorada e, não mais debate com intuito de ampliação de conhecimentos.

Tenha uma boa semana.

Por isso que empresas que realmente produzem produtos de extrema qualidade usam neste tipo de material o poliamida, que tem todos as funções do dry de poliéster, porém com o tratamento antibacteriano como propriedade do fio e não aplicação de química no tecido como no poliéster. sem contar com a diferença da forma do fio, que permite transitar um pouco melhor o ar e a água contida no produto.

Estes produtos você encontra na villa sports, na blue beach, na track field e entre outras marcas top de mercado.

Me desculpem, mas acho que vocês devem conhecer poliamida de baixa qualidade, pois todos os produtos e inclusive fornecedores colocam suas prioridades no mesmo, por ser um produto muito superior, rosset, doutex, santa constância e entre outras.

Algodão para pratica esportiva é muito ruim, quente e etc. acho o algodão ideal para roupas de passeio, agora para conforto 1000000 vezes o poliamida.

Caio,

Seu comentários são realmente importantes.

Acrescento que:

A função Dry é geralmente maior quando se trabalha com microfilamentos que permitem maior transporte de umidade, porém, não é o único determinante, pois, a estrutura do tecido é muito importante também junto com acabamentos que permitem maior hidrofilidade;

Tratamentos ( aditivos químicos ) podem ser inseridos na massa do fio ou, no tecido - que é o mais comum - tanto em PES quanto em PA;

Poliamida é hoje reconhecida como um produto superior sim para aplicações de maior exigência e, por isso tem seu preço de mercado acima da média.

Algodão tem melhor absorção que os sintéticos citados, o que o tornaria ideal para as práticas exportivas, porém, como tem transporte de umidade baixo ou quase nulo, não permite a secagem rápida do artigo, o que pode ser um excelente ambiente para a formação das bactérias em algumas regiões do corpo que concentram maior  calor e umidade, conforme citado na matéria deste debate.

Este é um assunto sempre interessante, pois, somos um país com alta produção de algodão, porém, o mercado vem se direcionando a outras MPs , que apresentam melhores propriedades e maior custo benefício para aplicações de maior exigência (performance) e, para aplicações casuais o algodão é sim imbatível - particularmente sou fã ! - por seu conforto térmico e agradável sensação de vestir algo "natural".

O natural vem entre aspas porque hoje se questiona muito, ambientalmente falando, o volume de recurso hídrico (Água) dispensado na plantação, além, claro da utilização dos agrotóxicos para a prevenção de pragas e etc.

Cordial Abç.

Flávio Siqueira.

concordo totalmente, porém ainda reforço que uso algodão apenas em situação de passeio ou para sair. fora isso, uso poliamida o dia todo, em todos os momentos e sinto muita, mais muita falta quando o mesmo falta no meu dia, principalmente em dias quentes.

estou falando de algodao organico, nao e de agrobusiness, mesmo com o agrobusiness o algodao tem a vantagem antes de tudo para saude e para o nariz de quem ainda sente cheiro de suor, porque usou sintetico o suor altera, pois e uma reaçao quimica impossivel de ser evitada, porem as pessoas se acostumam ao seu proprio odor, mas como ja disse nunca vai faltar mercado pro mais barato, pro mais brilhoso, pro que nao amassa, agora em relaçao ao bem estar nunca vai superar as fibras naturais, como algodao seda e linho

no poliéster tenho muito essa sensação de cheiro após o uso, sem duvidas, e chega um momento o qual o produto já sai da gaveta depois de lavado com um odor insuportável, pois como a aplicação geralmente é feita direto no tecido, o mesmo acaba perdendo essa eficiência após lavagens, o que já não acontece no poliamida em nenhuma das ocasiões, tenho camisetas de poliamida que tem uns 3 4 anos de idade e não tenho nenhum problema com essa relação. Uma informação que esta errada neste texto a cima, ao menso ao meu ver, é a questão de ser mais resistente, o poliéster realmente é mais resistente, sem duvidas, aguenta trancos e barrancos, porém cheira mau rápido e o tecido é muito desconfortável(vantagem em que as marcas usam o mesmo: Sublimação 100%, tecido com preço muito acessível aumentando muito a margem da empresa). Em seguida vem o algodão, que tem um toque gostoso e maciou, porém não expulsa água, é quente em relação as outras fibras e tem uma resistência muito boa, acho que até bem próxima ao poliéster. Poliamida, muito mais confortável que os 2, um tecido extremamente térmico e fresco, porém mais caro, difícil de se trabalhar, não aceita qualquer processo, precisa ter muito conhecimento para estabilizar o encolhimento, muito mais caro, não pega cheiro  e tem sua resistência muito, mais muito menor que os outros 2 tecidos, ou seja, o poliamida é extremamente mais frágil. Porém entre os 3, fico sem duvidas com o poliamida em termos de conforto, respirabilidade, e entre outras coisas.

Andei vendo em algumas grandes redes e etc algumas roupas com etiquetas de poliamida em relação a moda esportiva, porém os tecidos pareciam uma lixa, não sei, mas acho que são de péssima qualidade, estavam com um toque bem próximo ao poliéster de baixa qualidade.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço