Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

O problema é o ramo de atividade ou o empreendedor?

Negócios foram feitos para ser rentáveis, mas por que alguns não são tão rentáveis? Muitas vezes porque o empreendedor tem enormes dificuldades em perceber onde está o problema, se gasta muita energia procurando um culpado, quando na realidade o problema pode estar em si mesmo.

Vejam este caso real que ocorreu com um cliente meu. É um fato comum e perigoso.
Meu cliente estava muito desgastado com o seu negócio, já não aguentava mais acordar diariamente com o objetivo de tocá-lo e enfrentar as mais variadas dificuldades do dia a dia, por outro lado, era pouco ousado nas estratégias comerciais e de marketing e via, quaisquer investimentos nesta área, como um investimento de retorno duvidoso.
Meu cliente era muito centralizador, não confiava nas pessoas e tinha uma sensação de que todos queriam se aproveitar dele. Também criou uma expectativa de que se mudasse de ramo, os seus problemas seriam resolvidos.
Fui contratado para a avaliação econômica de sua atividade e também da atividade na qual desejava atuar. Recomendei apenas uma alteração de seu comportamento, mas que continuasse no mesmo negócio, por várias razões, já havia um mercado conquistado, apesar das dificuldades em ser ousado mercadologicamente, já dominava o processo fabril, enfim, já era do ramo.
O meu trabalho terminou e após alguns meses fui novamente contratado por este meu cliente, que já estava no novo negócio, com dificuldades de engrenar e com uma dívida muito além da sua capacidade de pagamento. Por uma feliz questão estratégica, ainda não havia abandonado o negócio anterior.
Recomecei o trabalho e concluímos que levaria alguns bons anos para se estabilizar economicamente na nova atividade, não deixando de lado a recomendação de ser ousado nas estratégias comerciais e de marketing.
Como o meu cliente já tinha um conceito de que ousadia nas estratégias comerciais e de marketing tinha retorno duvidoso, esta concepção permaneceu no novo negócio. Resultado: o problema continuava e, a mudança de atividade econômica não resolveu o problema da postura empreendedora do meu cliente.
Hoje o meu cliente fechou o novo empreendimento e ficou apenas com o seu antigo negócio, com os mesmos problemas mercadológicos e mais outro, ainda mais complexo, uma grande dívida para pagar da empreitada errada.
Portanto, caro empreendedor, não há problema em mudar o ramo de negócio, mas identifique se o problema real é este, pois do contrário, poderá gerar um problema ainda maior. Havendo dificuldades, contrate um especialista para ajudá-lo, mas não apenas para confirmar o que você acha, mas para ajudá-lo mesmo, afinal, negócios foram feitos para ser rentáveis.
 
NEGÓCIOS FORAM FEITOS PARA SER RENTÁVEIS, CONSULTE UM ESPECIALISTA EM CUSTOS
Edson Carlos de Oliveira
Consultor de Custos e Estratégias
www.consultoriaplanecon.com.br
edson.oliveira@consultoriaplanecon.com.br

Exibições: 121

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de petrúcio josé rodrigues em 15 fevereiro 2013 às 9:36

Todo negócio, até empresas  funerárias depedem da gestão.

Sabe-se  que  a gestão está diretamente ligado a visão e os  fundamentos  do empreendedor.

O bom negócio, o excelente negócio ou mais  excelsior deles, dependem básicamente da "gestão".

Aqui fica, nosso reconheconhecimento ao SEBRAE, que tem trabalhado para  reduzir  essas  distorções, entre negócios e  empreededores.

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço