Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

C/C: O GLOBO, ESTADÃO, FOLHA, VALOR ECONÔMICO, EXAME, ABIT, SINDITEXTIL
 
 
MANIFESTO DA INDUSTRIA TÊXTIL

Nos últimos anos, testemunhamos e vivenciamos indignados, uma recessão crescente no segmento têxtil brasileiro, causando um contínuo fechamento de pequenas, médias e grandes indústrias e o desaparecimento de marcas conhecidas.
Segundo entidades e associações de classe das indústrias de vestuário: fiações, tecelagens, malharias e confecções reduziram seus investimentos, suas produções e suas vendas dos produtos de moda a níveis perigosos por motivos evidentes:

• A alta carga tributária brasileira, que ultrapassa 42% sobre os produtos;
• Custos fixos exorbitantes: energia elétrica, água, transportes; 
• Falta de crédito e alta taxa de juros, em média de 400,65%, maiores que as taxas da China;
• A invasão do mercado nacional por produtos importados, com custos totalmente incompatíveis com a realidade da indústria brasileira.

É importante citar alguns dados, como por exemplo: na área da malharia, os importados cresceram 147%, representando em 2015, 163.000 toneladas de produtos importados de vestuário. Nesse cenário, em apenas cinco anos, sobreviverão apenas 1/3 das indústrias do setor, refletindo diretamente em mais de um milhão de empregos.
Apesar de o Brasil ser considerado um lançador de moda e ter um parque industrial moderno e eficiente, o industrial não tem mais energia para combater o custo Brasil. Somos um país de raízes profundas e diversas, de diferenciações e diversidades, de artistas e altruístas, generosos populares e universais. Somos muito bons no que fazemos, mas apesar de lutarmos muito não conseguimos vencer a concorrência dos produtos asiáticos, não porque somos menos competentes, mas pela falta de infraestrutura, pelos altos custos dos impostos e serviços controlados pelo Estado, pela falta de apoio ao setor, pela complexidade das legislações tributárias, trabalhistas, ambientais, etc, que geram custos e tempo perdido para a empresa, pela baixa especialização de nossa mão de obra, enfim dos diversos fatores que não podem ser controlados pelas empresas, mas que deveriam ser fornecidos pelo Estado. 
A diferenciação e a originalidade farão a diferença da nossa indústria, e como empreendedores, somos responsáveis por essa mudança, mas precisamos de incentivo:

• Concorrência leal;
• Aumento da alíquota de importação e controles adequados nos portos;
• Regime Tributário Diferenciado Competitivo;
• Redução da carga tributária;
• Medidas apropriadas de salvaguarda;
• Criação de uma política antidumping para todos os produtos têxteis acabados ou não, importados de qualquer lugar do mundo por valores simbólicos e que remetam o produto brasileiro a comparações ridículas de valores e inatingíveis pela indústria nacional.

Tecnicamente, o dumping, ou política de preços predatória como também é chamado, consiste em vender um produto abaixo do custo com a intenção de dominar o mercado e, assim, eliminar a concorrência, para, posteriormente, impor preços altos, deixando os consumidores sem opções e os submetendo a uma armadilha inescapável.
Querem quebrar nosso parque industrial e tomar posse do nosso mercado! Seremos monopolizados pelas indústrias asiáticas ou por quem importa seus produtos!
O governo deve se posicionar: Lealdade à Pátria ou a China? Lealdade ao povo ou aos partidos? O governo vem perdendo o foco, o rumo, a bússola, a régua e o compasso. Perderam os princípios e a capacidade de gestão. Até quando, a indústria têxtil brasileira terá que se ajoelhar e implorar para trabalhar, crescer, empregar e produzir? Ate quando teremos que demitir nossos empregados que tentam viver privados de: saúde, educação e segurança? 
Temos que repensar novos caminhos porque o governo brasileiro não mais nos representa.

Exibições: 2145

Responder esta

Respostas a este tópico

Prezados

Todos os manifestos devem tambem serem encaminhados a Brasilia na pagina www.brasil.gov.br

O remetente se identifica e no link "Fale com a Presidenta" tem um pequeno formulario de seus dados e abaixo o local do texto.

Essa pagina me e' bastante familiar porque la' diariamente coloco minha indignacao como cidadao.

O que escrevo hoje,ha' 30 anos seria intoleravel.

Aproveitem o momento para nao se arrepender mais tarde.

Fale...diga...abra o coracao...coloque as opiniaoes.....mas que seja para aqueles que precisam ouvir e ler.

O POVO ja' esta exausto de tanto ler manifestos e ouvir discursos ao vento.

Na minha opiniao nao adianta muito bater na Presidente porque quem manda efetivamente e' o Legislativo que nos colocamos la'.

A responsabilidade da qualidade do legislativo e' inteira do Povo e este predicativo espelha exatamente o nosso estagio de civilidade.

Porisso que digo sempre que um grande Pais se forja sob a qualidade dos Lares.

Porque os jornais nao colocam em primeira pagina os manifestos mostrando a indignacao da Nacao?

Simples...os Estados por intermedio de suas propagandas na Midia....os bancos mandam na Midia...

A Midia ao longo do tempo perdeu a coragem de falar a verdade e se indigna com a inverdade ou meia verdade.

Falar a verdade faz bem para a gente e ao Pais...principalmente para seu Povo mais humilde e menos protegido.

Falar...critica...colocar a opiniao...contestar mas sem injuriar e' exercer a DEMOCRACIA...

Luiz

Paola....nota 1000!!!

na realidade nao temos governo comprometido com o futuro do Brasil!!! são situaçoes que alegam que as importaçoes é somente para equilibrar preços e ajudar no controle inflacionario!! mas pelo visto vamos continuar a exportar matéria prima, gerar empregos na Asia, e depois adquirir produtos importados a preços ""da china"" !!!! é praticamente impossivel manter custos baixos ( principalmente impostos )  com a corja de governantes que temos ( alias  eleito pelo povo de bolsas e bolsas principalmente...) continuamos sem rumo, em ínicio de uma profunda rescessão...pib  a desejar ...etc.,..etc...somente se for implantada uma politica de reindustrialização é que poderemos recuperar ao ongo tempo....mas para isto é necessario no minimo limitar as importaçoes!!! nao vejo outra solução!!! nenhum país é competitivo, qdo nao existe isonomia de economias!!!

abç/adalberto

p.s ..enviei tb para o sinditec...

abç/adalberto



georges xavier disse:

concordo.

o que as industrias têxtil fez para melhorar o sua matéria prima.sera que o dinheiro ganho todos estes anos de industria, foram gasto nela.por que o governo tem que sempre ajudar. todas as industria de tecidos do brasil,não investirão em profissionais,sempre fabricaram o mesmo artigo,como uma fabrica de roupa pode fazer a mesma coisa o tempo todo.se a mudanças na moda o dia apos dia.eu compro uma malha pv de uma empresa a mais de 10 anos, hoje ela foi vendida, estou 6 messes sem produzir as minhas blusinhas campeã ,já comprei de outra fabrica,não gostei, estou pensando em fabricar a malha, comprar o equipamento.e o caminho que as industria de tecido tem que procurar. gosto da entrada da china, de outros países,assim posso competir,do lado da minha loja tem roupas importada, mas a minha loja vende bem mais, e esta sempre lotada,eu sei que o cliente gosta de novidade, modelagem,acabamento, criatividade.a china tem produção,nos brasileiros temos,coração e amor pela costura,pelo brasil. minha mãe tem 76 anos ela ate hoje paga os funcionários da fabrica, que emoção maior.nem lembro que existe china,minha fabrica e de jeans.

Georges Xavier boa noite:

Você pode me enviar o nome e telefone de sua loja para calruto@gmail.com para fazermos contatos comerciais.

 

 

Abs.

Pedro

 

 

blusashorrara.webstorelw.com.br
Pedro Aruto disse:

Georges Xavier boa noite:

Você pode me enviar o nome e telefone de sua loja para calruto@gmail.com para fazermos contatos comerciais.

 

 

Abs.

Pedro

 

 

Paola,vc pode fazer a sua china,eu faço a minha,tenho mercadoria competitiva,preço,qualidade.......eu encontrei o meu caminho.adoro roupa fina bem feita,alfaiataria nota 10,mas não tinha dinheiro para fazer catalogo de 50 mil,modelo de 5mil,fotografo de 3 mil.eu era estilista e modelista de varias empresas de minas gerais,hoje modelos para varia fabricas do mundo,de jeans,na Itália, e tenho a minha de malha e jeans pequena.......

adalberto oliveira martins filho disse:

Paola....nota 1000!!!

na realidade nao temos governo comprometido com o futuro do Brasil!!! são situaçoes que alegam que as importaçoes é somente para equilibrar preços e ajudar no controle inflacionario!! mas pelo visto vamos continuar a exportar matéria prima, gerar empregos na Asia, e depois adquirir produtos importados a preços ""da china"" !!!! é praticamente impossivel manter custos baixos ( principalmente impostos )  com a corja de governantes que temos ( alias  eleito pelo povo de bolsas e bolsas principalmente...) continuamos sem rumo, em ínicio de uma profunda rescessão...pib  a desejar ...etc.,..etc...somente se for implantada uma politica de reindustrialização é que poderemos recuperar ao ongo tempo....mas para isto é necessario no minimo limitar as importaçoes!!! nao vejo outra solução!!! nenhum país é competitivo, qdo nao existe isonomia de economias!!!

abç/adalberto

Se continuar como sempre:

 

É MAIS OU MENOS ISSO QUE VAI ACONTECER NO BRASIL NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES!
 
NÃO É A POLÍTICA QUE FAZ O CANDIDATO VIRAR LADRÃO.
 
É O SEU VOTO QUE FAZ O LADRÃO VIRAR POLÍTICO.
 
(Autor desconhecido)

Senhores,

Tivemos como vice-presidente , um empresário do setor; temos como presidente da Fiesp um "amigo" de nosso setor; temos vários políticos que são representantes do nosso setor.

O que acontece então?

 

 

e incriável,quando nos lutamos para melhorar  e  chegar. ex; lula/quando esta la..............???????????O que acontece então?um pais sem caminho,sem futuro, sem dinheiro, sem-vergonha,,,,,,,

Prezados

Enquanto nao colocarmos as maos sobre nossas cabecas e assumirmos que a atual e sempres situacao do Pais e' de nossa inteira responsabilidade,as coisas vao continuar assim mesmo.

Nos nao aceitamos nossos erros...somos orgulhosos demais para isso...entao as coisas continuarao assim.

Os comentarios dessa coluna demosntram isso.

Nao importa se teremos ou nao eleicoes em 2014...isso e' irrelevante porque o voto aqui ainda e' coisa de carta marcada...

Quase todos aqui ficam falando de chavoes...de politicas errada...de desmandos...de lulagens...metendo o pau na Dilam enfim de coisas de pouca relevancia para o futuro...o que se falou e se que se fala aqui,sao sobre o passado deles...e e' isso que os politicos,colocados la' por nos mesmo,querem ouvir...sao os temas das facanhas e glorias deles....

Infelizmente esse papo me faz sair dessa discusao que roda...roda...roda...mas nao vai a uma direcao diferente...nao existe a verdadeira intencao do BASTA!!!..esse sentimento ve-se de maneira nao muito clara nas ruas...por falta de lideranca...

Passado somente interessa a quem gosta de ficar ou se contente com as situacoes...que no fundo...no fundo mesmo esta' otima para muitos que vivem disso...daqueles que vivem da res publica...das ajudas dos BNDSs da vida...com o fruto da amizade com os Poderes...com a faixa que a Corte lhes concede...........

Sou de uma geracao um pouco mais exigente e conciente da verdadeira realidade...eu sou de uma geracao que levou muita borrachada da cavalaria pelas costas e baioneta pela frente...e que teve que esperar muito mais para votar pela primeira vez...

Desculpe-m o desabafo mas e' o como vejo atualmente as coisas...

Esse e' o pagamento por nao termos formados lideres para serem porta voz de nossos anseios enquanto trabalhao duro...teremos que esperar mais uma geracao para prepararmos esses lideres...

O resultados das urnas de 2014 dira' se fizemos ou nao a licao de casa...DEUS nos ilumine para que sim!!!!!!!

Abracos a todos e at'e uma outra motivacao.

Luiz

nao podemos tbg esquecer que mais da metade de nossos deputados, e inumeros senadores SÃO INTEGRANTES DA FRENTE PARLAMENTAR JOSE DE ALENACAR!!!!  isto é pura sacanagem!!! são apenas para aquisição de votos futuros em suas campanhas!!!! em Americana temos Macris, Sardelli.....temos sinditec....e criou-se aqui neste blog o grupo PRIMAVETA TEXTIL  e daí??? eu particularmete penso que se nao vai por bem...temos que ter outros artificios sejam eles quais forem!! veja que já virou piada!!  e isto nao acontece apenas em nosso setor, mas  em outros segmentos tb!!!  e temos ainda as ""forças sindicais + mst "" que sairam as ruas para reinvidicar redução de jornada de trabalho??? isto é palhaçada demais!!! perde-se o foco!!!ao inés de lutarem para manter o mpaís industrializado!!!  vejam que nosso governo não tem esta meta!!!!


 
Hilario Aleixo Munhoz disse:

Senhores,

Tivemos como vice-presidente , um empresário do setor; temos como presidente da Fiesp um "amigo" de nosso setor; temos vários políticos que são representantes do nosso setor.

O que acontece então?

 

 

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço