Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Greice Verrone

Designer de Moda

 

 

Antes de conhecer os primeiros passos para montar uma confecção de roupas, saiba que existem dois tipos de confecção:

 

  1. a que trabalha por encomenda para outras marcas ou estilistas -  nesse tipo de empresa os clientes solicitam o trabalho e determinam um prazo para entrega,  e nesse caso o pedido já vem acompanhado da modelagem,  ficha técnica e/ou peça piloto do modelo. O trabalho dessa confecção seria fazer o encaixe da peça, corte, fechamento e embalagem.

 

  1. a que  trabalha com criação própria, dona da própria marca ou ponto de venda – nesse tipo de confecção é necessário pesquisar tendências da moda anteriormente, porque clientes e consumidores sempre buscam por inovações e, em determinadas épocas, buscam o hit da estação. Com o processo de pesquisa torna-se possível aproveitar todas as criações para que sejam efetivamente vendidas. Após a pesquisa é necessário criar a coleção, fazer modelagem, pesquisa de materiais, etc., Para esse tipo de confecção, é necessária  a contratação de um design de roupas para criar as peças, modelista, costureiras habilitadas para confeccionar as roupas desenhadas, vendedores para oferecer os produtos, um gerente de produção para controlar a quantidade realizada e um gerente administrativo para tomar conta do empreendimento legalmente, que geralmente é o cargo ocupado pelo dono do negócio.

Entre os primeiros passos para montar uma confecção de roupas, está o processo legal. Ele envolve abertura de firma, obtenção de CNPJ e cadastro na Prefeitura. Assim, você pode ter a sua nota fiscal, algo essencial para as lojas que irão comprar e revender peças criadas, assim como para que, em caso de loja própria, seja possível comercializar os itens dentro das normas e padrões, porém, neste caso, é necessário seguir mais outros passos. Veja a seguir.

 

O primeiro passo é investir sem ter retorno direto, por isso um capital inicial tão alto. Você está criando uma marca do nada e por isso gaste sem pensar em ter retorno imediato, afinal será necessário primeiramente comprar tudo o que é essencial para a montagem de seu negócio para que a fabricação possa iniciar, ser repassada para os clientes e somente depois você poderá, realmente, verificar os resultados em questão de lucro, o que também pode demorar até suprir os gastos com as despesas geradas ao longo deste processo. Avalie se você está preparado para isso.

 

O local deve ter espacço para estoque de rolos de tecidos que devem ser acondicionados sempre na horizontal, espaço para mesa de corte, máquinas industriais para vários tipos de costura, máquinas de corte, tesouras,  mesa de revisão de peças, departamento administrativo, refeitório, banheiros.

 

 

Defina se quer roupas para crianças, adolescentes ou adultos. Depois se para homem, mulher ou ambos os sexos. Em seguida se blusas, calças, vestidos ou tudo junto. Para definir os tipos de peças a serem confeccionadas é preciso uma boa análise do perfil do cliente.

 

Esta é a parte mais importante: fabricar algo que seja vendável. Por isso, o dono de uma confecção deve sempre estar em sintonia com seu design de criação, para que sejam desenhadas peças que possam ser vendidas facilmente e não seja um desperdício de material. A dica é ser informado no setor de moda, seja por revistas, jornais ou televisão.

 

É preciso também está ligado na mudança de estação do ano, quando surgem modelos específicos para aquele momento didático. Uma dica é acompanhar as semanas de moda do Rio e São Paulo, que mostram as tendências para as próximas estações ao menos três meses antes do clima mudar, o que lhe dá tempo de investir em compra de material, desenhar e produzir modelos.

 

A modelagem também faz parte deste processo! Uma parte importantíssima, diga-se de passagem. Escolha um profissional competente e que faça peças que se encaixem perfeitamente no corpo do público-alvo estipulado. Outro ponto essencial: permita e incentive a inovação no processo de modelagem. Isso poderá ser o grande diferencial da sua confecção!

 

Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Comece por aí. Dos primeiros passos para montar uma confecção de roupas, faça do planejamento o pontapé inicial

 

Greice Verrone

Designer de Moda

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

 

 

Exibições: 1470

Responder esta

Respostas a este tópico

  Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento.

Com certeza é muito importante fazer um planejamento. A formação do preço de venda é um dos aspectos de maior importância na gestão de uma Confecção, pois inclui os custos do produto, o que acaba por influenciar desde o processo de desenvolvimento até o setor produtivo.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço