Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Como o setor têxtil é de vital importância para a economia do Ceará, a demanda por mão de obra na indústria têxtil é imensa e precisa ser constantemente formada e preparada. Diante disso, o Sinditêxtil fechou um acordo com o governo do Estado, para coordenar um curso de formação de costureiras.

O governo exigiu que o curso devesse atender a um grupo de pelo menos 500 mulheres. Como o governador é do PT, exigiu que as mulheres fossem escolhidas dentre as que participam do programa Bolsa Família.

O importante acordo foi fechado dentro das seguintes atribuições:

O governo entrou com o recurso; o Senai com a formação das costureiras, através de um curso de 180 horas/aula e o Sinditêxtil, com o compromisso de enviar o cadastro das formadas às inúmeras indústrias do setor, que dariam emprego às novas costureiras de imediato.

Foram contatadas as empresas e acertado a contratação.

Pela carência de mão obra, a ideia não poderia ser melhor.

Pois bem.

O curso foi concluído recentemente e, com isso, os cadastros das costureiras formadas foram enviados para as empresas, que se prontificaram em fazer as contratações.

E foi nessa hora que a porca torceu o rabo, gente.

Anotem aí o número de contratações:

Zero!

Entenderam bem?

Zero !

Sabe qual o motivo?

Simples, embora triste e muito lamentável, como afirma com dó, o diretor do Sinditêxtil: “Todas as costureiras, por estarem incluídas no Bolsa Família, se negaram a trabalhar com carteira assinada. Para todas as 500 costureiras que fizeram o curso, o Bolsa Família é um benefício que não pode ser perdido”.

É para sempre. Nenhuma admite perder o subsídio.

(Pedro Bittar, do Sinditêxtil)

http://www.dm.com.br/texto/164257-mulheres-cearenses-acredite-se-qu...

Exibições: 2036

Responder esta

Respostas a este tópico

Onde vamos chegar?????????   E quando as empresas fecharem por falta de mão de obra qualificada, o que o nosso governo pretende fazer? Será que vai nos dar a Bolsa Empresário Falido?

Eduardo, a conta bate sim!
Acontece que as mulheres não querem trabalhar de maneria FORMAL para não perder o benefício. Mas de maneira INFORMAL elas trabalham costurando em suas casas, em facções frias, etc e então além do benefício, em muitos casos adquirem mais de R$ 1.000,00 em produção. Somando os dois, dá o dobro que um salário mínimo. 

Carteira registrada no interior do sertão nordestino é luxo que poucas pessoas se quer compreendem a importância.

Valeu.

  

Eduardo Barrios disse:

Também não gosto dos petralhas, mas, neste caso, acho que a conta não bate.

O teto do bolsa família é R$306,00 reais. Salário mínimo é de R$ 724,00. Porque alguém abriria mão de ganhar mais dinheiro, se tivesse essa oportunidade? Acredito que nem todas as famílias recebam o teto.

Conheço pessoas a quem o benefícios ajudou e muito a conquistar o básico para se viver, conheço quem devolveu o cartão quando o titular ou um dos filhos conseguiu emprego, bem como conheço gente que não faz jus aos critérios minimos para obtenção do benefício e dele usufrui.

É muito leviano querer culpar o governo por gente sem boa vontade e preguiçosa. Isso se aprende em casa, não é o governo que vai definir isso. É problema pessoal, não governamental. Agora por causa de preguiçosos cancelariamos um beneficio que pode ajudar muita gente que realmente necessita ?

Parcimônia.

Concordo Samuel, mas acredito que o governo é extremamente falho no que diz respeito a educação. Precisamos de mais e de melhores escolas, com salários justos para professores, etc. Hoje é praticamente proibido reprovar algum aluno, para não precisar construir novas escolas, etc...
O moleque com 12 anos já quer bater no professor e o professor não pode fazer absolutamente nada. Conheço professor que foi perseguido por alunos e a unica alternativa foi parar de lecionar por dois anos, para depois voltar a lecionar em outro colégio. Isso é surreal e é culpa absoluta do governo. Então é esse tipo de pessoa, filhos da pobreza, de mães solteiras e pais viciados em crack, de ensino básico e fundamental medonhos, é que usufruem erroneamente dos benefícios. 



Valeu,

SAMUEL MARINHO disse:

Conheço pessoas a quem o benefícios ajudou e muito a conquistar o básico para se viver, conheço quem devolveu o cartão quando o titular ou um dos filhos conseguiu emprego, bem como conheço gente que não faz jus aos critérios minimos para obtenção do benefício e dele usufrui.

É muito leviano querer culpar o governo por gente sem boa vontade e preguiçosa. Isso se aprende em casa, não é o governo que vai definir isso. É problema pessoal, não governamental. Agora por causa de preguiçosos cancelariamos um beneficio que pode ajudar muita gente que realmente necessita ?

Parcimônia.

Oi Ruan, tudo bom?

Concordo com vc em algumas coisas.

Quando vc diz "O moleque com 12 anos já quer bater no professor e o professor não pode fazer absolutamente nada. " Isso por exemplo, é falta de educação em casa. Também conheço professores que pisam em uma sala de aula e não voltam nunca mais, como já presenciei.

Acho que o maior problema hoje em relação a isso, sabe o que é?  Os próprios pais. Tenho duas irmãs que são professoras, tomo o caso delas como exemplo, mas sei que isso se repete em todos os lugares.  Hoje em dia os pais acham que a obrigação de educar filhos é o Estado. Mas não é. Só que o pior não é isso. Os pais tiram de suas costas a responsabilidade de educação dos filhos, joga nas costas do Estado e o professor ( ali sendo o quebra-mar) não pode se quer corrigir um aluno, pois no dia seguinte tem pai na porta de escola querendo agredir professor. 

Concordo quando diz que o sistema educacional é falho, vejo que é falho na infraestrutura das escolas, na valorização dos professores, na qualidade da grade curricular. Mas tem coisas que vem de casa, respeito se aprende em casa, ou a vida vai ensinar na base da pancada. E é o que vemos muito por aí. 

Vou ser honesto com você. Cresci em uma comunidade considerada "de risco". Tive acessos a alguns programas do governo, tipo esses de esporte e arte. Mas quantos jovens você acha que se inscrevem nesses programas? Por experiencia própria, te digo que a causa não é para estudar ou trabalhar. 

Infelizmente tem gente que nasceu pra ser vagabundo. Acho que todos devem sim, ter as mesmas oportunidades acesso a educação e trabalho, mas a má vontade da população, não pode cair nas costas do Estado. Assim como você, tem muitas coisas no governo que me deixa indignado, mas não acho que a má vontade da população é culpa do governo.

Agora, se ele faz uso disso pra manipular, a culpa é mais nossa do que dele. Mas deixo claro, que não estou defendo Dilma, PT ou quem quer que seja. É somente meu ponto de vista.

Por favor, espero em momento algum ter lhe ofendido com alguma opinião, é só como penso. 

Abraços

É isso mesmo. O Bolsa Família é um plano maravilhoso para romper o ciclo da pobreza, ou seja, fazer com que o filho do cara que mora no lixão tenha acesso a um mínimo necessário para ele não continuar morando no lixão pelo resto de sua vida como seus pais. Porém vem sendo utilizado ao mesmo tempo como "curral eleitoral". Era para atingir 10 milhões de pessoas nesse estado de miséria, mas já são praticamente 35 milhões de beneficiários e crescendo, muito possivelmente, 35 milhões de votos garantidos. O foco foi desviado, virou máquina eleitoreira infelizmente. 

Concordo com você quando diz que a educação vem de casa. Mas nosso governo é paternalista em diversos aspectos. Todo cidadão tem a obrigação de colocar o filho na escola, sob a tutela do MEC; e nem que você tenha todas as condições possíveis e queira, você não tem o direito de ensinar seu filho em casa. Cada vez mais cedo o seu filho é obrigado a ir para o colégio. Se você der uma palmada no seu filho, ele mesmo já sabe, talvez esteja sendo até instruído no colégio que é para chamar o Conselho Tutelar. Educação religiosa, que representa muitas vezes a tradição de família mais longínqua, o primeiro código moral da maioria dos cidadão até então, não pode mais ser ensinado no colégio. Somos meros provedores; de resto, quem diz o que pode, como pode e quando pode é o estado. Então é lógico que, principalmente as pessoas menos esclarecidas e carentes acabam aceitando essa ideia e depois até exigindo esses "direitos". Isso nada mais é que uma estratégia para cortar as raízes das pessoas para desenvolver uma nova cultura, está mais uniforme, sem diferenças, onde todos pensam parecido e são mais fáceis de manipular. Então como culpar todos esses coitados envoltos nessa massa em manipulação? O governo age assim porque cabe a ele fazer acontecer, porém o que percebo é que não estão manipulando as pessoas porque elas são desinformadas e carentes, então eles estão os orientando pelo melhor caminho, um caminho planejado e executado com mão de ferro. Tão manipulando as pessoas simplesmente para se manterem no poder para sempre. Ponto.

Não é teoria da conspiração. É o que está acontecendo em nossas barbas. 

É para sempre. Nenhuma admite perder o subsídio.

Ruan...desculpe...os beneficiados totalizam 35 milhões, porem o nº de famílias é de 13,5 milhões!!!!! mas vc está correto ....pois são 13,5 mil de votos para a presidentA

iCOMO TEMOS 140 MILHOES DE ELEITORES, sto significa que Dilma  ganha somente de ELEITORES DE bolsa família QUASE 10% DOS VOTOS !!!!! portanto se não fosse esta picaretagem, o PT não seria reeleito!!!!

abç/adalberto

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço