Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Ser dona de casa requer uma série de habilidades reconhecidas por toda a sociedade, mas totalmente diferente da profissão de costureira, por isso é difícil imaginar que uma mesma pessoa desempenhar bem estas duas funções.

A dona de casa normalmente gosta de organização. A casa está sempre organizada.Quando alguém tira alguma coisa do lugar ela fica brava e manda deixar as coisas arrumadas.A costureira normalmente não gosta de organização, o local de trabalho está sempre desorganizado com todo tipo de coisas em excesso.Quando alguém tenta arrumar, ela fica brava e manda deixar as coisas como estão.

A dona de casa normalmente não gosta de montes de qualquer espécie.Quando chega das compras, trata logo de guardar tudo, quando vai lavar as roupas acaba com o monte rapidinho.Ela não gosta de ver o serviço acumulado.A costureira normalmente gosta de montes de serviço, que muitas vezes fica espalhado por todo o ambiente de trabalho.Ela gosta de ver o serviço acumulado para dar a falsa impressão de que está com muito serviço.

A dona de casa, em sua maioria, tem mania de limpeza, está sempre limpando, varrendo e passando pano na casa toda. Quando alguma criança cola adesivos nos móveis ou paredes, acha ruim me ameaça de castigo.A costureira em sua maioria não tem mania de lindeza e as vezes nem senso de limpeza, está sempre jogando coisas no chão, deixando objetos em cima da máquina, largando pano em toda a fábrica.Não gosta de limpar o local de trabalho, a máquina e seus arredores.Gosta de colocar adesivos nas bancadas das máquinas, nas paredes e principalmente no cabeçote da máquina,que é seu local preferido, por não falar nos papelões colocados na frente da máquina.Quando alguém começa a tirar ou pede para limpar, ela se irrita e ameaça colar tudo de novo.Quando muda posições das máquinas para melhora de lay out, ela diz que aquela máquina é dela. Finalmente a dona de casa gosta de conferir tudo o que passa pela sua mão.Se vai fazer compras, apalpa, cheira, observa os mínimos detalhes, principalmente o preço.Se vai fazer comida confere a cor dos alimentos , sua consistência e as medidas para uma boa receita.A costureira não gosta de conferir o que passa pela suas mãos, deixando passar muitas coisas irregulares.Se vai costurar um produto, não confere a cor das partes e se estão casando corretamente, não confere a resistência dos materiais para regulagens de tensão da linha e não confere as medidas corretas da costura e da quantidade de pontos por centímetro.Algumas não conferem nem a agulha que está na máquina. Ainda bem que estas características não são uma regra rígida. Encontramos algumas pessoas que desempenham bem as duas funções: de serem costureiras e donas de casa, para a alegria dos confeccionistas e maridos.

Exibições: 167

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de Luiz Roberto Saraiva em 6 abril 2010 às 14:01
Legal que você entendeu meu caro colega Sérgio Cbaral,que não é o Governador do estado do Rio de Janeiro.Neste douze anos que milito como gestor em Confecção de Vestuário é triste e preocupante mais é isso que tenho deparado.Porém ainda bem que há uma grande minoria que desempenha bem as duas funções as de dona de casa e de costureiras.
Luiz Roberto
Comentário de Sergio L.Cabral em 4 abril 2010 às 20:18
Caro Luís,ainda bem que no final vc colocou que isso não é uma regra rígida,rs,pois minha mãe sempre desempenhou muito bem as duas funções e sempre falava que a bagunça dela era "organizada",mas tudo bem eu sou filho e sou suspeito para falar.Obrigado pelo texto,me trouxe lembranças muito agradáveis de um tempo muito bom.
Abraços.

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço