Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Americana fecha junho com saldo negativo na geração de empregos

Fonte:|.oliberalnet.com.br|

Americana foi o único município da RPT (Região do Polo Têxtil) a registrar saldo negativo na contratação de funcionários no mês de junho, de acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego. No período, foram admitidos 3.517 trabalhadores e demitidos 3.841, uma diferença de menos 324 profissionais no mercado de trabalho.

O setor que mais demitiu foi o da construção civil. Foram 229 contratações contra 641 demissões, uma diferença negativa de 412 vagas de trabalho. A reportagem tentou contato com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Americana, Luiz Carlos Martins, mas ele optou por não comentar o resultado. Por meio da assessoria de imprensa, ele informou que está realizando um levantamento mais apurado para verificar as causas dos números apresentados pelo Caged. Somente hoje, de acordo com a assessoria, Martins teria informações mais embasadas sobre o assunto.

Hortolândia, por sua vez, foi a cidade da RPT que mais abriu postos de trabalho no mês de junho. Foram 540 vagas. O setor que mais empregou na cidade foi a indústria, com saldo positivo de 427 admissões. "O setor ferroviário está contratando muito. Temos a Maxion e a CAF (fábricas de vagões). A Mabe (empresa de eletroeletrônicos) também está selecionando profissionais, então esse resultado é consequência desse aquecimento", comentou o secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Dimas Corrêa de Pádua.

O município de Santa Bárbara também tem motivos para comemorar. A cidade abriu 272 vagas de trabalho no mês passado com destaque para a indústria de transformação, com saldo de 119 novos empregos com carteira de trabalho assinada. Para o secretário de Governo e Desenvolvimento Econômico, Gilmar Margato, os números mostram que a economia em Santa Bárbara continua crescendo substancialmente. "Estou convencido de que manteremos o crescimento", afirmou, acrescentando que no governo Mário Heins (PDT) já foram criados mais de 2,5 mil empregos.

Fim da crise

Os dados também mostram que Sumaré e Nova Odessa conseguiram se recuperar da crise financeira. Sumaré que em 2009 havia fechado o mês de junho com saldo negativo de uma vaga, abriu no mês passado 180 postos de trabalho. Já Nova Odessa, que encerrou junho de 2009 com uma diferença negativa de 48 empregos, terminou o mês passado com saldo positivo de 97 admissões.

"É mais um saldo mensal muito bom. Acredito que, em 2010, vamos até o final do ano apenas com saldos positivos nas contratações. Isso mostra que nossas empresas e comércios estão aproveitando bem esse momento da economia", comentou Dimas Starnini, coordenador de Desenvolvimento de Nova Odessa.

Salários

A média dos salários pagos a trabalhadores recém-admitidos teve aumento real de 4,86% na comparação com o primeiro semestre de 2009, passando de R$ 783,08 para R$ 821,13 em 2010. A conclusão é do Caged, que revela ainda que o aumento foi maior para os homens, chegando a 5,06% ante os 4,33% relativos às mulheres.

Exibições: 75

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço