Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Governo recebe plano de ampliação de fábrica da Santana Têxtil em MT

Fonte:|odocumento.com.br|

O setor industrial de Mato Grosso contará com novos investimentos da Santana Têxtil do Brasil, em Rondonópolis (212Km ao Sul de Cuiabá) neste ano. O plano de investimento da empresa foi apresentado ao governador Blairo Maggi, nessa sexta-feira (05.02), pelo diretor do grupo, Marcos José dos Santos.

A Santana Têxtil irá ampliar o parque fabril no município, com a estimativa de, nos próximos dois anos, investir R$ 176 milhões e ter um incremento de 27 milhões de quilos de fio por ano. Santos lembrou que na primeira fase, da implantação da fábrica em 2006, foram investidos R$ 250 milhões e a produção média anual é de 20 milhões de quilos de fio.

“Teremos aqui, no Estado de Mato Grosso, a fábrica mais moderna e avançada do mundo, com tecnologia suíça e alemã. A produção também será diversificada e, assim, atenderemos mais a área de malharia”, adiantou o diretor do grupo. Hoje, a Santana Têxtil oferece 600 empregos direto. Segundo Santos, a previsão é aumentar para mil nos próximos anos.

Ainda conforme ele, este ano a fábrica faturou R$ 300 milhões. Com esses novos investimentos, até 2011, a empresa em plena capacidade atingirá uma receita anual de R$ 500 milhões, além dos impostos que pode gerar. O grupo deve continuar ainda a consumir o algodão de Mato Grosso, da própria região de Rondonópolis que é considerada a maior produtora do caroço. O apoio do Governo na preparação de mão-de-obra para atender a demanda que deve surgir com esta ampliação foi pedido por Santo ao chefe do Estado.

A fábrica da Santana Têxtil está no Estado há cerca de três anos. Desde 2007, ela consome mais de 12 mil toneladas de algodão/ano produzidos em Mato Grosso. A produção da unidade atende a demanda da região Centro Oeste, Sudeste e Sul do Brasil.

Acompanhou a audiência ainda, o secretário de Planejamento e Coordenação Geral, Arnaldo Alves, e diretores do Banco do Brasil.

Exibições: 57

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço