Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Nova fábrica do segmento têxtil é inaugurada na Região do Sertão

foto: ascom

De acordo com a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba- FIEP, a atividade têxtil é um dos pilares da produção industrial no Estado. A informação ganha respaldo da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba – CINEP, que destaca as cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras, como os principais pólos de produção têxtil no Estado.

O município de Cajazeiras, localizado na região do sertão, com uma população de quase 60 mil habitantes, abriga a sede de uma das mais importantes indústrias da Paraíba – a Fiação Patamuté Ltda. A empresa em atividade no estado há duas décadas é responsável por uma fatia significativa de geração de emprego e renda no sertão paraibano.

De acordo com o diretor administrativo da Fiação Patamuté, Pedro Abrantes, a indústria gera aproximadamente 400 empregos diretos na região. Atua ecologicamente no segmento têxtil, com foco na produção de desfibramento de fios de resíduos, atendendo de forma diferenciada os segmentos de tecelagem, malharia e fábricas de barbante.

A indústria possui um parque industrial, operando em uma área fabril de 20 mil metros. Com máquinas modernas de última geração e tecnologia de ponta, a empresa produz em média 800 toneladas de fios por mês e os produtos são distribuídos na Paraíba e outros estados do Brasil, a exemplo do Rio Grande Norte, Ceará, Pernambuco, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. É, sem dúvida, um dos maiores produtores de fios coloridos desfibrados do país.

Neste final de semana, a Fiação Patamuté Ltda. inaugurou uma nova unidade têxtil em Cajazeiras – a Indústria Patex Patamuté Ltda., que na prática representa a expansão do grupo na região. Com a inauguração da nova unidade, o grupo pretende ampliar sua produção de imediato para 900 toneladas/mês.

Pierre Gonçalves Abrantes, diretor administrativo da Fiação Patamuté, explica que a meta é tornar a empresa cada vez mais competitiva no mercado têxtil, por esta razão, foram feitos investimentos nos maquinários de todo o processo produtivo, com vistas a manter a qualidade do portfólio da empresa que atualmente é composto de aproximadamente 27 cores de fios coloridos.

O presidente da FIEP, Francisco de Assis Benevides Gadelha, esteve em Cajazeiras, acompanhado do vice-presidente da federação, Magno César Rossi. Juntos, visitaram a matriz do grupo – Fiação Patamuté Ltda. – e a nova unidade inaugurada neste sábado, 1º de abril.

Para o líder empresarial, este novo empreendimento no Sertão, confirma o espírito empreendedor dos empresários paraibanos e a pujança do sertanejo que não se deixa abalar diante dos desafios e consegue enxergar as oportunidades de negócios no Estado.

https://paraibaonline.com.br/nova-fabrica-do-segmento-textil-e-inau...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 1990

Responder esta

Respostas a este tópico

Ano passado tivemos algumas notícias de fábricas têxteis sendo fechadas. Enfim,uma boa notícia: inauguração de uma nova fábrica.
Meus cumprimentos ao senhor Pierre Gonçalves Abrantes.
Ano passado tivemos algumas notícias de fábricas têxteis sendo fechadas. Enfim,uma boa notícia: inauguração de uma nova fábrica.
Meus cumprimentos ao senhor Pierre Gonçalves Abrantes.

Q gde notícia, muito no alegra, com tantas outras tristes ultimamente em nosso setor, são heróis em tempos difíceis, e exemplos de aposta em nossa combalida economia....Parabéns

Parabéns.  Facilidade de mão de obra Farta  à Treinar.

Fico muito Feliz.  Conheço Cajazeiras e povo local.

    Para o líder empresarial, este novo empreendimento no Sertão, confirma o espírito empreendedor dos empresários paraibanos e a pujança do sertanejo.

   É, sem dúvida, um dos maiores produtores de fios coloridos desfibrados do país.

Responder à discussão

RSS

© 2017   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço