Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

CONSULTORIA INGLESA TELECOM ADCISORY SERVICES (TAS), AFIRMA QUE, COM A REDUÇÃO DE APENAS 1% DA CARGA TRIBUTÁRIA, 1 MILHÃO DE NOVOS USUÁRIOS SERIAM ATRAIDOS PARA BANDA LARGA MÓVEL.

Estudo mostra que a redução de 1% na carga tributária atrairia 1 milhão de usuários à banda larga móvel.
A alta Carga Tributária incidente sobre a internet móvel no Brasil age como um freio, reduzindo drasticamente a velocidade de crescimento desse mercado no país. Contudo, diante da forte demanda por esse tipo de serviço, reduções homeopáticas nos encargos recolhidos pelos fabricantes de celulares ao Fisco representariam um salto surpreendente no número de assinantes de usuários da banda larga de terceira geração (3G), segundo um estudo da consultoria inglesa Telecom Advisory Services (TAS) e da GSMA, uma associação de indústrias do setor. Para eles, em um intervalo de cinco anos, a cada ponto percentual de corte nos impostos, 1 milhão de clientes a mais passariam a consumir o serviço.
O trabalho mostra que, do total pago por usuário da telefonia móvel brasileira, 43,3% são referentes a taxas e impostos. No entanto, se esse valor caísse para 42,3%, os ganhos para o setor e para a Economia seriam significativos. Com mais gente acessando a internet rápida, o governo também iria se beneficiar. No período de cinco anos, a receita com recolhimentos poderia crescer R$ 2,28 bilhões e o Produto Interno Bruto (PIB, soma de todas as riquezas do país) também ganharia, no mesmo prazo, um importante incremento de R$ 6,1 bilhões.
Fonte: Correio Braziliense (adaptado)

Exibições: 55

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço