Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Boa tarde meus amigos,

a 1 ano me decidi com minha esposa a entrar no ramo textil, como facção

minha esposa é costureira da hering com bastante experiencia, e eu empresario,

locamos sala, compramos maquinas , enfim, com 6 meses o negocio deu muito certo, foi até inesperado pra mim, por ser incredulo na area textil,(todos que conheci no ramo estavam ou estão quebrando)

logo apos os 6 meses dobrei o numero de maquinarios e o negocio melhorou ainda mais..

rendimentos chegavam a 300% de lucro

algo fora do comum no vale europeu (santa catarina) com isto, precisei ampliar sala, e m.o

apartir de janeiro deste ano 2012, comecei a faccionar para prefeituras, me impressionei com a pontualidade dos recebiveis deles, melhor que qualquer outra empresa que havia trabalhado.

porem nos ultimos 2 meses venho sentindo uma recaida no meu negocio, e por ter pouco tempo de empresa bancos e micro-financeiras não dão credito, fazendo o negocio entrar em um colapso financeiro..minha duvida,é, voces como conhecedores sobre o ramo textil, me digam

com mais de 30mil investido em maquinarios , locação e M.o , o que me falta no negocio:

capital de giro. sem isso fica impossivel dar continuidade ao negocio, e é este maior pepino que passo.

alguem tem sugestões para dar ao negocio?

um abraço.

conto com a expertise de voces

Exibições: 925

Responder esta

Respostas a este tópico

Gostei muito da sua resposta Henrique, muito estranho a forma que esta sendo colocada tal situaçao.

A Mk Confecçao esta se  contradizendo.

Abraços

Um grande problema e o citado pelo Henrique misturar CNPJ COM CPF. Se tu fizer um balanco vai ver que tu misturou estes dois C .

O problema é quando as vendas caem.

Por menor que vc seja e por mais atraente que seja seu preço, sempre alguém vai fazer melhor por menos.

Cliente fiel para empresas novas como a sua é utopia.  Eles vem e vão como vento.

O negócio é nunca relaxar.  Mesmo que estiveres com a casa cheia de serviço, continue indo atras de novos clientes.  Com uma carteira pulverizada, vc não ficará na mão.

Pagar a MO hoje mata quem tá começando.  Se puderes ficar só com a família... até pegar a manhã do negócio, melhor será.

Cuidado em como vc calcula a margem de lucro... 300% sobre o que? sobre o consumo de linha???

Não se esqueça de tudo o que uma empresa precisa para se manter e tb que vcs retiram seu sustento dela.

Qual o seu salário e o da sua esposa?  Eles fazem parte do seu custo assim como energia, combustível, frete, alimentação, impostos, MP, depreciação de maquinas, aluguel, Folha de pagto funcionarios etc etc etc???

Se tudo isso vc viu e ainda assim tá na M... Bem vindo ao time dos empresários falidos, como eu.

Amigo,

meu lucro ano passado me referi ao maquinario e expansão do negocio.

pulei de 30m² para 100m² de 5 maquinas para 13 maquinas

de 3 costureiras para 6 costureiras

de 2mil peças mes para 6mil peças mes

 

sim o grande problema está sendo a divisão de recursos. tenho ciencia disso, mas é impossivel não misturar a receita justamente porque comecei zerado. e o fato é que a receita que sobra vão com custos basicos.

como: alimentação, combustivel, despesas mensais.

trabalho com uniformes aonde meu fornecedor fatura do dia 1º até o dia 30 de cada mes e recebo os honorarios dia 10 de cada mes. porem o fato que a mão de obra oscila muito aqui na cidade me deixando sem base de produção e sem previsão de produção.

da mesma forma que vem a mão de obra, ela se vai.

assim sendo: das 4 semanas tem semanas que ficam apenas minha esposa e 1 costureira e 1 revisora.

fazendo a produção cair drasticamente, enquanto outras semanas consigo captar novas costureiras e ter uma produção consideravel.

o que preciso é achar a solução para isto.

porem é impossivel competir com Malwee, carinhoso, marisol, Lunender, uma vez que todas estas gigantes da malha simplesmente dão toda a regalia para a mão de obra e eu como empreendedor e desbravador, não tenho condições do mesmo.

este está sendo o grande problema do negocio.

A necessidade de capital se faz por falta de mão-de-obra. se tivesse esta bendita "galinha dos ovos de ouro"

disponivel jamais iria necessitar de capital até porque já teria mais do que dinheiro sobrando para ter caixa, capital de giro e caixa 2

compreendem?

aonde estou errando? não sei o que fazer e meu tempo de vida está expirando.

Prezado, esse mercado é pra quem já tem experiência - flando de uma forma bem simples e nada técnica, pois ter em uma mesma empresa os seguintes fatores não é simples - Mão de obra (barata e qualificada) e lhe confirmo, não pode ser uma mão de obra despreparada - você terá prejuizo na certa.... Outro fator é ter que se formalizar / registrar o pessoal - "segurança e para evitar uma grande dor de cabeça"... não se esqueça.

Agora, se você conseguir esses dois fatores, o terceiro (o ideal seria ter capital - pularemos esse) e imprescindível é formatar algumas parcerias - digo o mesmo que já foi mencionado - tem que ter mais de uma empresa "parceira" - e cuidado ao dividir o bolo - poupar é fundamental.

 

      Até janeiro vinha muito bem as mil maravilhas, lucros de 300%, como em dois meses é possível qubrar ou esse lucro foi parar no caixa dois?

C A R A M B A....

O Cara ta pedindo uma ajuda para a comunidade que ele pertence.  A maioria que está postando aqui tá preocupado em falar de sua incapacidade ou tá preocupado se o cara fez ou não caixa-dois.  Quando se está por baixo não é necessário dar de dedo e chamar-lhe de burro, despreparado, desqualificado... que é o que tem ficado nas entrelinhas dos posts.  Se alguém puder ajudar com alguma ideia ou com serviço para sua facção, agradeço por ele.

Para MK:  Já pensaram em trabalhar sua empresa como se fosse uma cooperativa de serviços, ondes as costureiras (funcionárias) se tornam "sócias"  ?? Assim vc estaria proporcionando um crescimento a elas e talvez houvesse algum comprometimento com a produção, pois a empresa seria de todos.  Nesse sistema, a tributação tb é um pouco menor.  Pense nisso.

Sem  menosprezar ou ser indiferente...

começa importar .

é imoral,mas da um lucrooooooooo..

To inojado desse ramo após 30 anos ...

Parece que teu problema, se entendi bem, eh ter um socio capitalizado! Nao seria isto?

Ou tu estas gastando mais do que ganha? Ai seria uma questao CONTABIL.

SdM - Weinstein, Rabinowichs, Gruenberg & Associados, Sao Paulo.

Jonas, uma costureira que trabalhou para nos chegou a me propor isto uma vez, mas não sei exatamente como funciona, o que me deixa cabreiro seria ter que dividir o lucro do meu bolo com elas sendo que: eu comprei todas as maquinas sozinho.

loquei espaço sozinho, e tudo mais.

Romildo, os lucros do negocio não foram para o caixa 2. até porque meus lucros foram injetados todos em maquinario

com 1 mes de produção deste ano comprei uma cobertura eletronica eletrica

no outro mes uma reta eletronica

no outro uma catraca

e por ai foi, compreendeu? o fato de ter falta de equipamento e ferramenta para trabalhar me forçou a comprar equipamentos para melhorar a produção. e foi justamente aonde me lasquei. comprei o maquinario adequado.

enfim. foi aonde me arrebentei.

estou tentando torrar meu carro e algumas maquinas antigas para tentar levantar um trocado. mas está dificil.

 

P.S Jonas, Obrigado pela força, não questionei quanto a auditoria dos companheiros do forum, afinal de contas eles tem razão quanto a receita

porem, vos lhe digo. o dinheiro é unica e exclusivamente para o negocio.

hoje vivo em função apenas da renda da facção eu e minha esposa nao tiramos salario (por mais que deva colocar no orçamento) porem, como um negocio prematuro e engatinhando não se faz necessario.

somos economicos demais neste quesito. só tiramos quando é extremamente necessario. fora isto é da empresa.

 

Boa tarde 

Amigo quer um conselho procura o SEBRAE eles são otimos e poderão te ajudar.

Tem até consultoria gratuita.

Para agilizar o atendimento faça um plano de negocios detalhando seu negocio e os problemas enfrentados.

Abraço!

Boa Sorte!

Fabio Microgestão Sistemas!


É certo que terão que dividir o lucro, mas o investimento que vc fez vc lança como amortização, ou seja, o retorno para vc do que vc pagpu na frente.

Por ser cooperativa, os cooperados tb tem a função de trazer serviço e no final tudo é rateado.

Aqui em Blumenau, muitas facções sobrevivem porque tem uma ou duas empresas que as mantem com serviço (fixo) para pagar os custos básicos, e o lucros vem dos serviços extras.

Pense nessas duas hipóteses.  O SEBRAE tb pode ser uma boa ideia.  Não conheço o de Jaraguá.


Mk confecção e facção Textil disse:

Jonas, uma costureira que trabalhou para nos chegou a me propor isto uma vez, mas não sei exatamente como funciona, o que me deixa cabreiro seria ter que dividir o lucro do meu bolo com elas sendo que: eu comprei todas as maquinas sozinho.

loquei espaço sozinho, e tudo mais.

Romildo, os lucros do negocio não foram para o caixa 2. até porque meus lucros foram injetados todos em maquinario

com 1 mes de produção deste ano comprei uma cobertura eletronica eletrica

no outro mes uma reta eletronica

no outro uma catraca

e por ai foi, compreendeu? o fato de ter falta de equipamento e ferramenta para trabalhar me forçou a comprar equipamentos para melhorar a produção. e foi justamente aonde me lasquei. comprei o maquinario adequado.

enfim. foi aonde me arrebentei.

estou tentando torrar meu carro e algumas maquinas antigas para tentar levantar um trocado. mas está dificil.

 

P.S Jonas, Obrigado pela força, não questionei quanto a auditoria dos companheiros do forum, afinal de contas eles tem razão quanto a receita

porem, vos lhe digo. o dinheiro é unica e exclusivamente para o negocio.

hoje vivo em função apenas da renda da facção eu e minha esposa nao tiramos salario (por mais que deva colocar no orçamento) porem, como um negocio prematuro e engatinhando não se faz necessario.

somos economicos demais neste quesito. só tiramos quando é extremamente necessario. fora isto é da empresa.

 

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço