Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano VII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano VII

As operações não exigem escolaridade, apenas habilidades motoras básicas o que caracteriza o subemprego. As únicas fábricas que continuaram a ter parque industrial, são as que dependem do preço do produto para vender,são os produtos feitos em grande escala onde a tecnologia garante menores custos unitários.As empresas de moda continuaram a repassar a produção para as costureiras de comunidade,pois têm margem para embutir este custo no preço, não querem ter um quadro fixo devido a oscilações de demanda, e agregam um valor social ao seu produto.

O problema que afeta uma grande confecção como a Ideal Work, que produz 280 mil peças por mês, é comu tanbém à pequena indústria.A Guaile Brasil,que fabrica 1,2 mil peças ao mês,entre itens de moda,praia e fitness,há seis meses tenta preecher três vagas de costureira.

Cada vez mais têm se tornado mais difícil encontrar esta mão-de-obra tão peculiar e tão antiga. Percebe-se que não só o Rio e Janeiro, mas também São Paulo já vêm sentindo os efeitos da diminuição da mão de obra. A falta de costureiras é tamanha, segundo Haddad, que muitas indústrias paulistas estão produzindo em outros estados, como Minas Gerais,Espírito Santo,Santa Catarina, Paraná e Goiás.(Boletim 146 da ABTT).Hoje as vovóis e as mamães não querem mais que suas netas e suas filhas sejam costureiras para dar continuidade a profissão das matriarcas.O piso da categoria está muito próximo do salário mínimo e elas estão partindo para trabalhos informais e que requerem menos tempo e ganham mais sem precisar de muita exigência e de escolaridade.Fato este encontrado na profissão de doméstica, diarista.O valor pago á título da remuneração da diária, paga está em média pelo mercado girando em torno de R$70,00 á diária.Se as mesmas trabalharem apenas três vezes na semana e somando as quatro semanas do mês, vão receber R$880, mais que a costureira e trabalhando com uma carga de trabalho menor.Quando partem para os serviços de cal Center como operadora de telemarketing recebendo em torno de R$650,00.Trabalhando todos os dias, mas como uma carga horária ainda bem menor, se tivesse trabalhando como costureira.

Exibições: 127

Tags: Terceirização

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano VII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano VII

Textile Industry

O Maior Portal de Informações Têxteis e do Vestuário do Brasil

© 2014   Criado por Textile Industry.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço