Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Não há consenso sobre benefícios da Olimpíada

 

 

Não consenso sobre benefícios da Olimpíada

Autor(es): Por Chris Giles | Financial Times
Valor Econômico - 26/07/2012
 

O circo olímpico chegou e a festa está prestes a começar. Na véspera da cerimônia de abertura, é tarde demais para dizer se Londres 2012 vale ou não a pena. Mas os países-sede têm consciência de que quando os atletas voltam para casa, as Olimpíadas são muitas vezes lembradas tanto por seus feitos econômicos quanto esportivos.

O exemplo recente de uma medalha de ouro de economia foram os Jogos Olímpicos de 1992 em Barcelona, enquanto Montreal 1976 e Atenas 2004 disputam a lanterna.

Um problema para avaliar a equação econômica da Londres 2012 é o elenco de tipos de análise disponíveis, impedindo qualquer consenso sobre os custos líquidos ou benefícios de sediar os Jogos. Em nível mais básico, alguns estudos econômicos simplesmente tentaram estimar o efeito dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido no terceiro trimestre. A maioria dos economistas espera um trimestre aquecido, porque os três meses entre julho e setembro vêm após um trimestre artificialmente deprimido pelo feriado público adicional do jubileu de diamante da rainha.

A previsão do Birô de Responsabilidade Orçamentária era de um crescimento de 0,6% no terceiro trimestre. No segundo, houve contração de 0,7% (leia texto ao lado). Mas as comparações de crescimento entre trimestres não levam em conta os benefícios de longo prazo dos jogos ou quaisquer custos para o Tesouro.

Outras organizações, como a Oxford Economics e o Lloyds Banking Group, oferecem um estudo de impacto econômico, estimando que os jogos "contribuirão com 16,5 bilhões de libras para o PIB do Reino Unido ao logo de 12 anos". O estudo estima que esses benefícios superam largamente os custos das obras de construção civil.

Mas, como apontou o professor Stefan Kesenne, da Universidade de Antuérpia, em recente artigo acadêmico, nunca ficou claro o que esses estudos tentam mensurar ou provar. "Em muitos casos, a despeito dos muitos números positivos sobre impacto econômico, eventos desportivos acabam produzindo benefícios líquidos negativos, em que algumas pessoas ganham, porém um número maior de pessoas sai perdendo".

Uma análise custo-benefício completa do orçamento de 9 bilhões de libras da Olimpíada financiados pelos contribuintes deveria incluir os custos da perturbação (da vida cotidiana urbana) causada pelos jogos e colocar ao lado desses os valores de longo prazo da infraestrutura e o "efeito de imagem" que beneficiará Londres por sediar os jogos.

Apesar de o premiê David Cameron estimar um potencial de 13 bilhões de libras em benefícios, pouca dúvida de que o dinheiro, se gasto em outros projetos de infraestrutura, teria implicado benefícios maiores. Ganhos de longo prazo para o turismo estão longe de garantidos, ao passo que a avaliação do Departamento de Mídias Culturais e Desportos sugere que o nível de emprego em Londres em 2013 será de apenas 10 mil postos de trabalho mais elevado do que se não tivessem sido gastos os 9 bilhões de libras para a Olimpíada.

Comprovar que benefícios econômicos mais amplos cobrem os custos para o Tesouro é, portanto, difícil, mas o déficit pode ser eliminado se as pessoas ficarem felizes com o fato de o governo as tenha tributado para promover uma festa coletiva. O professor Stefan Szymanski, da Universidade de Michigan, estimou que o torneio futebolístico Euro 96 deixou os britânicos tão contentes que (em termos monetários) equivaleu a 165 libras por pessoa. "Qualquer coisa que em última instância nos traga felicidade pode ser considerada um benefício econômico", diz o professor Szymanski, mesmo se o evento custar muito caro.

Se os valores referentes à Euro 96 são precisos e reprodutíveis, a festa olímpica vale mais do que 10 bilhões de libras. Poderá ou não haver muito legado em troca do gasto, mas agora que o dinheiro já foi empregado, o país será beneficiado se os jogos fizerem as pessoas felizes o suficiente para que considerar que os impostos adicionais valeram a pena

Exibições: 50

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço