Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Com Espanha e China em foco, Ibovespa registra perdas de 1,92% na semana

Com Espanha e China em foco, Ibovespa registra perdas de 1,92% na semana

Por Info

 

SÃO PAULO  - Em semana reduzida pelo feriado no Estado de São Paulo na segunda-feira (9), o Ibovespa registrou perdas de 1,92% entre o período de 10 a 13 de julho, fechando semana aos 54.330 pontos. Além do noticiário internacional bastante movimentado, a semana também foi marcada pela reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), que resultou no corte em 0,5 ponto percentual da taxa básica de juro, para 8,0% ao ano.

Na Europa, o noticiário continuou bastante movimentado. Na terça-feira, a União Europeia liberou € 30 bilhões emergenciais para Espanha, que busca acelerar as reformas estruturais para reduzir o déficit fiscal. No dia seguinte, opaís anunciou novos cortes de € 65 bilhões, em medidas de austeridade até 2014 para atender as novas metas de déficit. Já nesta sexta-feira, a agência de classificação de risco Moody's rebaixou o rating dos títulos do governo da Itália de A3 para Baa2, com perspectiva negativa.

A economia chinesa também chamou ganhou espaço no mercado durante a semana, devido à divulgação de uma série de indicadores sobre a economia do país. O destaque ficou por conta do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do segundo trimestre, que foi de 7,6% na comparação anual, em linha com as expectativas e afastando o cenário de um "pouso forçado" que o país estaria fazendo.

Ata do Fomc descarta QE3

Nos EUA, a ata da última reunião do Fomc (Federal Open Market Committee) mereceu bastante destaque na quarta-feira. A minuta mostrou que apenas 4 dos 12 membros do comitê pensaram em um novo Quantative Easing, mesmo em um cenário de desaceleração econômica, o que levou a revisão na perspectiva de crescimento do PIB por parte do Fomc.

Vários bancos também cortaram suas projeções do PIB dos EUA, após dados econômicos desapontarem. A balança comercial atingiu desempenho negativo de US$ 48,7 bilhões em abril, enquanto o governo norte-americano registrou déficit de US$ 59,7 bilhões em junho.

O noticiário corporativo também chamou a atenção, após o lucro do JP Morgan mostrar recuo no 2º trimestre após perdas com derivativos - que atingiram US$ 4,4 bilhões, bastante superior às estimativas anteriores. Contudo, esse resultado superou as expectativas do mercado.

Altas e baixas da semanaNa semana, a ponta positiva ficou com as ações da GOL (GOLL4), que tiveram alta de 5,21%, terminando a R$ 8,68 - corrigindo parte da queda de 7,51%, da semana anterior e refletindo as reestruturações de rotas. Agora, sua malha aeroviária passa a oferecer voos diretos de Guarulhos até Montevideo, no Uruguai, e para Assunção e Santa Cruz de la Sierra, no Paraguai e na Bolívia, respectivamente.

Já a ponta negativa ficou com os papéis da Rossi Residencial (RSID3), que registraram queda de 17,01%, terminando a semana aos R$ 4,05 - reflexo de dados operacionais ruins. Por sua vez, os papéis da Brookfield (BISA3) recuaram 9,97% até os R$ 2,98, ficando próximas da lanterna.

Reajuste no diesel da Petro e nova mineradora

Quem também chamou a atenção foi a Petrobras (PETR3; PETR4). Os papéis ordinários terminaram a semana com alta de 1,86% aos R$ 20,25, enquanto os preferenciais tiveram ganhos de 1,82%, aos R$ 19,55, refletindo o novo reajuste nos preços do diesel da companhia. A notícia fez com que as ações da estatal registrassem alta de mais de 5% nesta sexta-feira.

També foi destaque na semana a associação do BTG Pactual (BBTG11) com o ex-CEO (Chief Executive Officer) da Vale (VALE3; VALE5), Roger Agnelli, com o intuito de criar uma nova mineradora. O banco e o executivo devem formar a B&A Mineração, juntamente com diversos executivos que fizeram parte da equipe de execução de Agnelli na Vale.

Agenda da próxima semanaNa agenda para a terceira semana de julho, os investidores estarão atentos ao IPCA-15 de julho e à divulgação da ata da última do Copom (Comitê de Política Monetária). No mercado interno também teremos o vencimento de opções sobre ações.

No cenário internacional, as atenções se voltam para o Livro Bege do Federal Reserve, além dos dois dias de discurso do presidente do banco central norte-americano, Ben Bernanke. Já na Inglaterra, será apresentada a ata da última reunião do banco central local.

 

Exibições: 33

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço