Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Foi por causa do governo que não soube remar. E agora estamos neste atoleiro, o país não cresce, ficamos remando e remando para sair uns míseros milímetros do lugar. Pergunto: quem será capaz de fazer a dragagem necessária para que o Brasil volte a ter “navegabilidade”, ou seja, ir pra frente, evoluir, sem que a briga pelo poder dos remos ofusque as reais, urgentes e verdadeiras demandas? A situação política que vivemos aqui chegou a um nível insuportável, trapalhada e roubalheira atrás de trapalhada e roubalheira, e de uma forma tão cínica que beira o ridículo.

Mas não somos nem devemos ser obrigados a aceitar afundar junto. Precisamos de pessoas que realmente saibam navegar e conduzir essa canoa sem se afastar da luz do farol, caso contrário, será nossa derrocada.

Um dos assuntos mais recentes que está sendo tratado como uma queda de braço pelas instâncias do governo federal é a terceirização de mão de obra, com uns dizendo que as conquistas dos trabalhadores na CLT serão nocauteadas se a nova lei for aprovada, e outros afirmando que isso não vai acontecer, e sim apenas dará condições para que as empresas – contratantes e contratadas – consigam gerar mais postos de trabalho para mais pessoas e, dessa forma, tentar tirar o país da crise que o próprio governo fez o favor de criar e alimentar por mais de uma década, com todas as bombas estourando agora ao mesmo tempo. E é sobre essa pauta que falamos no Especial desta edição.

Outra questão é a NR12. Muitos empresários do setor confeccionista têm chiado em relação à quantidade de normas que mais atrapalham e atravancam do que ajudam na proteção de seus funcionários. Para falar desse assunto, nossa repórter Renata Martorelli foi em busca de depoimentos de empresas e consultores, que relataram até abuso na fiscalização. Você pode conferir na seção Fique por Dentro.

Em Negócios, falamos sobre as startups de moda que vêm ganhando espaço no mercado de inovação em produtos e serviços e ainda têm muito o que render na economia criativa.

Em Mercado, falamos sobre como ele está para os(as) costureiros(as), o que falta, o que sobra e, acima de tudo, uma homenagem ao dia desses guerreiros da profissão, comemorado em 25 de maio.

 

Um grande abraço e até a próxima!

 

SILVIA BORIELLO É EDITORA DA REVISTA COSTURA PERFEITA.

editora@costuraperfeita.com.br

Exibições: 84

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço