Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Hoje o nosso correspondente paranaense, Danilo, trouxe uma contribuição explicitando dados sobre a indústria da moda brasileira, ótimos dados para quem esta pensando em investir nesta área ou até mesmo começar a estudar cursos da moda para já começar a se familiarizar com a realidade do setor, por isso super recomendo a leitura:
A indústria da Moda no Brasil é a segunda maior a gerar empregos no país. Mas inúmeros fatores entram como barreiras para crescimento e fazem com que algumas empresas fiquem encurraladas em crise até mesmo chegam a falência. 
Principais fatos em discussão são: 
§  A alta carga tributária brasileira, que chega a 42% sobre os produtos, tornando quase  inviável o investimento em modernização dos parques industriais e a ampliação da cadeia produtiva em seus diversos estágios, perdendo competitividade e eficiência.
§  Invasão do mercado nacional por produtos chineses.
§  Entrada de grupos internacionais, aumentando a concorrência.
Apesar da nuvem de problemas sempre cobrindo o setor todos os anos,  os números  referentes a indústria de vestuário no Brasil (que inclui as tecelagens, confecções, couro e calçados), impressionam e nos faz pensar as dimensões que tomaria se investimentos fossem feitos desmembrando todas as dificuldades: 
Confira dados e números gerais da indústria da moda brasileira referentes ao ano de 2012:
• Faturamento: US$ 56,7 bilhões
• Número de empresas: 32.600 (com mais de 5 funcionários)
• 5º maior produtor têxtil do mundo
• 4º maior produtor de confeccionados do mundo
• Exportações (sem fibra de algodão): US$ 1,28 bilhão
• Importações (sem fibra de algodão): US$ 6,60 bilhões
• Saldo da balança comercial (sem fibra de algodão): US$ 5,32 bilhões negativos
• Investimentos de US$ 10 bilhões nos últimos 5 anos
• Produção média de confecção: 9,8 bilhões de peças por ano
• Trabalhadores: 1,658 milhão de empregados diretos, dos quais 75% são mão-de-obra feminina
• 2º maior empregador da indústria de transformação brasileira
• 2º maior produtor e 3º maior consumidor de denim do mundo
• Representa 16,4% dos empregos da indústria de transformação e cerca de 5,5% do PIB industrial brasileiro.
FONTE: Texbrasil e Fashion Bubble

Exibições: 935

Responder esta

Respostas a este tópico

Apesar da nuvem de problemas sempre cobrindo o setor todos os anos,  os números  referentes a indústria de vestuário no Brasil (que inclui as tecelagens, confecções, couro e calçados), impressionam e nos faz pensar as dimensões que tomaria se investimentos fossem feitos desmembrando todas as dificuldades:

Os numeros apresentados realmente impressionam. Como disse nosso colega, que dimensões teria tomado a Industria Têxtil brasileira, se realmente tivessem sido feitos investimentos adequados há 10 anos atrás.

Por outro lado, como estaria a Industria têxtil atual, se não houvesse a abertura escancarada de importação de produtos extrangeiros, os quais poderiam perfeitamente estar sendo produzidos aqui no Brasil?

Quanto de materia prima e insumos importados estão embutidos nesta produção média da Industria da Confecção?

Quantos milhões de peças confeccionadas, seja de vestuario ou de cama, mesa e banho estão sendo importados diretamente de outros países?

À cada dia que passa mais uma empresa de nome, encerra suas atividades. É lamentável o ponto a que chegou nossa Industria Têxtil. Infelizmente, estaremos mais dependentes dos produtos fabricados no exterior, em função da grande oferta com preços muito mais acessíveis, principalmente em função da  tecnologia que estes produtores implantaram em seus paises.

particularmente nao vejo que o problema se originou por falta de tecnologia!!! as empresas foram obrigadas a fazer investimentos  e quem não o fez, simplesmente quebrou!! os problemas principais são :

a) carga de tributos

b) falta de isonomia entre economias Brasil x asia

c) a ganância de inumeros industriais em querer ganhar exageradamente com importaçoes baratas ( que hoje tem qualidade...)  deixando de fazer investimentos para poder produzir!!!!

 

enfim...atualmente se não importar realmente vai faltar produtos!!! nossa cadeia produtiva ( em todos segmentos ) continuam a serem sucateadas...e nossos governantes ainda nao aprenderam que a industria é a força motriz para desenvolvimento socio-economico!!!

nos resta portanto, mais uma vez, congratular nossos experts em economia e administraçao governamental!!!apesar de ainda nao saberem qual o motivo que cabrito defeca redondo!!!!

 

    Se pensarmos direito quem viveu e vive o verdadeiro "chão de fabábrica sabe que falta muito é gestão de diretorias incopetentes.

Não adianta sermos o 4º maior produtor do mundo e não termos condição de vestir os brasileiros.É só olhar as araras das grandes lojas e magazines para ver o made in ........

Vamos ser realistas.

Com a carga tributária, a ineficiência em tudo( gestão , logística, processos), a produtividade baixa e equipamentos ultrapassados não temos condições de concorrer com ninguém! 

Pois é Gustavo, com tudo isso ainda há pessoas que culpam as costureiras....e colocamos toda a força na formação das costureiras como se elas fossem as culpadas e que resolvendo a falta de mão de obra, os encargos e tributos - inerentes a toda indústria nacional - os problemas do setor estarão resolvidos. Será que não falta formar melhores gestores? E melhores gestores requer ambiente criativo na gestão; e ambiente criativo requer discussão, mudança, abertura a novas ideias e questionamento da estrutura e lideranças atuais. Estamos preparados para isso?
 
Gustavo Pereira dos Santos disse:

Não adianta sermos o 4º maior produtor do mundo e não termos condição de vestir os brasileiros.É só olhar as araras das grandes lojas e magazines para ver o made in ........

Vamos ser realistas.

Com a carga tributária, a ineficiência em tudo( gestão , logística, processos), a produtividade baixa e equipamentos ultrapassados não temos condições de concorrer com ninguém! 

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço