Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

A ascensão – e queda da China.

 

        Eu creio que alguns dos grandes segredos do desenvolvimento da China são: (1) alta produtividade, (2) baixo salários e um (2) Estado repressivo eficaz.

        Alta produtividade com falta de sindicatos, reivindicações, e a euforia do povo ter um teto rudimentar, e poder comer decentemente geram para um povo recém saído de uma abjeta pobreza, um senso de honra, de vitoria de alegria e uns até quase euforia. E isso e louvável e motivador.

        Os baixos salários e a sobre carga de trabalho – não remunerado – ainda são bem aceitados, onde o trabalho braçal é visto como uma “recompensa social” ou uma grande sorte: Um pouco é uma riqueza para quem está destituído. Baixos salários são infinitamente superiores a falta dos mesmos, Um subemprego é preferível a miséria humana nos campos de arroz.

        O Estado repressivo organiza aquela imensa massa humana heterogênea, e em certas instancias quase tribal. A repressão comunista foi infinitamente melhor para a China caótica do pós-guerra, avassalada por problemas centenários de fome, miséria, exploração, fome, prostituição tudo isso exacerbados pelo ópio inglês que descia como uma cachoeira sobre a população emasculada e inerte.   

        Como dita a historia, está chegando a hora da China, ela terá a sua ascensão, o seu apogeu e também a sua queda.

        A queda da China poderá ser mais rápida porque ela esta alicerçada num regime autoritário e a historia também dita que eles eventualmente caem.

        No caso da China, antagonicamente, vejo o seu sucesso como o começo de um processo de erosão de seu poder: A mídia, a democratização as liberdades pessoais, a saída do esforço coletivo para o individual, eventualmente baqueara também a China.

        À medida que as coisas melhorem e que maior livre-arbítrio e que novos patamares de liberdade sejam atingidos, a ascensão da China estará ameaçada. Uma vez que haja mais tempo disponível para o povo absorver melhor as idéias que pululam na internet, ter mais tempo para pensar, questionar, o povo Chinês começará ter mais referencias e termos comparativos com outras culturas, outros estilos de vida e haverá o questionamento, e com ele, haverá as reivindicações.

        A infame cumbuca de arroz com sardinhas subira para o patamar dos Hamburgers, dos cachorros-quentes, depois para feijão, arroz e bife, e talvez até para os rodízios. Os ciclistas irão querer um “upgrade” para o carro. As vestimentas simples desembocarão nas grifes e ai é que a porca enrosca o rabo. É muita gente, é muito custo.

        Claro que a China sabe desta previsão. Se um pobre analista como eu discerniu estes fatos, ha gente na China que previu tudo isto muito antes de mim. Qual então seria a solução deles: Educação, educacao e tecnologia de ponta. E nisto eles investem pesada e apressadamente.

Eles usam de sua criatividade local, também caçam e recrutam cabeças pelo mundo afora, tecnologias, e quando não podem recrutar compram copiam ou roubam, mas tecnologia tem que ser obtida, pois será a sua “Bóia de salvação”. Com a tecnologia – e seu imenso mercado interno de consumidores - a China se manterá na liderança por um bom tempo.

        Este é um croqui apressado da situação. Apostam fundo na educação e eles estão indo muito bem. Obrigado.

        O Brasil também se empenha na educação e em lideranças: Haja vista o Presidente do Senado - creio eleito pela quarta vez - é um homem douto membro da Academia Brasileira de Letras.

        Também apostamos fundo na tecnologia e liderança: Isso me faz lembrar-se de um Deputado Federal que hoje vi sendo empossado em Brasilia, um líder populista, representante do maior Estado da União, com um bigodinho de tecnologia de ponta, parecendo até um fio de titulo Ne 50.

Era o Deputado Tiririca.

SdM

 

Exibições: 103

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Sam de Mattos em 2 fevereiro 2011 às 17:57

Nao eh mesmo? Querido Lauro, no Seculo XXI, ainda eleitorado de cabresto e oligarquias reinantes e atuntes em nosso pais. Isto me da vontade de sentar com o velho da foto em Gramado, esquecer que ando "seco" a pitos anos e voltar a "encher a caveira..."

Lauro, notei tambem que 90% das investigacoes que vejo na midia Brasileira, comeca com um "expose" na PROPRIA MEDIA. Como dizia o Casoy: "Isto e uma vergonha!"

Comentário de LAURO ALBERTO STAMPACCHIO em 2 fevereiro 2011 às 13:18
E VC SABE, MEU CARO SAM QUE TIRIRICA SIGNIFICA ERVA DANINHA....ACHO QUE ELE ESTÁ REALMENTE NO LUGAR CERTO.... E QUE SE SALVEM OS PROFESSORES, POIS COMO VC MESMO MENCIONOU O PRESIDENTE DO SENADO JÁ É DA ACADEMIA, PRA QUE ELE IRIA QUERER OUTROS INTELECTUAIS E PENSADORES NO BRASIL? UM VIVA PRA FAMÍLIA SARNEY E SEU MARANHÃO DE ANALFABETOS, IGNORANTES E FAMINTOS.

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço