Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

“Ah não é comigo não, é com outra pessoa ou com outro setor”.

Já não é de hoje que venho notando com muita freqüência,que quando colaboradores são abordados no dia á dia no trabalho. E quando questionado tem respondido esta frase. Pelo menos tenho percebido com muita tristeza e insatisfação profissionalmente falando.
Gostaria de ser um psicólogo para ir mais afundo, mas confesso que me falta expertise no assunto em questão. Porém fico a me perguntar se o que vêm acontecendo é despreparo destes colaboradores, medo de prejudicar alguém,tirar o corpo fora,não querer ter o trabalho de resolver o assunto e etc...
Mas o que percebo é que muitas das vezes e não são poucas, os assuntos que precisam ser resolvidos está ligado ao tratado no momento, apenas é uma continuação de algo anterior ou da pessoa que interliga o departamento Afirmo.quando estes profissionais se abstém a resolver, dando estas desculpas como citado no parágrafo anterior.
Porque disso tudo, se é quem ganha com estes problemas resolvidos são na sua íntegra a: corporação e o próprio profissional envolvido. Mas quero aqui confessar e com profunda preocupação, é que tenho apurado, é que estes colaboradores têm é medo de perder seus empregos, por isso que agem desta maneira. Pelo menos é isso a impressão que sinto. E vocês meus amigos deste artigo, o que acham?

Exibições: 153

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Roberto Pontes em 23 outubro 2012 às 16:40

Luiz, me interessei pelo título do texto e por coincidência foi você quem escreveu. Meu amigo, eu lamento ter que dizer isso, mas na maioria das vezes tal conduta reflete a mediocridade profissional da pessoa. Eu trabalhei numa empresa, a qual você conhece, em que a maioria das pessoas se desviam de suas responsabilidades e obirgações, não tem senso de equipe. Orgulhavam-se tanto de fazer parte da corporação por 10 - 15 anos e no entanto o seu histórico profissional se limitou em realizar as atividades empurrando com a barriga e se esquivando de suas obrigações.

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço