Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Safra de algodão
28.11.2010

Os produtores de algodão de Mato Grosso já estão comprando adubos e defensivos para o plantio que deve começar no mês que vem. A boa notícia é que este ano o custo vai ser menor que no ano passado.

O seu Breno Hinnah é agrônomo na fazenda no município de Pedra Preta, região sul de Mato Grosso. É ele quem está cuidando das compras de adubos e defensivos que serão usados para o plantio do algodão, previsto para começar em meados de dezembro.

A área cultiva vai ser ampliada em dois mil hectares. Com o aumento, foi preciso comprar 20% a mais de insumos. As 5,3 mil toneladas de adubo já chegaram. Na propriedade o adubo está a céu aberto porque acabou de chegar, mas ele vai ser protegido por uma lona impermeável.

Para garantir o plantio, é comum os produtores trocarem parte do algodão que ainda vai ser colhido por insumos. Quem fechou o negócio em dólar pode ser beneficiado com a desvalorização da moeda americana.

Esse é o caso do seu Breno. Na última safra o custo de adubos e defensivos por hectare girou em torno de R$ 1.370,00. Agora, o valor vai sair por uma média de R$ 1,1 mil. São cerca de 20% mais barato em relação ao ano passado.

“Esse ano você vai precisar menos arroba de pluma de algodão para comprar uma tonelada de fertilizante”, calculou seu Breno.

Em outra propriedade a área cultivada de algodão vai aumentar 20%. O agrônomo Márcio de Souza contou que a compra de insumos já está garantida. Ele pretende adubar mais a terra na expectativa de obter uma boa safra.

“Nós estamos com o preço muito bom no algodão. Nós temos que aproveitar agora. Temos que investir mais em adubação e buscar uma produtividade por hectare maior”, disse Souza.

Nas últimas semanas, o preço internacional do algodão vem caindo bastante. Em Piracicaba, São Paulo, o economista do Cepea, Centro de Pesquisas da USP, Lucílio Alves, explicou que, apesar da retração, o valor ainda está alto.

“Nós temos a redução de produção nos dois últimos anos. E agora uma recuperação de demanda um tanto quanto surpreendente. Em especial o mercado chinês, comprando volumes expressivos no mercado internacional, consumindo os estoques. Então, há uma relação inversa entre queda de estoques e aumento de preços. Menor com maior demanda não tem o que segura preço, sem sombra de dúvidas”, esclareceu o economista.

Nos últimos dez dias, o preço internacional do algodão na Bolsa de Nova York caiu 13%. Mas, em relação a novembro do ano passado o valor está 51% mais alto.

Fonte :http://globoruraltv.globo.com/GRural/0,27062,LTO0-4370-343210-1,00....

Exibições: 95

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de ESTEVAM MASCARENHAS em 29 novembro 2010 às 10:29
Breno Hinnah é agrônomo PODERIA DAR INFORMAÇÕES SOBRE A MOSCA BRANCA, QUANTO AFETOU A PRODUÇÃO NA SAFRA DE 2010 E O QUE ESTA SE FAZENDO PARA EVITAR NA NOVA SAFRA.
Comentário de Ronnie Jeferson Santos em 29 novembro 2010 às 8:53
Ótima notícia.
Agora quero ver como o governo vai proteger essas safras, pois como mostrou no globo rural, a china vem aqui e leva tudo sem pedir permissão...
E nós? O que vai acontecer? O governo so tem interesse na industria automobilistica e da-lhe fomento nos banqueiros.

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço