Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Qual o problema com o poliéster? (ponto de vista de uma blogueira de moda!!)

Num mesmo dia eu respondi esta pergunta três vezes por conta de uma foto que postei no instagram(me segue lá @blogsenhorita), de uma camisa da C&A. Acho que a minha descrição também colaborou para este tipo de pergunta: “Tava qse esquecendo, tb gostei desta camisa, mas ela é de poliester… Ai ja viu ne? Tb da @cea_brasil. Achei super válida a pergunta e vou explicar umas coisas sobre o poliéster que muita gente não sabe e é bom saber na hora de comprar e entender certas coisas que acontecem com a roupa da gente.

poliester

Na Wikipédia tem uma explicação (química) sobre o que é o poliester. Tem o sintético e o natural, mas o que está mais próximo é o sintético, como as garrafas de plastico, material isolante como os enchimentos de almofadas e as roupas. Ai que entra a nossa conversa, geralmente, nas etiquetas lindas os nomes sugeridos são chiques (tipo crepe de seda) e ai a gente passa batido na etiqueta de composição, aquela interna que incomoda pra chuchu. No final das contas, a sua roupa é de fibra natural ou sintética, ou até uma mistura entre as duas coisas.

image (5)

As fibras naturais (algodão, linho, alguns tipos de seda e lã) são agradáveis ao toque, esquentam menos, se bem cuidadas duram muito e evitam cheiros desagradáveis. Porém amassam demais, são difíceis de passar, não fixam bem as cores e podem desbotar (nada deixar de molho na água nem esturricar no sol) e são mais caros.

Os sintéticos (viscose, raion, nylon, acetato, poliester, acrílico, poliuretano, elastano, poliamida) secam com facilidade, amassam pouco, mais leves, mantem a cor por mais tempo, algumas fibras esticam e são mais baratos. Em parte, eles esquentam muito, as cores claras tendem a amarelar, podem provocar cheiros desagradáveis, são mais frágeis a movimentos bruscos e calor (nada de ferro quente!), com o atrito, podem aparecer bolinhas. A viscose é um sintético natural, obtida através da celulose, também é conhecida como seda javanesa.

image (6)

Belê! E agora José? Quando a gente vai comprar roupa, deveria ter umas perguntinhas internas antes de sacar o cartão. Além daquelas clássicas “eu preciso disso?” e “quantas produções eu consigo montar com o que já tenho?”, pensar na composição, uso, clima, custo e tendência pode ser uma boa. Se você mora num lugar super quente e vai usar a roupa num lugar sem ventilação legal, o melhor é optar por fibras naturais ou então uma mescla com sintético, mas que este seja em menor proporção. Se a sua empregada ou até mesmo você não tem tempo de passar roupa, tem que ser correndo, então o sintético é uma boa. Se você tem que manter uma apresentação impecável, vale a pena investir no sintético. O desodorante vence com facilidade? Use fibra natural, ela vai absorver o suor e evitar a umidade na pele e procriação de bactérias.
Eu tenho roupas de materiais variados, aqui em BH tá quente eu evito o que é 100 % sintético, mas procuro peças que tenham um equilíbrio entre tipos de fibra para não chegar toda amassada. Também deixo uma verba para investir em itens de qualidade. Se é de modinha, eu compro fibra artificial sem pesar na cabeça nem no bolso, mas se é algo que quero manter no meu armário por um tempo maior, procuro algo de qualidade e que usarei em todas as estações. São escolhas, mas é bom saber o que a gente tá comprando e as vantagens/desvantagens né?

Exibições: 18808

Responder esta

Respostas a este tópico

Diga lá Sergio, quais são estas informações???

Demorou!!!!!!!!!!!!! Estamos aguardando suas explicações , 40 anos, vamos nos deliciar com seu conhecimento.

Manda brasa.

SERGIO COELHO BASTOS disse:

MINHA GENTE !!!

DEPOIS QUE ESTIVE POR 40 ANOS FAZENDO FILAMENTOS DE POLIESTER, POLIPROPILENO, POLIAMIDA .....TENHO ALGUMAS INFORMAÇÕES QUE EU POSSO PASSAR... FICO A DISPOSIÇÃO DE VOCES PARA ISSO, SE DESEJAREM...

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço