Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Ajuda - Problemas com quebras e vincos nas malhas de Poliamida/elastano e Viscose/elastano

Gostaria da ajuda para evitar que os tecidos de poliamida/elastano e viscose/elastano dessem quebras ou vincos na hora do tingimento!!!! tenho as seguintes situações, não termofixamos os tecidos de poliamida só de viscose e nem sempre é 100% o mesmo acontece na hidrorelaxadeira mas nesse caso da os vincos, apenas colocamos antequebra na hora de tingir, claro que nem sempre da quebra, mas acontece bastante, estamos usando elastano 70 gostaria de ideias para evitar o máximo possível esses problemas ou ate mesmo eliminar se puderem me ajudar agradeço.

att

Douglas

Exibições: 1906

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de Luiz Eduardo Mello em 27 janeiro 2014 às 15:02
Douglas

-Vc sabe que torção e' caro e as tecelagens em geral encontram dificuldades em trabalhar com fios com torção S e Z para equilibrar o tecido.
Infelizmente as confecções foram aceitando panos instáveis dimensionalmente e a cisa ficou assim.
Os técnicos também concordaram em fazer tecidos instáveis.
No tingimento esse problema e' complicado.
Que fazer?
Exigir do fornecedor artigo tecnicamente bem feito.
Deve adquirir fio com tamanho de fibra adequado para obtenção de uma boa qualidade de torção.
Hoje em dia difícil porque os padrões de exigência caíram muito.
Trabalhar o pano com máximo cuidado e atenção nos controles.

-No tingimento manter o tecido aberto.
Aquecimento e resfriamento fazer a 1 grau Celsius/min
Após os processos lavar bem antes extrair a água.
Todos os processos posteriores o pano deve ser mantido sempre aberto.

-no armazenamento manter os mesmos cuidados para qualquer tecido.

Luiz

'
Comentário de Rudolf Hoffmann em 26 janeiro 2014 às 21:01

Boa noite Douglas,

Inicialmente sugiro ver como estes artigos estão trabalhando na Malharia...

- pressão do cilindros na maquina de malharia

- tecido de malha em rolo / enfraldado... como?

- acondicionamento saindo do tear (em caixa... amarrado com cordas.. etc.. )

- Tempo em estoque

.... etc... 

Resumindo é que existem muitos motivos que podem cooperar para a evidências destes problemas em cada etapa do processo, onde deve ser acompanhado de perto em cada.

Espero ter contribuído, precisando de algo...

estamos a disposição,

Rudolf Hoffmann - Eng. de Produto / Desenvolvimento / Comercial

85 - 9966 1314 TiM

Comentário de Guilherme Sousa em 26 janeiro 2014 às 20:32

Olá Douglas!

Termofixar ajuda bastante.

Que tipo de máquinas usa no tingimento?

Os arrefecimentos são bem controlados?

Comentário de Luiz Gustavo Moreira em 26 janeiro 2014 às 19:46

Caro Douglas,

Você tem um problema muito sério, pois hora acontece e horas não.

Na minha experiência estes problemas é uma conjunção de pequenos problemas que ocorrem antes e durante os processos de armazenagem antes da tinturaria, na preparação, na termofixação, na hdrorelaxadeira e no tingimento.

Cada fase de cada processo deve ser acompanhada com olhos de lince.

Sem ver in loco só posso te dar algumas dicas:

1- use um bom anti quebradura já na pre lavagem

2- quando aquecer o banho faça lentamente e ao RESFRIAR faça mais lentamente possível,

e resfrie até 50ºC no mínimo sempre com o material em movimento, nunca para a máquina , somente na hora de descarregar.

3- Na relaxadeira cuide para que a temperatura esteja na primeira caixa esteja o mais alta possível e quando receber o último banho de água fria a malha esteja bem aberta

No momento só posso falar isto mas se necessitar de mais informações ente em contato.

Luiz Gustavo

(11) 979510925 

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço