Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

“A obra de Constâncio Vieira é um legado para Estância”, diz Jackson ao inaugurar acesso ao Polo Têxtil do município

Após inaugurar a Cadeia Pública Tabelião Filadelfo Luiz da Costa, o governador Jackson Barreto entregou a avenida Roberto Constâncio Vieira, que dará acesso, tanto ao Polo Têxtil de Estância, quanto à Companhia Industrial Têxtil (CIT), além de facilitar o tráfego para os moradores do município e das cidades circunvizinhas. As duas obras representam um investimento superior a R$ 10,5 milhões.


 
“A obra de Constâncio Vieira é um legado para Estância. Feliz é o município que tem um empresário como Constâncio Vieira, um homem capaz de promover o desenvolvimento social e econômico, gerar emprego e renda. Essa é a história de Constâncio Vieira, a quem tenho a honra de homenagear com essa obra. Essa avenida era uma reivindicação do município, do prefeito e empresários desta área”, destacou o governador.

A avenida corresponde a um investimento de R$ 3.791.010,26 e, de acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), Valmor Barbosa, o governo ultrapassa, com esea obra, a marca de R$ 199 milhões em investimentos apenas no município de Estância. “É uma soma significativa, pois esse valor equivale a quase metade dos recursos do Proinveste, por exemplo. Esses R$ 199 milhões foram investidos em setores diversos, como em obras rodoviárias, em habitação, na reforma do estádio Francão, na construção do Hospital Regional e da Cadeia Pública. Enfim, a gestão estadual, sempre em parceria com os governos federal e municipais, busca contemplar todas as áreas, em benefício da população”, contextualizou o secretário.

 

Oportunidades

Para Jackson Barreto essa obra representa muito para o Distrito Industrial de Estância. “Ela abre caminhos para que sejam implantadas ainda mais indústrias, pois se torna uma ligação muito importante para o Polo Têxtil, e casa perfeitamente com o empreendedorismo, que é a vocação de Estância. Além disso, a nova rodovia também facilitará a vida das pessoas que residem ou que precisam passar constantemente pela região. Na verdade, esse investimento representa muito pouco para aquilo que Estância representa para Sergipe”.

 

Valmor Barbosa reforça o que foi dito pelo governador ao dizer que a obra abrirá novos caminhos. “Lembro-me quando o governador Jackson Barreto determinou que nós fizéssemos um acesso a esse polo industrial, saindo nessa rodovia. O primeiro resultado é o recente lançamento de um loteamento por causa dessa construção. Quando o setor público proporciona uma boa infraestrutura, o empresariado investe mais. Esse é o nosso papel, de fomentar a economia através de ordens de serviço, de inaugurações e de outros tipos de investimentos.

 

Extensão

A nova rodovia possui uma extensão total de 2.565 metros, e é dividida em três segmentos. Um deles tem uma largura total de 11 metros, sendo duas pistas de rolamento, com três metros e meio cada, e acostamentos dos dois lados, com largura de dois metros cada um.

 

O segundo segmento possui uma largura total de 13 metros, com duas pistas de rolamento de três metros e meio cada, e acostamentos com três metros de largura. Já o terceiro segmento, possui largura de oito metros. São duas pistas de rolamento com três metros de largura cada, e acostamentos laterais com um metro.

 

Roberto Constâncio Vieira

Para o governador de Sergipe, Jackson Barreto, Roberto Constâncio Vieira é um nome que dispensa comentários. “Para nós sergipanos ele é um exemplo de competência, de empreendedorismo, de ética e de responsabilidade social”, enfatiza.

 

Reconhecimento que a família do homenageado agradece. “Nossa família é muito grata ao governador por ter lembrado do meu pai, um homem que merecidamente dá nome a essa rodovia”, declara Roberto Constâncio Vieira Júnior.

 

Com mais de 70 anos de empreendedorismo, o empresário Constâncio Vieira foi um dos maiores nomes do cenário empresarial de Sergipe. Foi diretor-presidente do Sistema Empresarial Constâncio Vieira, do qual fazem parte a Companhia de Refrigerantes do São Francisco (Ciresf), Constâncio Vieira Indústria S/A, Consórcio Têxtil de Acabamento S/A (CTA) e Companhia Alagoana de Refrigerante (CIAL).

 

Era casado com Maria Cândida Campos Vieira, com quem teve quatro filhos: Roberto, Constância Virgínia, Ruy e Cândida Maria. Roberto Constâncio Vieira faleceu em 27 de junho de 2016.

 

Polo Têxtil de Estância
 
O polo que ganhou o novo acesso tem área total de 521.000 m². A Indústria Sergitex (do grupo paulista Rovach), âncora da área, que ocupará 421.000 m², está em fase final de instalação e vai produzir fios têxteis e jeans. Na unidade serão investidos mais de R$ 157 milhões. Quando estiver em plena operação, serão gerados 1.546 postos de trabalho. A indústria recebe incentivo fiscal do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI).


 
Também está em processo de implantação a empresa Ipatinga Têxtil Ltda, que gerará, inicialmente, 80 empregos diretos, com investimento de R$ 8 milhões e incentivos do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial.

 

Próximo ao Polo Têxtil, funciona a Companhia Industrial Têxtil (CIT), empresa do grupo Constâncio Vieira, que atua há mais de 100 anos no município na fabricação de tecidos. A CIT gera 500 empregos, com investimento que gira em torno de R$ 80 milhões. A empresa também conta com incentivos do Governo do Estado por meio do PSDI e possui tecnologia de ponta no setor, estando entre as mais modernas do país. 

 

A fábrica comercializa para todo o Brasil e outros países, produz todos os tipos de panos, mas tem como produto principal o tecido 100% algodão.

 

Presenças

Partciparam das solenidades, o vice-governador, Belivaldo Chagas; os secretários de Governo, Benedito Figueiredo, da Agricultura, Esmeraldo Leal, da Comunicação, Sales Neto; e de Infraestrutura, Valmor Barbosa; o diretor do DER, Antônio Vasconcelos; o deputado federal Fábio Reis; o prefeito e o vice-prefeito de Estância, Carlos Magno e Filadelfo Alexandre; o ex-prefeito Ivan Leite e familiares de Constâncio Vieira.

http://www.paparazzosergipe.com.br/?p=noticia&id=1737

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 548

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de Antonio Silverio Paculdino Ferre em 29 novembro 2016 às 8:48

Estranhei que apenas uma empresa ocupará quase toda a area do distrito industrial e também uma avenida de 2.600 m já estar contemplada com loteamento ,com certeza residencial, em area industrial. Posso ter interpretado mal a notícia.

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço