Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

O número de inadimplentes atingiu 60 milhões de pessoas em março, o que representa 41% de toda a população brasileira, segundo a Serasa Experian. É o maior patamar registrado em toda a série histórica, iniciada em 2012.

Mais de dois milhões de pessoas entraram para a lista de inadimplentes apenas no primeiro trimestre deste ano. As dívidas em atraso somam R$ 256 bilhões.

Entre os inadimplentes, a maior parte (77,2%) recebe até dois salários mínimos, sendo que 40% têm renda entre um e dois salários mínimos e 37,2% vivem com menos de R$ 880.

RENDA MÉDIA / NÚMERO DE INADIMPLENTES

AGOSTO/2015
56,4 MILHÕES

DEZEMBRO/2015
57,9 MILHÕES

MARÇO/2016
60 MILHÕES

Acima de R$ 8.800 (acima de 10 salários mínimos)
3,10 milhões
3,24 milhões
3,30 milhões
Entre R$ 4.400 e R$ 8.800 (entre 5 e 10 salários)
2,82 milhões
2,90 milhões
2,94 milhões
Entre R$ 1.760 e R$ 4.400 (entre 2 e 5 salários)
6,71 milhões
6,83 milhões
7,02 milhões
Entre R$ 880 e R$ 1.760 (entre 1 e 2 salários)
23,18 milhões
23,57 milhões
24,24 milhões
Menos de R$ 880 (abaixo de 1 salário mínimo)
20,59 milhões
21,42 milhões
22,56 milhões

(Fonte: Serasa Experian)

“Os mais afetados são as pessoas que praticamente vivem daquilo que recebem, não conseguem realizar nenhum tipo de reserva ou poupança financeira. E, quando perdem o emprego, quando são atingidas pela inflação, são as que mais sofrem com os problemas de inadimplência”, diz o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Exibições: 172

Responder esta

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço