Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Receita Federal apreende duas toneladas de tecido infantil com indícios de falsificação

A Receita Federal no Porto de Suape anunciou nesta quarta-feira (16) que apreendeu, no início desta semana, duas cargas de material infantil importado da China com fortes indícios de falsificação. Na mercadoria confiscada, estavam duas toneladas de tecidos com desenhos dos personagens “Ben 10”, “Mickey” e “Pato Donald”, além de 241 guarda-chuvas com desenhos semelhantes ao da personagem "Hello Kity".

De acordo com a Receita Federal, as duas cargas têm um valor aproximado de revenda avaliado em R$ 70 mil. Os proprietários das marcas foram procurados para esclarecer a apreensão e, se for comprovada a falsificação do material através de documentos fiscais, as mercadorias ficarão retidas e o importadores podem responder criminalmente pelo uso indevido da marca.

A apreensão de produtos falsificados, além de combater a concorrência desleal e proteger empregos brasileiros, protege a saúde da sociedade, segundo a Receita. Isto acontece por que as mercadorias falsificadas retiradas do mercado não possuem qualquer controle de qualidade em sua produção, podendo ter em sua composição elementos químicos tóxicos à saúde e proibidos no Brasil.

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2014/04/1...

Exibições: 664

Responder esta

Respostas a este tópico

ROMILDO, VELHO AMIGO, SÓ ISTO FOI PEGO?? E O RESTO QUE ENTROU NOS OUTROS CONTEINERS??

são realmente discretos!!! basta dar um pulinho em santos...e ver as artimanhas!!!isto nao é nada!!! mas tem que queimar esta mercadoria ( se for comprovado ) ao invés de leiloar!!!

O grande problema é que tem muito "peixe grande" importando réplicas e marcas falsificadas no Brasil. Enquanto isso, a indústria brasileira e as marcas próprias pagam altos impostos e pouco pode ser feito em função desta concorrência desleal!

Leandro vc tem e muita razão!!! fora os cnt que chegam ""off"" !!!! mas temos que simplesmente ""dedurar"" e dar nome aos bois!! seria uma exigência que a RF teria que ter como norma:  tudo que importar necessita de uma licença de importação...desta forma quem assinar este laudo técnico, e assim todos os engenheiros responsáveis por emissão dos mesmos seriam tb responsáveis!!!e não são valores que afetam  o custo final, aliás eu não me importo nada se fosse afetado!!!sabemos que muitos e muitos trazem ilegalmente, concorrendo de forma desonesta com os que importam regularmente, pagando tributos e mais tributos!!! se a RF quiser, basta fazer ""um rapa"" em 25 de março e Brás...e ""negociar "' com os camelôs""...para terem a fonte!!!! sabe que se quiserem é possível ainda consertar este país!! o pior são as empresas que abrem um escritório Argentina, Uruguai, Paraguai ( como se fazia antigamente no Panamá )  e importam da China e depois vem via Mercosul  por estes países!!! com certificados de origem falsos, como se o produto fabricado fosse de origem destes países!!! já pude ver em uma empresa, oportunista que trouxe fronhas, lençóis entre outros....alguns ainda refazem a embalagem!!!

RF ...pf ....nos ajudem!!!!!

tfa/adalberto

19 99764 7960!

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço