Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Qualidade do algodão brasileiro garante mercado em Bangladesh e Turquia

O problema do algodão numa economia circular - Stylo Urbano

A primeira semana da Cotton Brazil Harvest 2021 Roundtable passou por Bangladesh e Turquia, países que, juntos, absorvem 22% das exportações de algodão brasileiro. A série de webinars é promovida pela Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa) e apresenta aos maiores compradores da fibra os números do ciclo agrícola 2020/21 e as projeções de comércio exterior para o ano comercial de 2021.

"Mesmo com redução na área e na produção, esta safra já é a terceira maior da cotonicultura brasileira. No próximo ciclo, queremos retomar o crescimento. Hoje, somos um parceiro seguro e estratégico no mercado internacional de algodão", assegurou o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato.

Nos dois países, a evolução dos índices de qualidade do produto brasileiro foi o destaque. "Neste ano, o algodão brasileiro tem sido o que mais usamos, pois atestamos a qualidade da fibra brasileira", endossou Mohammad Ali Khokon, presidente da Bangladesh Textiles Mills Association (BTMA). Com 1.521 associados, a BTMA é a principal entidade do setor industrial privado bengalês, responsável pelo segundo posto no ranking mundial de importadores de algodão.

"Estou impressionado. Há uma década, a Abrapa assumiu compromisso com as fiações bengalesas de melhorar a qualidade da fibra brasileira, e conseguiu. É muito bom ver que o Brasil cumpriu sua palavra", afirmou Hissam Khandker, diretor da Delcot Ltd. "Aproveitamos bastante o algodão brasileiro para confeccionar tecidos brancos, por ser livre de contaminação. O Brasil já se tornou a melhor opção ao algodão norte-americano", afirmou Razeeb Haider, diretor da BTMA.

Criado em 2017, o programa de controle de qualidade do algodão brasileiro monitora 11 laboratórios de High Volume Instrument (HVI) no Brasil, que analisam por amostra a produção brasileira, com índice de confiabilidade geral de 96%. "Impressiona saber que o Brasil analisa os parâmetros de qualidade de 100% dos fardos de algodão exportados devido aos grandes volumes que são exportados", afirmou Ertugrul Tanriverdi, executivo da Ensar Tekstil, da Turquia.

"Visitei fazendas e algodoeiras brasileiras em 2019 e me admirei com a mecanização da produção e do beneficiamento. O investimento em muita pesquisa e desenvolvimento levaram à melhoria da qualidade do algodão e o avanço dos últimos seis anos chama muito a atenção", observou Gökhan Erayman, vice-presidente da Matesa Textile, também da Turquia.

O comércio de algodão brasileiro com Bangladesh e Turquia evoluiu nos últimos dez anos, mas ainda pode crescer. De 2009 a 2021, as importações bengalesas se ampliaram mais de 4.000%, e as compras turcas, 650%. Bangladesh tem demanda estimada em 2 milhões de toneladas para a temporada atual e a Turquia é o segundo maior fornecedor têxtil da União Europeia.

Responsável por 23% do algodão importado pela indústria têxtil em todo o mundo, o Brasil é o quarto maior produtor mundial e segundo maior exportador. De agosto de 2020 a maio de 2021, as exportações somaram 2,235 milhões de toneladas da fibra. Faltando ainda dois meses para fechar o ano comercial, o País ampliou em 23% os números da temporada 2019/20.

A Cotton Brazil Harvest 2021 Roundtable é realizada pelo Cotton Brazil, programa internacional de promoção e divulgação do algodão brasileiro. A iniciativa é desenvolvida pela Abrapa em parceria direta com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e a Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea). Conta também com o apoio das embaixadas brasileiras nos países visitados. Na próxima semana, mais dois países recebem a Cotton Brazil Harvest 2021 Roundtable. Na segunda (14) será o Paquistão e, no dia 15, a Coreia do Sul.

https://www.abrapa.com.br/Paginas/Not%C3%ADcias%20Abrapa.aspx?notic...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 62

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço