Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano VI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano VI

CUSTEIO INTEGRAL, GLOBAL, COMPLETO (FULL COSTING)

DEFINIÇÃO DE CRITÉRIO DE APURAÇÃO.doc


 Erivaldo José Cavalcanti


Corresponde à forma tradicional de custeio, em cujo centro está o pós-cálculo de custos, no qual se apropriam todos os custos sucedidos no período sobre os produtos.


Os custos sucedidos no período correspondem às quantidades de insumo/consumo reais, a preços reais.


É o Método de Custeio que apropria todos os custos indiretos fixos industriais aos produtos, em função do Nível de Atividade Real.


O Custo Ocioso da Capacidade não aproveitada fica incluído na avaliação do Custo de Produção. O nível de atividade da empresa sempre será fundamental e indispensável para situá-la no contexto.


Poderá apresentar  resultados inesperados, sempre que o Nível de Atividade Real divergir substancialmente da capacidade normal e quando, simultaneamente, os Custos Indiretos Fixos são elevados, em confronto com os
Custos Diretos e Indiretos Variáveis. Esta condição se torna cada vez mais
comum, devido às modificações da estrutura tecnológica, em conseqüência da
automação dos processos industriais. Contudo sempre será a apuração do custo
real da empresa.


Todos os custos e despesas operacionais, diretos e indiretos, fixos e variáveis, de todas as funções, de produção, comercialização, e administração, (exceto tributos) são apropriados aos
produtos.


Por conseqüência, em termos rigorosamente técnicos, os custos dos produtos apresentam validade para o grau de ocupação da empresa, no momento da apuração.


Se confrontados todos os Custos Operacionais com todas as Receitas Operacionais, o Esquema de Cálculo proposto pelo Custeio Integral permite determinar o que, na Contabilidade Geral, se denomina Lucro Operacional
Líquido.


O método de custeio global, integral ou completo, sustenta que todos os gastos em que incorre a empresa para produzir e vender são cargas de custos de tal produção e venda e que, portanto, todas as cargas
de custos devem incorporar - se ao custo final.


Em outras palavras, o custo final dos produtos absorve todos os custos operacionais normais e correntes da empresa, tanto de produção, quanto de comercialização, e administração.


As características essenciais do método de custeio proposto são:


1. Realizar uma análise das cargas de custos, classificando-as em diretas e indiretas.


2. Atribuir ao custo final dos produtos todas as cargas de custos operacionais do período, diretas e indiretas.


Os custos indiretos são atribuídos ao custo dos produtos através de um instrumento contábil de distribuição ou rateio, utilizando o Mapa de Localização de Custos, que classifica e aloca os custos
indiretos inicialmente por Centros de Custos.


Os Custos Indiretos alocados nos Centros de Custos são ainda agrupados, para facilitar a apropriação destes, em Centros de Apoio e em Centros principais da Produção, Comercialização, e Administração. (exceto
tributos)


Assim, por exemplo, para fins de custeio, apuração do resultado operacional bruto do período ou exercício e formação de preço, são considerados os Custos de Produção, incluindo os custos dos Centros de Apoio a
eles distribuídos ou rateados e as despesas de comercialização, e
administração. (exceto tributos)


As amortizações de investimento deverão ser tratadas de forma isolada, pois não é uma despesa comum a todas as empresas.


 


 

Tags: GDC, apuração, custos, estratégia, gerenciamento, gestão, projeção

Exibições: 226

Anexos

Textile Industry

O Maior Portal de Informações Têxteis e do Vestuário do Brasil

© 2014   Criado por Textile Industry.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço