Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Setor Têxtil Possui 'Giro' Médio de 2,2 Mil Demissões Anuais - Americana

Números do sindicato dos trabalhadores têxteis revelam que demitidos são realocados no próprio segmento

Neotextil_Portal Liberal.com.br

Neotextil dispensou 150 funcionários no ano passado

Arquivo/O Liberal

A crise do setor, porém, não interfere no equilíbrio do número de demissões anuais de trabalhadores que atuam em empresas têxteis e de confecções. É o que revelam os dados fornecidos pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Têxtil de Americana.

Apenas no município, o número de desligamentos apresenta balanços semelhantes ao final dos últimos anos.

Em 2006, por exemplo, 2.205 empregados perderam o posto de trabalho, enquanto no ano passado a quantidade de demissões foi e 2.162. Entre esse período, o número se manteve na média, entre dois mil e 2,2 mil.

Outro fator apontado pela entidade que representa os trabalhadores, apesar da ausência de dados, é o reaproveitamento da mão de obra por outras empresas do mesmo ramo.

Ou seja, a própria cadeia têxtil absorve a maioria daqueles que perderam o emprego em outras empresas do setor, principalmente após a quebra de empresas que atingiu o ramo.

"Apesar das empresas que fecharam as portas, a maioria era pequena. Outras delas, por outro lado, tornaram-se gigantescas, aumentaram o quadro de funcionários e absorveram aqueles que foram demitidos, principalmente pela experiência que já apresentam", argumentou Fábio Beretta Rossi, ao compartilhar a opinião do sindicato dos trabalhadores.

A Neotextil, por exemplo, confirmou nesta semana que passou a chamar de volta os funcionários que receberam férias coletivas no início de março e permaneceram com vínculo empregatício, apesar da crise que a empresa passou nos últimos meses. A previsão do grupo é operar com toda a capacidade instalada em breve.

Não foi divulgado, porém, quantos trabalhadores retornarão ao trabalho. A diretoria desatacou, por meio da assessoria de imprensa, "que acredita na retomada da linha de produção na unidade do bairro São Vito, em Americana, em nível semelhante ao do ano passado".

A expectativa do Sindicato dos Trabalhadores Têxteis é de que, a partir desta semana, a empresa retome a produção e os funcionários sejam convocados.

Cerca de 100 pessoas possuem vínculo com a Neotextil atualmente, ainda de acordo com a entidade, depois de aproximadamente 150 demissões desde 2011.

Os demitidos reclamam o não recebimento dos direitos trabalhistas, enquanto a empresa não confirma a informação.

Os dispensados no ano passado formalizaram um acordo para acertos parcelados.

Fonte:|http://www.oliberalvirtual.com.br/noticia/3CFA501B8FC-setor_possui_...

Exibições: 515

Responder esta

Respostas a este tópico

Giro Besta! Parece ate giro de bebado... SdM

 

   sERÁ QUE A QUEBRADEIRA ERA SO´GRITARIA?

Sabe Romildo: Acho, repito eu acho que mesmo o governo injetando grana na industrua, alguns Industrias so repassarao o numerario diretamente a industria, depois de "tirarem" o seu quinhao pessoal. Sempre foi assim e nao creio que mudaremos muito. Tenho um amigo (Nelson) que acha que corrupcao esta nos genes, no DNA dos Brasileiros. Isso me deixou a ponderer sobre o assunto. Seria mesmo? SdM

   Os industriais mais antigos(donos de Fábricas)  aprenderam a super faturar os 20% dos projetos de ampliaçao ou modernização das  fábricas, que eles eram obrigados a colocar com a Sudene e Sudam, agora estão se aperfeiçoando com o BNDS e Banco do Nordeste.

   Abraços Romildo.

Farejava em alguns casos mas nao sabia os numeros. Que seja o Brasil bem mais transparente a nossa fala menos cheias de "bosteios" e que sejamos caes de guarda da ETICA e da DEMOCRACIA. SdM ( E que tenhamos o trombone sempre pertoa boca!)



romildo de paula leite disse:

   Os industriais mais antigos(donos de Fábricas)  aprenderam a super faturar os 20% dos projetos de ampliaçao ou modernização das  fábricas, que eles eram obrigados a colocar com a Sudene e Sudam, agora estão se aperfeiçoando com o BNDS e Banco do Nordeste.

   Abraços Romildo.

Boa noite!

Não podemos generalizar uma situação que vem se estendendo a longo tempo  e com seus efeitos devastadores, temos que focar em sua causa principal, caso não tenha no momento, devemos sim buscá-la para garantir pelo  menos a sobrevivência, daqueles que querem se sobresair.

Forte abraço,

Aparecido Moratto.

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço