Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

China deve aumentar importação de algodão, prevê associação

Fonte:|Agência Estado|

Cingapura, 28 - As importações chinesas de algodão devem subir nos próximos meses, por causa da alta dos preços domésticos, tornando mais vantajoso importar o produto, segundo estimativa da Associação de Algodão da China. Entretanto, a associação avalia que as fracas exportações da indústria têxtil e a cota imposta pelo governo devem resultar em queda do volume importado no acumulado deste ano.

Em junho, a China registrou um incremento de 11% nas importações de algodão para 168.598 toneladas em relação a maio, mas o volume é 20% menor em relação ao mesmo mês de 2008. No ano-safra, iniciado em setembro, as importações recuaram 40% para 1,21 milhão de toneladas.

O aumento das importações neste momento contrasta com a sazonalidade típica do setor, cujas importações normalmente recuam entre outubro e novembro para depois retomar o ritmo em dezembro, segundo informa a associação.

A China é o maior produtor, consumidor e importador da commodity. A Austrália superou a oferta indiana em junho, atingindo a terceira posição no ranking dos importadores, seguido por Estados Unidos e Usbequistão. Os três países juntos correspondem a 74% das importações da China em junho.

Recentemente, o governo impôs uma cota de 400 mil toneladas para as tradings. Em outro relatório, divulgado ontem à noite, a associação informou que a produtividade deve ser maior que no ano passado, graças ao clima favorável, mas a área plantada ainda deve recuar. No ano passado, a produção chinesa da pluma caiu 1,6% para 7,5 milhões de toneladas. As informações são da Dow Jones.

Exibições: 19

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço