Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

SDEC repassa r$ 1,36 milhão para NTCPE executar projetos

FinanciamentoSecretário executivo Felipe Chaves (2º da esquerda para a direita) fez anúncio.    Foto: SDEC/Divulgação
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC) assinou contrato de gestão com o Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco (NTCPE) e repassa, nesta terça-feira (17), R$ 1,36 milhão para o início dos projetos. O aporte total da SDEC no NTCPE será de R$ 6,16 milhões. As ações serão desenvolvidas em 36 meses, beneficiando todo o Estado. O NTCPE foi criado em agosto de 2012 como uma Organização Social (O.S.) e tem como objetivo fomentar ações de incentivo a novos negócios, exploração de novos mercados e elaboração de estudos e pesquisas sobre a cadeia.
Esta primeira parcela dos recursos será utilizada no desenvolvimento do Programa de Inteligência Mercadológica. O NTCPE fará a aquisição de materiais, a seleção de pessoal e organizará a estrutura física do escritório no Recife, que ficará no prédio do Marco Pernambucano da Moda (Rua da Moeda, 46 – Recife Antigo). Além deste escritório, o NTCPE também terá um espaço na região do Agreste, com previsão de funcionamento em 2014. Na etapa seguinte, no próximo ano, serão contratados estudos e pesquisas com o objetivo de aprofundar o conhecimento da produção no Estado e a identificação de novos mercados. Com o estudo em mãos, o Núcleo poderá trabalhar com as empresas nas missões empresariais, rodadas de negócios e na instalação dos centros avançados de comercialização. “Com essas ações, pretendemos ampliar nossos horizontes e explorar novos mercados”, comemora o diretor-presidente do NTCPE, Edilson Tavares.
Atualmente, estima-se a existência de cerca de 200 empresas instaladas no Agreste do Estado e 50 na Região Metropolitana do Recife que já estariam aptas a participar da etapa inicial do Programa de Inteligência Mercadológica, que também prevê a realização de consultorias e assessorias individualizadas junto às micro, pequenas e médias empresas. “A longo prazo, a meta é atingir grande parte dos cerca de 15 mil empreendimentos do Estado, entre formais e informais”, afirma o secretário executivo de Políticas de Desenvolvimento da SDEC, Felipe Chaves.
Além do Programa de Inteligência Mercadológica, outro foco do NTCPE é a gestão do Marco Pernambucano da Moda, incubadora de empresas e projetos na área de design, em andamento desde 2012. O MPM atua nos segmentos de vestuário, acessórios, têxteis e ambientes. Os 14 projetos pré-selecionados passaram por um diagnóstico e agora vão passar por uma consultoria. A incubação propriamente dita, que é a segunda etapa, deve ter início em dezembro deste ano, com a inauguração parcial do prédio da Rua da Moeda.
O MPM é financiado pela PetroquímicaSuape (PQS) e está orçado em R$ 2 milhões. Deste total, R$ 210 mil serão repassados pela PQS ao NTCPE, através da SDEC, para gestão do equipamento. “Os projetos de Inteligência Mercadológica e o Marco Pernambucano da Moda objetivam dotar a Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco de mecanismos capazes de agregar valor, aumentar volumes e preços médios de comercialização em mercados nos setores têxtil e de confecção, tanto no Brasil quanto no exterior”, explica Felipe Chaves.
A ideia do NTCPE surgiu após a realização, no Recife, do Fórum Estratégico de Competitividade da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco, em abril de 2009. O Fórum foi uma iniciativa conjunta do Governo do Estado, SENAI, SEBRAE, SENAC, professores universitários e representações empresariais. Na ocasião, foi proposto um plano estratégico, que seria uma ferramenta de orientação fundamental para a Cadeia T&C.
Sobre o NTCS – O NTCPE é uma O.S. formada por três sócios-fundadores: Sindicato da Indústria de Vestuário de Pernambuco (Sindivest-PE); Sindicato da Industria Têxtil de Pernambuco (Sinditêxtil-PE); e Federação das Associações Comerciais de Pernambuco (Facep). Possui um Conselho de Administração composto por 13 instituições públicas e privadas, entre elas: Banco do Nordeste; Sindicato das Costureiras (Sindcostura); Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Fiação e Tecelagem; e as secretarias estaduais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Ciência e Tecnologia (Sectec), além da SDEC. A O.S. tem o objetivo de ser o braço executor de diversas ações para esta cadeia em Pernambuco, que atualmente gera mais de 100 mil postos de trabalho e é a segunda mais expressiva do Brasil.

http://www.ntcpe.com.br/site/hello-world/

Exibições: 23

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

© 2018   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço