Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

PEGN mostra como o carnaval movimenta a indústria têxtil

Fábrica de tecidos metalizados faturou cerca de R$ 1 milhão este ano

O Pequenas Empresas & Grandes Negócios deste domingo (2) mostra como uma fábrica têxtil que produz tecidos metalizados para fantasias carnavalescas lucra durante a maior festa popular do país.

A produção da loja, que fica em Nova Odessa, interior de São Paulo, é toda feita em 15 teares, com fios extremamente finos. Cada máquina da fábrica faz aproximadamente 400 metros de tecido por dia. Para deixá-lo brilhante, o método é esticá-lo numa mesa comprida onde é feita a estampa, geralmente com purpurina ou gliter. A empresa faz 40 modelos de estampas diferentes.

Nos três meses anteriores ao Carnaval, o proprietário da loja, Paulo Skaff, comercializa 5 mil metros de tecidos para escolas de samba. Em 2014, Skaff faturou cerca de R$ 1 milhão, um aumento de 20% em relação ao ano anterior.

O Pequenas Empresas & Grandes Negócios vai ao ar todos os domingos, logo após Antena Paulista, em São Paulo, e após o Globo Comunidade, no restante do Brasil.

http://g1.globo.com/economia/pme/noticia/2014/02/pegn-mostra-como-o...

Exibições: 219

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de Edson Carlos de Oliveira em 1 março 2014 às 13:03

Carnaval (feriados em geral) não é PREJUÍZO, é transferência de renda de um setor para o outro. Ninguém gastaria mais se não fosse feriado, aliás, as pessoas economizam para gastar nesta data em outros setores econômicos/locais. O investidor de uma pousada na beira de uma cachoeira espera lucro tanto quanto o investidor de uma indústria num polo industrial.

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço