Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

fonte: |vocesa.abril.com.br|

Escrito por marcelocuellar

Pressão por resultados x Performance

Acredito que não haja temática mais atual no mundo corporativo do que a pressão por resultados.

Este tema é tão recorrente – tanto nas entrevistas que eu faço quanto no levantamento de perfil das posições executivas que conduzo – que tornou-se um senso comum.

Com isso criou-se “a verdade” de que trabalhar no mundo executivo é equivalente a ter muita pressão por resultados. E quanto maior a posição hierárquica do profissional, maior a pressão.

Até aí nenhuma novidade, acredito. O grande ponto é como os profissionais vêm lidando com esta realidade e quanto esta pressão por resultados – às vezes – pode minar a auto-confiança, auto-estima e até a motivação do profissional no atual emprego.

Muitos profissionais buscam novas posições no mercado por afirmarem sentirem-se desmotivados com o rumo que a organização vem tomando ou ainda por questões ligadas à gestão e muitas vezes estes sentimentos são frutos do excesso de pressão por resultados – geralmente de curtíssimo prazo.

Sabe o que eu digo quando os profissionais me trazem este cenário? Bem-vindos ao clube! A pressão não vai acabar! Há profissões que expõem o profissional a uma maior ou menor pressão, mas cobrança pelos resultados existem em todos as carreiras, de top model, passando pela artista da novela das oito até o médico cirurgião.

A verdade é que o importante não é a quantidade de pressão em si, mas como lidamos com a pressão a qual somos submetidos constantemente. E aí cabe uma reflexão sobre resultados: satisfação e orgulho são coisas absolutamente diferentes.

O que isto quer dizer? Quer dizer que na busca constante por melhores resultados não precisamos estar necessariamente satisfeitos com todos os patamares de resultados e produtividade apresentados até o momento. Mas isto não nos impede de ter orgulho do que foi realizado até o momento.

A constante “insatisfação” com os resultados atingidos pode ser uma maneira positiva de estabelecer sempre novos patamares de produtividade, e mostrar que há uma ambição positiva em conquistar patamares novos e mais desafiadores. Mas para que esta “insatisfação” continue no âmbito positivo e não prejudique o profissional, há de se manter o orgulho pelo resultado atingido até o momento.

O orgulho é uma maneira de reconhecer o processo (não necessariamente o resultado), o esforço, o planejamento e a energia despendida na busca pelo resultado. Saber ter orgulho do que se fez ou de trabalho que é feito é muito importante para manter a “cola” do profissional com a organização ou a coesão de um time.

É fácil premiar resultados positivos e mais fácil ainda premiar o resultados que superam em muito o esperado. O que não podemos esquecer e de ter orgulho do trabalho que fazemos, das horas que dedicamos e da equipe que nos suporta não somente nos momentos de comemoração.

Boa sorte!!

Exibições: 78

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço