Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Moda brasileira começa a se adequar ao mercado internacional com padronização de medidas |http://www.revistafator.com.br/|

Após as normas para o tamanho de meias definidas no início deste ano, padronização atinge mercado infanto-juvenil. Público dará opinião final.

A Abravest (Associação Brasileira do Vestuário) e a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) dão um novo passo rumo à profissionalização da moda brasileira. Com a nova norma de medidas do vestuário infantil, a indústria terá como base medidas corporais para a fabricação das peças, e não mais a idade como um indicativo de tamanho. As novas normas devem ser aderidas voluntariamente pelos fabricantes a partir de outubro deste ano.

O projeto, que está na reta final, será apresentado para jornalistas durante uma coletiva de imprensa no Fórum Vestibilidade Bebê Infanto-juvenil, no dia 16 de junho, ao meio dia, no Expo Center Norte (São Paulo-SP), paralelamente a uma das maiores feiras de negócios do setor, a FIT 0/16 – Feira Internacional do Setor Infantil, Juvenil/Teen e Bebê. Após a coletiva e nos dias 17 e 18, o Fórum prossegue com a participação da indústria, lojistas e donos de grandes magazines.

A apresentação do projeto fica a cargo da Gestora do Comitê Brasileiro de Têxteis e Vestuário da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) CB17, Engenheira Têxtil Maria Adelina Pereira. Logo depois, a profissional ficará disponível para entrevistas juntamente com Roberto Chadad, presidente da Abravest, Roberto M. Yokomizo, coordenador do Departamento de Vestuário Infantil e Alexandre Melo, consultor técnico.

O consumidor decide e aproveita os benefícios -Em última etapa, a padronização será submetida à consulta pública. “Deixamos para o consumidor a decisão final. A falta de padrão de vestuário no Brasil até o momento só gerou problemas. Encontrarmos roupas com a mesma numeração e tamanhos diferentes e na área de vestuário infantil, onde a classificação das roupas é ditada pela idade, as variações são ainda maiores!”, revela Roberto Chadad, presidente da Abravest.

As novas medidas trazem maior praticidade porque reduzem o tempo necessário para a prova de roupas na loja. Com a segurança de que obterá uma peça do tamanho que deseja, o consumidor tende também a aumentar a aquisição de produtos pela internet (e-commerce) ou por catálogos. “Isso amplia todo o mercado têxtil brasileiro e dá oportunidade de desenvolvimento de novos negócios”, lembra Maria Adelina Pereira.

No caso da compra de presentes, a troca certamente diminuirá. “Com a situação que temos hoje, penso em colocar no convite de aniversário do meu neto que, apesar de estar comemorando apenas dois anos, ele usa roupas tamanho quatro anos”, brinca Roberto Yokomizo. Além de todos estes benefícios para o consumidor, o Presidente da Abravest acredita que não se trata apenas de uma questão de medidas. “É importante pensar neste projeto como uma arma eficaz contra os produtos piratas e de má qualidade, que hoje prejudicam o mercado brasileiro", conclui Roberto Chadad.

Abravest: há 16 anos em busca da padronização - A Associação Brasileira de Vestuário iniciou uma campanha 1992 para definir e aplicar um padrão de medidas do setor têxtil nacional, visando melhorar a qualidade dos produtos brasileiros, aumentar as possibilidades de exportação, diminuir o custo de produção com o melhor aproveitamento dos tecidos e facilitar a organização de estoque e show-room pelos lojistas, além dos benefícios para o consumidor.

Em 2008, este trabalho ganhou força com a aprovação da norma técnica para o setor de meias, a NBR 15.525, que está sendo incorporada voluntariamente pelas indústrias associadas desde janeiro de 2009. O próximo passo é a efetivação da padronização do setor infantil. Em setembro será a vez do masculino e novembro o feminino. Criada em 1982, a Abravest está situada em São Paulo, reúne empresas de todo o Brasil e congrega cerca de 63 Sindicatos Patronais Regionais do setor.

. Fórum de Vestibilidade Bebê Infanto-Juvenil | Paralelo à FIT 0/16, dia 16 de junho, às 12h, no Auditório Vila Guilherme – Pavilhão Branco Expo Center Norte.

Exibições: 28

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço