Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Assessor de Maluf por Três Décadas Agora Trabalha para Russomanno

Por mais que renegue as origens, o candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, carrega pelo menos uma herança do deputado federal Paulo Maluf (PP): o corpulento coronel Marcão, hoje na sua equipe de segurança.

Após três décadas de serviços prestados a Maluf --incluindo uma passagem pelo governo--, o coronel da reserva Marco Antônio da Costa, 57, é hoje agente da campanha de Russomanno.

Nas ruas, sua missão é precursora, ou seja, de reconhecimento da área antes da chegada do candidato, além de acompanhá-lo à distância durante as atividades.

"É um homem muito leal, muito fiel", diz Maluf.

É Marcão quem seleciona, por exemplo, que lojas visitar e quais eleitores cumprimentar durante um corpo a corpo. Após checar se tudo transcorre sem sobressaltos, parte para outra agenda.

O assessor conta que sua convivência com Maluf era bem mais intensa. Sombra do ex-prefeito de São Paulo, acompanhava-o noite e dia.

"Essa relação me deu expertise e traquejo para as campanhas", diz Marcão.

Foi aí que conheceu Russomanno. Além de ter sido filiado ao PP de 1997 até dezembro do ano passado, o candidato do PRB trabalhou no Palácio dos Bandeirantes durante o governo Maluf (1979-1982). Nestas eleições, Marcão foi chamado a integrar a equipe do líder nas pesquisas, quem diz conhecer há quase 20 anos.

Na disputa, Russomanno refuta associação com Maluf. Também evita comparações com o prefeito malufista Celso Pitta, morto em 2009.

Coube a Fernando Haddad, do PT, fechar aliança com o PP malufista.

O próprio Maluf cita outro antigo aliado que integra a agenda de Russomanno, o candidato a vereador Conte Lopes, do PTB, partido que se coligou ao PRB nas eleições municipais de São Paulo.

"Quem está em todas as fotografias do Russomanno é o Conte Lopes. Foi meu capitão da Rota [Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar]. Ele está em todas as carreatas do Russomanno", diz.

Liberdade aos amigos

Maluf recita um ditado árabe, segundo o qual "a unidade de medida da fortuna de um homem é o número de seus amigos", para afirmar que, em 45 anos de vida pública, conquistou "amigos nas 645 cidades do Estado e votos nas suas 77 mil urnas".

"Tenho um outro candidato a vereador [além de Conte] que é como se fosse meu sobrinho, o Andrea Matarazzo. Ele está na campanha do Serra. Não sou candidato. Meus amigos têm liberdade de escolher outros candidatos. Não forço", diz Maluf, segundo quem Marcão estaria a seu lado caso fosse candidato.

"Amigos podem fazer o que querem. Mas quando eu for candidato, se Deus quiser, em 2014 a deputado federal, aí, não. Sou egocêntrico."

Fonte:|http://www1.folha.uol.com.br/poder/1161616-assessor-de-maluf-por-tr...

Exibições: 106

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço