Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Preço do Algodão está Cerca de 30% Menor que o Ano Passado

Previsão é de alta de 2 milhões de toneladas a mais no estoque de passagem este ano

Editora Globo
A previsão de produção de algodão no Brasil é de 1,7 milhão de toneladas nesta safra

A disponibilidade de pluma de algodão no mercado nacional e internacional pressiona os preços do produto, que estão cerca de 30% inferiores em comparação com o ano passado. Atualmente, segundo presidente da Associação Paulista dos Pordutores de Algodão (APPA), Ronaldo Spirlandelli, a arroba está sendo comercializada no estado, em média, entre R$ 52 e R$ 54. A média de preço praticado no mesmo período de 2011 era de R$ 80.

A previsão é que os estoques mundiais de passagem desse ano tenham dois milhões de toneladas a mais em comparação com o ano passado.

"A nível mundia, tem realmente uma oferta maior que a demanda. Pela questão da crise europeia, não conseguimos ainda mensurar o consumo até o final de 2012. Vamos depender da China, que é o maior importador (de algodão do mundo). Mas, segundo sabemos, o país está bastante abastecido e deve reduzir compras", afirma Spirlandelli

No ciclo 2011/2012, a China participou com 55% das importações mundiais, comprando 5,2 milhões de toneladas. No entanto, o país deve reduzir as importações em cerca de 35% no próximo ciclo, absorvendo apenas 2,6 milhões de toneladas, segundo a estimativa do Icac (International Cotton Advisory Committee).

Spirlandelli acredita em um ajuste da oferta no Brasil. "A nível nacional, temos quase um milhão de toneladas exportadas e um consumo interno entre 800 mil e 900 mil toneladas. Com a produção deste ano, que deve ser de 1,7 milhão de toneladas, e o estoque de passagem, a oferta vai ser ajustada. Deve haver uma queda na produção em virtude da quebra nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Bahia", destaca.

Na opinião do produtor, os preços do algodão devem continuar no patamar atual ou um pouco mais baixos até o final do ano. Em consequência disso, a previsão é de que a área plantada no Brasil tenha uma redução em torno de 20% na próxima safra.

Já o caroço de algodão tem registrado altas de preços devido à menor oferta do produto com a redução da safra.

Fonte:|http://revistagloborural.globo.com/Revista/Common/0,,EMI315515-1807...

Exibições: 168

Responder esta

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço