Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Qual a responsabilidade da indústria têxtil na luta para alcançar o carbono zero?

Qual a responsabilidade da indústria têxtil na luta para ...

Quando falamos do mercado do carbono, associamos a venda dos créditos entre uma organização que os detém após reduzir sua emissão de dióxido de carbono e a que precisa diminuir suas emissões, mas ainda não atingiu suas metas. Para começarmos a falar sobre o assunto, explicarei brevemente. A contabilização leva em conta a identificação das emissões e/ou remoções de Gases do Efeito Estufa (GEE) associadas às operações por meio de sua categorização em emissões diretas ou indiretas, utilizando-se o conceito de escopo definido pelo GHG Protocol. 

Trata-se de um pacote de padrões, orientações, ferramentas e treinamentos para que empresas e governos mensurem e gerenciem as emissões responsáveis pelo aquecimento global e é definido pelos os seguintes escopos: Escopo 1: Emissões diretas de GEE provenientes de fontes que pertencem ou são controladas pela organização; Escopo 2: Emissões indiretas de GEE provenientes da aquisição de energia elétrica que é consumida pela organização; Escopo 3: Emissões indiretas de GEE provenientes do transporte, viagens e destinação de resíduos.

O primeiro passo para neutralizar a emissão de carbono de uma organização é mapear as fontes de emissões. Por isso, existem empresas que realizam o inventário de gases do efeito estufa, que é uma ferramenta para a quantificação das emissões e avaliação da pegada de carbono. Tem por objetivo mapear as fontes de emissões de gases de efeito estufa (GEE), seguindo os princípios de contabilização do GHG Protocol Corporate Standard da norma ISO 14064-1.

Atualmente o setor industrial tem crescido quando o assunto é o compromisso para atingir a neutralidade do carbono nos seus processos. Tanto a redução quanto a compensação ocorrem por meio de medidas, são elas: redução do consumo energia; uso de fontes de energia alternativas; redução de tempo de processo; compra de créditos de carbono; campanhas para o consumo consciente; gerenciamento de resíduos sólidos; plantio de árvores em áreas desmatadas.

O Acordo de Paris, por exemplo, decretou que para atingir as metas propostas a redução global de gases que causam o efeito estufa deve ser reduzida, anualmente, entre 1 e 2 bilhões de toneladas por ano. Sendo assim, a indústria precisa assumir a responsabilidade em alinhar e inovar seus processos de produção. A nós, atuantes do segmento têxtil, vale ficarmos atentos às nossas responsabilidades para contribuirmos com um planeta mais sustentável!

*Francis Dalponte Voigt é Supervisora da Área de Utilidades da Texneo, uma das principais indústrias têxteis da América Latina.

http://www.sintex.org.br/noticia/2023/01/17/qual-a-responsabilidade...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 49

Responder esta

© 2024   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço