Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Em um ano, País importa 175 mil toneladas de lixo

Fonte: |correiodoestado.com.br|

O Brasil importou, oficialmente, mais de 223 mil toneladas de lixo de outros países desde janeiro de 2008, a um custo de U$ 257,9 milhões.
No mesmo período,
o País deixou de gerar cerca de U$ 12 bilhões com a
reciclagem de 78% dos resíduos sólidos gerados em solo
nacional, mas desperdiçados no lixo comum - o País
recicla apenas 22% do seu lixo, muito menos do que a
capacidade de absorção da indústria nacional, que compra
das recicladoras o material, usado como matéria-prima na
fabricação de roupas, carros, embalagens, entre outros.
No ano passado, pelo menos 175,5 mil toneladas
de resíduos e desperdícios de plástico, papel e cartão,
madeira, vidro, alumínio, cobre, pilhas, baterias e
outros componentes elétricos, e até as cinzas
provenientes da incineração de lixos municipais de
cidades estrangeiras. Entre janeiro e junho deste ano,
foram importadas outras 47,7 mil toneladas.
Mesmo importando, as 780 empresas de reciclagem
brasileiras, hoje, atuam com 30% da capacidade ociosa
por falta de matéria-prima, segundo dados da Plastivida
Instituto Socioambiental dos Plásticos. A falha está na
coleta e separação do lixo, atribuição das prefeituras,
segundo a Constituição. Apenas 7% dos 5.564 municípios
brasileiros têm um sistema efetivo de coleta seletiva.
Mais de 40% do PET reciclado é absorvido pela
indústria têxtil na fabricação de fios e fibras de
poliéster - duas garrafas se transformam em uma blusa ou
carpete para carro. (informações da Agência Estado)

Exibições: 33

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço