Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Cartilha quer combater desinformação na publicidade

Elaborado pelas agências Quid, Lema e pelo InternetLab, o guia "Publi ou Fake" pretende questionar as verdades publicitárias.

https://www.meioemensagem.com.br/wp-content/uploads/2022/05/PROJETO-DESINFO-300x157.jpg 300w, https://www.meioemensagem.com.br/wp-content/uploads/2022/05/PROJETO... 375w" sizes="(max-width: 500px) 100vw, 500px" />

Elementos da capa da cartilha cartilha “Publi ou Fake: Guia de desinformação e marketing digital”, pontapé inicial de projeto voltado ao combate da desinformação na publicidade (Crédito: Divulgação)

Na última semana de junho será lançada a cartilha “Publi ou Fake: Guia de desinformação e marketing digital”, que marca o pontapé inicial do projeto Desinfo.

Elaborado pelo InternetLab, centro independente de pesquisa nas áreas de direito e tecnologia, em parceria com a agência Lema e o laboratório de comunicação Quid, o documento tem a premissa de fornecer conceitos e ferramentas para que o mercado publicitário possa construir uma base segura e adotar práticas contra o fluxo de informações falsas.

O projeto parte da noção de que as dinâmicas comunicacionais e de relacionamento entre marcas e consumidores vêm se alterando em um contexto em que o público tem exigido das empresas mais posicionamentos políticos e sociais.

A iniciativa aponta a ambiguidade de determinadas peças de comunicação como principal fator para a difusão de informações falsas junto ao público. Isso ocorre, de acordo com o projeto, quando trabalhos carregados de interesse e opinião são veiculados sem separação clara entre narrativas publicitárias e fatos jornalísticos ou científicos.

Segundo análise realizada pela Desinfo, diversas marcas fazem escolhas que acabam por promover narrativas, posicionamentos e destinação de recursos capazes de contribuir para a circulação de notícias falsas, conteúdos violentos e de baixa qualidade. Nesse cenário, o surgimento dos influenciadores digitais na dinâmica publicitária,
por exemplo, tem, muitas vezes, papel central na disseminação de desinformação.

O Desinfo ressalta que atores interessados na propagação de notícias falsas se fortalecem nas redes sociais por meio de publicidade e influenciadores com amplo alcance. Por isso, o conceito de liberdade de expressão se torna um tema crucial no debate sobre o combate à desinformação na publicidade. O projeto afirma que esta ideia se define a partir da promoção da diversidade e da superação de assimetrias de poder.

Além da cartilha, o Desinfo pretende estimular o mercado publicitário a conversar sobre todos esses temas de forma a construir uma agenda positiva para o setor. Entre as discussões propostas estão a revisão de contratos de marcas com influenciadores e agências para minimizar os riscos de desinformação, definição de critérios na gestão de mídia programática para que anunciantes garantam que seus valores sejam refletidos na operação de plataforma de anúncios e possíveis ações do mercado para combater a propagação de desinformação e violência online.

Sarah Lídice

https://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2022/05/24/cartil...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 16

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço