Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Índice Ligado a Moda nos EUA Dispara 41% - "Gisele Index"

São Paulo - O índice de exclusividade Gisele Bündchen, criado pelo analista Fed Fuld subiu 41% desde janeiro de 2007, contra 4% de desvalorização do Dow Jones no mesmo período. Isso mesmo. A top model Gisele não é apenas uma referência das passarelas, ou do mundo da publicidade, mas também de um lugar no qual as suas colegas brasileiras que mais se aproximam dela no ranking da Forbes das modelos mais bem pagas do mundo, Adriana Lima e Alessandra Ambrósio, ainda não frequentam: a bolsa de valores.

O analista Fred Fuld, que mantém o blogStockerblog, criou o "Gisele Index" com base nas empresas que pagam para tê-la como garota-propaganda.

Desde o início do acompanhamento, o benchmark do mercado americano, que acompanha as 30 mais importantes ações nos EUA, apresenta uma desvalorização de 4% contra 41% de Gisele. E a diferença poderia ter sido ainda maior caso a Apple ainda fosse um de seus clientes. Gisele participou dos anúncios "Get a Mac" para promover uma nova linha do Macintosh.

As empresas que fazem parte do índice são: Volkswagen, Polo Ralph Lauren Corp, Vivo Participações, News Corp., Procter & Gamble e Disney. Mas para ganhar como Gisele, que nos 12 meses até maio deste ano recebeu 45 milhões de dólares, o jeito é comprar as ações na qual ela aparece. Não há ainda nenhum fundo que siga o índice.

 

Fonte:|http://www.dci.com.br/Indice--ligado-a-moda-nos-EUA-dispara-41_---3...

Exibições: 355

Responder esta

Respostas a este tópico

Que bom para todos nos.

ESTA BRASILEIRINHA NÃO ESTÁ DE BOBEIRA !!!!!!!!!!!!!!

 

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço