Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Amigos é triste saber que o governo isenta algumas cadeias produtivas(  ex.:informatica) de PIS/CONFINS , a última aos fabricantes de TABLETS   e para cadeia textil nada....9,25% de imposto representa muito mais que o lucro da maioria das empresas...Entendo que seja um novo segmento que queiram implantar no país..gerar emprego,etc....mas quanto a nós do textil,vão esperar que boa parte das industrias fecham para depois tomar uma providencia na tentativa de reestabelecer a ordem??? Certamente um recomeço tem custo muito mais elevados que uma medida de apoio e sustentação....vamos exigir ao nosso segmento tratamento isômico a demais industrias deste nosso país.....

Exibições: 315

Responder esta

Respostas a este tópico

Boa tarde amigo gostaria de salientar que pagar esse absurdo de impostos realmente é dificil mas isso tem incentivo em certos lugares por exemplo eu estou abrindo uma tecelagem no mato grosso com isenção de 95% de impostos no caso o icms e imposto de renda pessoa juridica por 10 anos o PRODEIC E ADA que foi um incentivo colocado a disposição pelo governador hoje senador Blairo Maggi hoje o nosso estado e o maior produtor de algodão do pais temos ja fiaçoes grandes instaladas aqui acho que pra nos será muito bom no setor textil se quiser mais detalhes meu email pantanaltextil@hotmail.com ou fone 66-92927922 abraços
Caro colega Ubirata,acho legal a iniciativa do seu estado.Mas nem todos podem ,motar um tecelagem no Mato Grosso na minha opiniao deveria sim ter um forte apoi do Governo federal para todo o setor textil de toda a Federaçao.Hoje estamos por conta da boa vontade dos governadores.Nao podemos mais ter esta guerra fiscal,aqui dentro pois ja estamos brigando com os produtos importados que entrao de diversas formas no Brasil,sem controle,acabando com nossas industrias.Precisamos urgente de mudanças.
Minha pergunta não quer calar, onde estão as entidade de classe nas quais estão engajados ??? Será que elas não sabem o que é fazer LOBBY ?? Garanto que tem grupos trabalhando neste sentido individualmente. Prezados Senhores, vamos botar pressão nas associações, vamos lá. De outro jeito não desempaca.
Prezados, bom dia
Está agendada para o dia 01/06/2011 a primeira Audiência Pública da Frente Parlamentar Mista José Alencar para Desenvolvimento da Indústria Têxtil, de Confecção e da Moda
Tema : Situação atual e perspectivas futuras da cadeia Têxtil, de Confecção e da Moda Brasileira
Local: Auditório Freitas Nobre, Anexo IV - Câmara dos Deputados - Brasília-DF
Data: 1˚ de junho de 2011
A partir das 14:30 h.
Apoio / Organização: Abit / Sinditêxtil

Companheiro Elias Miranda,

tenho cerca de 25 anos no trato  com o tributário. muitos  são os  segmentos que alcançaram isenções.

citamos os hospitais, remédios, informática e outros. estes alcançaram a imunidade, pois, existe amparo legal ou jurisprudencial.

no setor  têxtil é  doloroso sentir o quanto é prejudicional a área, pois,  os  tributos  tomam(sequestram), parte dos lucros, como afirmastes.

falta ai interesse político. falta homens comprometidos  com esta  causa, o que  não foi possível que nosso ex vice presidente, realizasse um grande  feito para o setor, que  ele tão bem  conhecia.

esperemos que  algum deputado ou senador possa comprar  esta briga, que desagradará  com certeza o Governo  atual. 

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço