Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Uma cartilha com dicas de moda para orientar os looks dos fiéis da Igreja Universal na ida ao “Templo de Salomão” tem gerado repercussão nas redes sociais. “Para esta ocasião o jeans não deve sair do armário”, “não se maquie como se fosse a São Paulo Fashion Week”  e “esqueça a legging” estão entre as dicas publicadas na “Folha Universal” e que, segundo a assessoria da igreja são pontos de vista dos profissionais do jornal – da Universal, ou seja, vinculados a eles e com conteúdo aprovado pela mesma. E aí vem a pergunta: tem roupa certa para ir à igreja?

Para começar: acredito que a igreja deve estar com as portas abertas para receber qualquer um, esteja como estiver, sem preconceitos. Mas existe sim o que chamamos de “dress code”, um código de vestir que norteia o mais adequado para ocasião. Aliás, a elegância está vinculada a essa adaptação do que usar em cada situação: o que vai bem na praia não vale num jantar de gala, obviamente.

Uma expressão resume o que vai bem na igreja (e na vida!): bom senso. Polêmicas e dogmas à parte, já que algumas religiões e igrejas tem suas próprias regras ligadas ao vestuário, do tipo “mulheres não devem usar calças”,  usando do velho  bom senso é possível aliar discrição e modernidade.  

Selecionei 5 dicas publicadas na “cartilha da universal”  para mostrar como é possível usar o que foi  vetado – ou indicado — de maneira  discreta e charmosa.  Como consultora de moda, não acredito ter motivos para jeans ou animal print não poderem ser usados dentro de uma igreja: o que importa é a proposta do look já que uma estampa animal por si só não tem porque deixar um look vulgar. E, como bem disse certa vez Yves Saint Laurent “sem elegância no coração não há verdadeira elegância.” Creio que a elegância que Deus realmente se importa é essa!

1.       Jeans podem ser usados de maneira elegante

Se a sua questão é em relação a discrição prefira calças com modelagens mais retas, flaire ou pantalonas, em vez das skinnys: além de estarem em alta, esses modelos favorecem e alongam a sillhueta. Para acompanhar, em vez de camisetas de algodão, opte por blusas ou camisas  de tecidos mais refinados como viscose ou seda e, se estiver mais frozinho, blazer.

2.       Estampas chamativas ganham sofisticação com tecido e modelagem adequados

Animal print, vetada na cartilha publicada na igreja Universal, assim como outras estampas chamativas, dão modernidade a propostas mais discretas. Vestidos estilo envelope ou chemisiês (vestidos camisa), por exemplo, na altura dos joelhos, são uma ótima opção de look feminino e discreto. A estampa dá o toque contemporâneo, sem quebrar qualquer dogma.

3.       Não é preciso esquecer a legging – é só usá-la com a sobreposição correta

“Esqueça a legging, faça isso um mantra na sua vida”, diz a publicação da igreja Universal. Mas desde que com a sobreposição correta, ou seja, blusas mais compridas e até blazer dá para usar a legging de maneira discreta e elegante. E, para não ficar despojado demais, em vez de tênis, sapatilhas ou scarpins de salto completam o look.

4.       Saia midi é realmente uma opção elegante (e moderna)

As saias abaixo dos joelhos sugeridas na cartilha estão em alta e longe de ser caretas. Dá para usá-las de maneira jovial, em looks retrôs inspirados nas décadas de 50 e 60. Camisas com nozinhos ou blusas por dentro da saia acompanhadas de cintos reforçam o espírito vintage do look. Atenção aos pés: para o comprimento não diminuir a silhueta prefira sapatos nudes de tons próximos aos da pele.

5.       Transparências com sobreposições são bem-vindas

Rendas e tecidos fluidos transparentes fazem parte do guarda-roupa tropical – principalmente na época mais quente ano ano. São femininos e perfeitos para se usar com alfaiataria – com as saias, pantalonas e até jeans. Como no ambiente de trabalho, não dá para ir à igreja só com sutiã ou  top curtinho por baixo: opte por blusas segunda pele, que mantém o frescor, parte da transparência e a discrição na medida. Você encontra tops estilo segunda pele em lojas de lingerie.

https://br.mulher.yahoo.com/blogs/ta-na-moda/tem-roupa-certa-para-i...

Exibições: 1187

Responder esta

Respostas a este tópico

Sejamos mais fiéis a DEUS ou as convicções do BEM aos invés da preocupação com os homens, os templos e a própria moda que é passageira e sempre se contradiz em algum momento... Basta mesmo o bom senso, PRONTO!

Igreja não é lugar para desfilar!

é para entregar culto a Deus!

só não pode nu, o resto precisa ser sempre bem vindo.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço