Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Receita Federal apreende 10 toneladas de roupas contrabandeadas, no RS

Carga foi avaliada em R$ 200 mil; peças de vestuário teriam vindo da China

 

Carga apreendida por policiais continha 10 toneladas em peças masculinas e femininas de inverno que foram contrabandeadas.

 

 

Uma carreta com cerca de R$ 200 mil em roupas chinesas foi apreendida pela Receita Federal e pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (16). A suspeita é de que os produtos sejam contrabandeados. O veículo, com placas de Santana do Livramento, rodava pela BR-290, em Porto Alegre (RS), quando foi parado pelos agentes. As informações são do site Correio do Povo.

 

De acordo com a Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho, a nota fiscal apresentada pelo motorista para a mercadoria, referente à dez toneladas em peças masculinas e femininas de inverno, era falsa. O telefone e o endereço da suposta empresa importadora que estava na nota não existem.

 

Segundo o motorista do veículo, o material seria levado para uma malharia em Porto Alegre. No entanto, o auditor fiscal Leonardo Iglesias disse que a suspeita é de que a carga, trazida do Uruguai, seria entregue a ambulantes na região metropolitana de Porto Alegre.

A carreta foi levada para um depósito da Receita Federal, na avenida das Indústrias. Já o condutor do veículo foi liberado após registro de ocorrência. Caso a investigação dos policiais comprove que as peças são, de fato, contrabandeadas (crime caracterizado pela entrada ou saída de produtos que não passam pela alfândega e não pagam impostos) um processo será aberto pelo Ministério Público.

A carga apreendida nesta quinta pode ser leiloada, destruída, ou destinada à doação.As roupas só não são doadas em caso de violação de direitos autorais.

 

 

FONTE: http://noticias.r7.com/cidades/noticias/receita-federal-apreende-10...

Exibições: 91

Responder esta

© 2024   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço