Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Base da tecnologia é o desenvolvimento de solvente capaz de separar os materiais têxteis para dar origem a novas fibras de boa qualidade.

No início de fevereiro, o júri do prêmio organizado pela H&M Counscious Foundation anunciou os cinco projetos que iriam receber recursos do Global Change Award. Ficou a critério do público, por votação online, no site da disputa, escolher como 1 milhão de euros seriam repartidos entre os projetos. No valor de 300 mil euros, a principal subvenção foi destinada ao projeto que propõe criar tecidos a partir de sobras de materiais têxteis, usando um solvente para separar o algodão e permitir que novas fibras de boa qualidade sejam produzidas.

“Esse prêmio vai nos permitir levar nossa tecnologia para mais perto de um nível industrial viável. A partir de agora, vamos nos concentrar em torno do desenvolvimento de detalhes técnicos, em particular a recuperação de fibras pelo solvente para garantir competitividade econômica e respeito ao meio ambiente em todo o processo”, declarou em comunicado Michael Hummel, porta-voz da equipe finlandesa que está por trás do projeto Making waste-cotton new - conversion of waste-cotton into new textile. O projeto recebeu 31% dos votos, com o prêmio sendo entregue pela princesa Vitória, da Suécia.



Em seguida, com 25% dos votos dos internautas, o projeto de digestor de poliéster, de Akshay Sethi, dos Estados Unidos, recebeu 250 mil euros. Outros 150 mil euros foram destinados ao mercado online para comercialização de sobras têxteis, de Ann Runnes, da Estônia, que recebeu 18% dos votos. Mais 150 mil euros foram para o projeto de produzir fibras com subprodutos restantes da extração de suco de frutas cítricas, de Enrica Arena, da Itália, que ficou com 15% dos votos; e a proposta de cultivar fibra embaixo da água, de Tjeerd Veenhoven, da Holanda, obteve 14% dos votos e ganhou os restantes 150 mil euros.

Segundo a fundação, 22.500 votos online decidiram a divisão do prêmio aos cinco projetos vencedores. A maioria veio da Alemanha, além de Estados Unidos, Holanda, Suécia, Itália, Rússia, China, Reino Unido e Finlândia.

Rede estendida
Diante dos inúmeros projetos interessantes que se inscreveram para a disputa, a fundação da H&M decidiu manter o site do prêmio ativo, criando uma rede de compartilhamento, a Global Change Award Network. “Pode ser encarada como um site matchmaking, pelo qual os inovadores podem apresentar suas idéias, obter feedback, fazer contatos e talvez os investidores possam até encontrar a próxima grande coisa. Será uma incubadora digital para idéias inovadoras”, disse diz Karl-Johan Persson, membro do conselho da H&M Foundation Conscious e CEO da varejista H&M, na cerimônia de entrega da premiação em Estocolmo, na Suécia.

http://www.gbljeans.com.br/noticias_view.php?cod_noticia=6683

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 316

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço