Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Fonte:|odiariomaringa.com.br|
Vinícius Carvalho

Varejistas do ramo de confecções chegavam a enfrentar dezenas de horas dentro de um ônibus para chegar às principais feiras de moda do Paraná – em Cianorte e Maringá. Para o evento que começa neste domingo, pela primeira haverá comitivas aéreas especialmente preparadas para os lojistas.

A quarta edição do Maringá Moda Mix, com o lançamento da coleção verão 2010, fez parceria com uma companhia aérea, para trazer clientes da Região Nordeste, com conexão em Campinas (SP).

“Considerando o custo e o tempo que se leva para vir de ônibus, chegar a Maringá de avião é mais competitivo e cômodo hoje”, afirma Gediel Rodrigues, presidente do Maringá Moda Mix.

Nos eventos anteriores, Maringá recebeu centenas de lojistas do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e diversos Estados da Região Nordeste. Nesta edição, são esperados 15 mil visitantes.

O esquema especial para atrair empresários de confecção tem um motivo: todos os prognósticos econômicos apontam o próximo verão como o período de crescimento da demanda brasileira por bens e serviços. Para Rodrigues, as vendas deverão aumentar em até 25%.

“Temos um cenário favorável, com moeda estável, valorizada e queda na inadimplência. O volume de cheques devolvidos caiu cerca de 20%”, avalia Rodrigues.

Ele explica que o real forte favorece as empresas de confecção que importam insumos, como tecido e acessórios. O presidente da Maringá Moda Mix diz acreditar que a crise mundial disciplinou tanto os consumidores quanto os empresários. “As pessoas estão gastando só o que podem pagar e os fabricantes estão produzindo de acordo com os pedidos de pronta-entrega”, acrescenta.


Sem crise

Para o presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Maringá (Sindivest), Carlos Roberto Pechek, a maior parte das empresas do setor perdeu pouco com a crise.

“Quem não manteve o nível de vendas de 2008, se aproximou muito disso ou do nível de 2007”, explica Pechek, para quem o ano passado foi “atípico” pelo aquecimento exagerado do mercado. “Mesmo 2008 tendo sido o pico nas vendas, minha empresa mesmo cresceu 2,37% em relação àquele nível”, afirma.

O Sindivest representa cerca de 600 empresas em 72 municípios do noroeste do Paraná. Os empresários esperam expansão nas vendas, mas não estão preparados para crescer num nível muito elevado.

Dada a baixa disponibilidade de mão de obra especializada no mercado e a dificuldade em expansão do parque industrial, o setor têxtil em Maringá pode elevar no máximo em 10% sua capacidade de oferta.

Pela falta de costureiras e auxiliares de produção no mercado, os empresários evitam demissões, sob o risco de perder profissionais altamente disputados pelo mercado.


Participantes

O Maringá Moda Mix conta com a participação dos shoppings atacadistas de moda Vest Sul, Avenida Fashion, Maringá Vest, Feira Vest Mercosul e Portal da Moda, num total de 500 lojas. O desfile de abertura acontece às 21 horas, no Clube Olímpico.

Exibições: 33

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço