Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Bom Retiro copia tudo mas nao quer ser copiado

Moda Brasileira e a mais hipocrita do mundo
Veja as fotos das vitrines aqui: http://bluecaffe.blogspot.com/2010/05/inverno-2010-das-vitrines-do-... ou aqui: http://bluecaffe.blogspot.com/2010/05/vestido-de-noiva-escolha-do-v...

Se voce trabalha com moda entao voce ja ouviu falar ou ja participou de eventos como o SENAC MODA informacao ou o VIP com a consultora de moda Renata Miranda ou ja foi a palestras de consultores de moda que nada mais sao do que uma amostra de fotos e produtos comprados no exterior. (vejam esse tema: Senac Moda Informação antecipa temas e produtos para inverno 2011... traduzindo, Senac mostra pra voces as fotos tiradas no exterior pra voces copiarem ja, o site ainda diz que "O tradicional encontro é dirigido a empresários do setor têxtil, confeccionistas, gerentes de produtos, compradores de grandes magazines, lojistas, estilistas, modelistas, jornalistas e editores de moda"" O objetivo é transmitir aos profissionais o resultado das pesquisas realizadas por consultores do Senac em Nova York, Milão, Paris, Barcelona e Londres, principais centros internacionais da moda do mundo".
Se voce trabalha com moda com certeza ja pesquisou o nome de uma marca no google, para ver os detalhes da colecao, com certeza voce ja acessou um site de pesquisa de moda pago. Existem varios no Mercado: WGSN, StyleSight, UseFashion etc. Esses sites vivem de mostrar as fotos das vitrines e de produtos de diversas marcas, e quem usa esses sites? Todas as marcas de moda do Brasil e de fora! Estamos todos de olho copiando, inspirando-se, repensando sobre o que outras marcas ja fizeram, nao e segredo pra ninuem.
Obs: nao tenho nada contra os eventos mencionados acima, muito pelo contrario, se me convidassem eu adoraria participar do evento.

Meu ponto e: todo mundo sabe de onde a informacao vem e como ela e obtida, entao nao faz sentido ser hipocrita e dizer que ninguem pode fotografar sua vitrine, primeiro porque nao tem nada de exclusivo ou unico ali, segundo que a atitude desse lojista ou gerente esta indo contra o profissional que sustenta o negocio dele, se ninguem puder tirar fotos entao como ele vai saber o que ele vai produzir ou em que apostar?

Eu mesmo, envio diversos cds de fotos de produtos de diversas marcas aqui de Nova York para Confeccoes de Jeans do Bras e atualmente sou colaborado de um site pago de Londres que recebe as fotos quinzenais que eu envio de Nova York.

Ta, mas o que eu quero dizer com isso? Quero dizer que nao e segredo pra ninguem que a moda vive de olhar a vitrine do vizinho, de inspirar-se no outro. Nao e segredo pra ninguem que a moda do Bom Retiro e do Bras e uma releitura atrasada do que grandes marcas estao fazendo ou ja fizeram.

Agora, se Bom Retiro e Bras copiam ou se inspiram nas informacoes trazidas de fora por profissionais que viajam e vivem disso, porque o Bom Retiro, o Bras, os shoppings centers e as lojas em geral correm pra jogar um balde de agua fria nos profissionais que tentam fotografar as vitrines e apontar as “tendencias” brasileiras? Que fasildade e hipocrisia e essa? Bom Retiro nao cria nada, tudo ali e inspirado no que rolou nos principais desfiles das semanas de moda de Nova York, Paris, Milao ou e copiado das vitrines da Oscar Freire.

Na semana passada fotografei as vitrines do Bom Retiro pra ver quais eram as apostas de inverno do maior bairro atacadista de moda de Sao Paulo. Resultado, donos de lojas e funcionarios tupiniquim questionando meu trabalho na porta e gritando: “nao pode tirar foto aqui nao” !
Bom Retiro e Bras, acorda! So um idiota vai copiar suas criacoes que ja foram vistas em todos os desfiles, capas de revistas e esta disponivel em diversos sites da internet pra quem quiser ver. Veja a materia com fotos da rua Sao Caetano aqui: http://bluecaffe.blogspot.com/2010/05/vestido-de-noiva-escolha-do-v...

A mentalidade corrosiva e pequena dos donos e gerentes de lojas de que “alguem vai nos copiar” porque claro, ele copia dos outros, e tao grande que e dificil pra uma pessoa sequer mencionar que existe moda nos bairros de atacado ou desenvolver um trabalho sobre a moda local.
A cadeia de moda envolve estilistas, fotografos, modelos, celebridades, pesquisadores de moda, blogueiros e afins. Nao da pra dizer que ninguem pode fotografar uma vitrine, se a vitrine de uma loja esta criativa e interessante as lojas tem mais e que ficar felizes que alguem vai fazer um comentario sobre ela. Veja esse artigo: http://bluecaffe.blogspot.com/2010/05/pra-que-serve-uma-vitrine.html

O mesmo senti na rua Sao Caetano, onde as vendedoras sem nenhum tipo de treinamento e vestidas de uma forma duvidosa, abordam as pessoas na calcada convidando-as a entrarem pra comprar um vestido de noiva. Quantos vestidos de noiva voce compra na sua vida? Um ou dois, entao por favor, vendedoras, vistam-se bem, sejam educadas porque o momento da escolha do vestido de noiva e o momento mais especial da vida de uma mulher e quem e que vai copiar um vestido de noiva da vitrine da rua Sao Caetano?
Bastou ver uma camera na minha mao que a fofoca espalhou-se como fogo de palha, parecia que havia uma bandida com uma arma apontada para as vitrines. Em varias lojas as vendoras se postaram na frente das vitrines fazendo barreira. Isso porque eu sou super rapida, minha camera e profissonal e sei como ser discreta.

Fica aqui meu ponto de vista sobre as marcas brasileiras. Nao tem nada na sua loja que eu nao tenha visto nos desfiles. Vamos ser menos hipocritas porque quem trabalha com moda sabe que tudo que tem nas confeccoes do Bras e Bom Bom Retiro nao passa de copia das fotos apresentadas nos eventos carissimos de moda promovidos por pessoas que como eu, trazem essa informacoes ate voces. Ponto..
By Sueli Schmitt http://bluecaffe.blogspot.com

Exibições: 272

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de Aline Campos em 12 janeiro 2011 às 10:02
AAmeiiiiiiiii
Comentário de Sueli A. em 1 agosto 2010 às 0:47
Ola Luis, Obrigada pelo comentario. Concordo com sua colocacao. O consumismo e uma doenca, porque o comprador ve as cartelas de tecido, seleciona algumas estampas e na semana seguinte, se ele ver as mesmas cartelas, aquilo ja parece antigo. Essa exigencia por novidade e doentia. Faco fotos de vitrines e provador e as vezes o cliente diz que ja viu aquela foto, ou que aquela blusa e igual a do mes anterior mesmo quando o tecido e diferente. Todo mundo quer ver um produto unico, diferente, exclusivo toda hora, mas isso e impossivel, dado o fato de que as informacoes veem do mesmo lugar e que todo mundo cria inspirado nas mesmas informacoes. Mas ao mesmo tempo e isso que move a economia. Se nao fosse o "novo" nao comprariamos. E o "novo" que nos impulsiona a comprar e comprar. Abracos Sue.
Comentário de Luiz Eduardo Mello em 28 maio 2010 às 18:39
Oi SUELI

Tive uma linha de prod~ução de tecidos e desisti.
Hoje tenho uma tinturaria para pequenas quantidades de tecidos planos e malhas.
A maior parte dos tecidos são importados.
Não contente em quebrar as tecelagens hoje as confecções importam peças prontas que irão quebrar as oficinas de costura e desempregar uma enormidade de estiçistas,cortadores,bordadeiras,costureiras.....
Abraço do Luiz Eduardo
leocmello@yahoo.com.br

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço